Artigo - Open Access.

Idioma principal

TEXTILSKIN: AS REDES SOCIAIS DIGITAIS UTILIZADAS COMO APOIO AO DESIGN DE SUPERFÍCIE

Seabra, Lavínnia; Ruthschilling, Evelise Anicet;

Artigo:

Esse artigo é resultado de reflexões defendidas em uma tese de doutorado. Foi realizado um recorte sobre o resultado alcançado; uma ferramenta digital denominada Textilskin, objetivo principal dessa investigação, e que gera módulos visuais exclusivos para serem utilizados de diferentes formas, como por exemplo: estampas. Trabalho que se utilizou de uma metodologia transdiciplinar e contextualizou possibilidades potenciais de desenvolvimento imagético, através da cocriação entre designer e público - usuário das redes digitais. Uma proposta possível de ser aplicada no Design de Superfície e que comprovou a ampliação no desenvolvimento de novas formas de trabalho para essa área.

Artigo:

This article is the result of some reflections defended in the thesis. A clipping was made about the result achieved; a digital tool called Textilskin, main objective of this research, and generating modules exclusive visual to be used in different ways, for example: prints. Work that has been used a method transdisciplinary and contextualized potential possibilities development of imagery, through co-creation between designer and public - user of digital networks. A proposal can be applied in the Surface Design and proved that the expansion in the development of new forms of work for this area.

Palavras-chave: cocriação, redes digitais, design de superfície., cocreation,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/designpro-ped-00275

Referências bibliográficas
  • [1] CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede. Tradução de Roneide Venâncio Majer com colaboração de Klauss Brandini Gerhardt. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2008.
  • [2] DELEUZE, Gilles e GUATTARI, Félix. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia, tradução de Aurélio Guerra Neto e Célia Pinto Costa. vol. 1. Rio de janeiro: Ed. 34, 1995.
  • [3] DONATH, J. Identity and deception in the virtual community. In: KOLLOCK, P.; SMITH, M. (Orgs). Communities in Cyberspace. London: Routledge, 1998.
  • [4] GARTON, L; HAYTHORNTHWAITE , C. e WELLMAN, B. Studying Online Social Networks. Journal of Computer Mediated Communication, n. 3, vol 1, 1997.
  • [5] DE FRANCO, Augusto. Cocriação: reinventando o conceito. Disponível em: Andlt;http://net- hcw.ning.com/page/co-criacao-reinventando-o-conceitoAndgt; Acesso em 13/04/2014.
  • [6] MATURANA, Humberto. De máquinas e seres vivos: autopoiese- a organização do vivo. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
  • [7] PRAHALAD C. K. AND VENKAT Ramaswamy. Co-creation experiences: the next practice. IN: VALUE PRATICE. Disponível em: Andlt;http://deepblue.lib.umich.edu/bitstream/20242/35225/1/20015_ftp.pdfAndgt; Acesso em 13/04/2014.
  • [8] PRIMO, Alex. O aspecto relacional das interações na Web 2.0. E- Compós (Brasília), v. 9, p. 1-21, 2007. Disponível em: Andlt;http://www.ufrgs.br/limc/PDFs/web2.pdfAndgt; Acesso em 13/04/2014.
  • [9] RECUERO, Raquel. Redes Sociais na Internet. Porto Alegre: Sulina, 200
  • [10] RHEINGOLD, Howard. La Comunidad Virtual: Uma Sociedade sin Fronteiras. Gedisa Editorial. Colección Limites de La Ciência. Barcelona 1996.
  • [11] RUTHSCHILLING, Evelise Anicet. Design de Superfície. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2008.
  • [12] SANTAELLA, Lúcia Andamp; LEMOS, Renata. Redes Sociais Digitais: a cognição conectivaa do Twitter. São Paulo: Paulus, 2010.
Como citar:

Seabra, Lavínnia; Ruthschilling, Evelise Anicet; "TEXTILSKIN: AS REDES SOCIAIS DIGITAIS UTILIZADAS COMO APOIO AO DESIGN DE SUPERFÍCIE", p. 1818-1829 . In: Anais do 11º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 1, n. 4]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/designpro-ped-00275

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações