fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

USO DE BIOMASSA RESIDUAL COMO ALTERNATIVA PARA A PRODUÇÃO DE CARVÃO ATIVADO

SILVA, R. V. T. O.; LIMA, V. N. de; MESSIAS, A. S.;

Artigo:

O aumento das atividades tem elevado à produção e utilização de resíduos agroindustriais, como cascas e bagaços de frutas, denominada biomassa residual, que é uma importante fonte de matéria-orgânica renovável, com diversas utilizações possíveis. Nesse contexto, o uso de fibras, cascas e bagaços de frutas na preparação de carvão ativado (CA) se apresenta como alternativa econômica e ambiental, o que já é comprovado por diversos estudos. Assim, este estudo teve como objetivo avaliar a possibilidade de produção de CA a partir da mistura de fibra de coco seco, semente de acerola e bagaço de caju. Para tanto, foi realizado um delineamento experimental de blocos ao acaso, em cinco repetições, das relações percentuais coco/resíduo de 100/0 (somente a fibra de coco), 75/25, 50/50, 25/75 e 0/100 (somente resíduo). A fim de determinar a melhor mistura foi realizada uma etapa preliminar de análises, nessa etapa foram determinados: teor de carbono fixo, cinzas, umidade e material volátil, além da determinação do poder calorifico das misturas de resíduos. Na segunda etapa do estudo esta sendo realizado um experimento (escala de bancada) de carbonização, seguida de posterior ativação física (vapor d’água e CO2) das melhores amostras utilizando o método oficial de análise. Os dados preliminares sobre teor de carbono orgânico na biomassa apontam que há viabilidade no uso das misturas testadas e a segunda etapa do estudo esta em execução.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1482-19073-160916

Referências bibliográficas
  • [1] AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS – ASTM. D 1762/64 (Reapproved 1977). p.578. 1964.
  • [2] ANUÁRIO Brasileiro da Fruticultura. Santa Cruz do Sul: Gazeta Santa Cruz, 2013. 140 p. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – ABNT. NBR 8633/84. Determinação do poder calorífico superior. 13p. 1984.
  • [3] COUTO, G. M. Utilização de serragem de Eucalyptus sp. na preparação de carvões ativados. Lavras: UFLA, 2009. 89p. DEMIRAL, H.; DEMIRAL, I.; KARABACAKOGLU, B.; TÜMSEK, F. Production of activated carbon from olive bagasse by physical activation. Icheme, v. 89, p. 206–213, 2011.
  • [4] FERNANDES, K. A. D. Uso de carvão ativado de endocarpo de coco no tratamento de água. Revista da graduação da PUCRS, Porto Alegre, v. 3, n. 2, 2010. Disponível em: Andlt;http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/graduacao/article/viewFile/7906/5591Andgt;. Acesso em: 20 março 2012. 17p. FLORIDO, P. Avaliação de tecnologias visando reuso de efluentes: adsorção em carvão ativado. Efluentes hídricos: resultados em PAndamp;D, Gerencia de Biotecnologia e Tratamento Ambientais, Petrobras, Rio de Janeiro, n. 8, set. 200
  • [5] GODECKE, M. V.; CHAVES, I. R.; NAIME, R. H. Gestão de resíduos sólidos urbanos no Brasil: o caso de Canoas, RS. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental. v.7, n. 7, p. 1430-1439, mar-ago, 2012.
  • [6] SHARAF, M. A.; ILLMAN, D. L.; KOWALSKI, B. Chemometrics, New York: Wiley, 198
  • [7] STATISTICA 8.0 Statistica. StatSoft. (software). 200
  • [8] KUNZ, A.; PERALTA-ZAMORA, P. Novas tendências no tratamento de efluentes têxteis. Revista Quimica Nova, v. 25, n. 1, p. 78-82, 2002.
Como citar:

SILVA, R. V. T. O.; LIMA, V. N. de; MESSIAS, A. S.; "USO DE BIOMASSA RESIDUAL COMO ALTERNATIVA PARA A PRODUÇÃO DE CARVÃO ATIVADO", p. 8789-8796 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1482-19073-160916

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações