dezembro 2014 vol. 1 num. 5 - II Congresso Brasileiro de Medicina Hospitalar

Resumo - Open Access.

Idioma principal

Teste de Inclinação com nitroglicerina sublingual e isoproterenol no diagnóstico de Síncope: Ensaio Clínico Randomizado

Suzigan, B.H.; Barbisan, J.N.; Sant’anna, P.S.;

Resumo:

O Teste de Inclinação (TI) é o exame de maior acurácia no diagnóstico da Síncope Vasovagal (SVV). Os protocolos com administração de nitroglicerina sublingual ou infusão de isoproterenol têm sido utilizados. A evidência científica comparando a eficácia de ambos é escassa. Objetivo: Comparar a eficácia do Isoproterenol Intravenoso e Nitroglicerina Sublingual no TI. Material e Métodos: Amostra: Pacientes consecutivos com 1 ou mais episódios de síncope (grupo caso) ou que nunca apresentaram síncope (grupo controle), de ambos os sexos, maiores de 16 anos, encaminhados para realização do TI. Foram randomizados de forma duplo-cega para realização do TI em dois protocolos modificados do ”The Italian Protocol”. Pacientes foram mantidos em repouso por 20 minutos e então inclinados a 70°, por 20 minutos, sem fármaco, e outros 20 minutos com provocação de isoproteronol intravenoso ou nitroglicerina sublingual. Resultados: Foram randomizados 275 pacientes. Vinte e dois positivaram na primeira etapa do exame sem necessidade de receber medicação, sendo excluídos da análise. Dos 253 restantes, 193 formaram o grupo caso e 60 o controle. Sessenta e quatro por cento eram do sexo feminino e a média de idade foi de 46,2(±20,01) anos. O TI apresentou sensibilidade de 84% e especificidade de 27%. Os 122 (48,2%) pacientes que utilizaram isoproterenol se distribuíram em 28 (22,9%) no grupo controle e 94 (77%) no grupo caso. Desses 3 (10,7%) e 19 (20,21%) positivaram nos grupos controles e casos, respectivamente (sensibilidade:20,2%, especificidade:89,3%). Os 137 (54,15%) pacientes que utilizaram nitroglicerina se distribuíram em 31(22,6%) no grupo controle e 106 (77,3%) casos. Desses 9 (29%) e 51 (48,1%) positivaram nos grupos controle e caso, respectivamente (sensibilidade:48% especificidade:71%). No grupo caso, a associação da nitroglicerina com síncope demonstrou-se relevante (p Andlt;0,001). Os que a utilizaram, tiveram 2,66 vezes mais chances de sincopar em comparação com os casos que utilizaram Isoproterenol. A nitroglicerina também teve um tempo menor entre o intervalo do início da medicação até a sincope, tempo médio de 8,83 minutos (±4,85, p=0,039). O isoproterenol teve um tempo médio de 11,41 minutos (±5,15, p=0,039). Conclusão: O TI apresentou sensibilidade alta e especificidade baixa. A nitroglicerina é mais sensível, tem maior associação com diagnóstico de SVV pelo TI e positivação mais precoce.

Resumo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/medpro-II-cbmh-097

Referências bibliográficas
Como citar:

Suzigan, B.H.; Barbisan, J.N.; Sant’anna, P.S.; "Teste de Inclinação com nitroglicerina sublingual e isoproterenol no diagnóstico de Síncope: Ensaio Clínico Randomizado", p. 9 . In: . São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/medpro-II-cbmh-097

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações