Artigo - Open Access.

Idioma principal

SUBSÍDIOS TEÓRICOS PARA O DESIGN DA EXPERIÊNCIA EM ESPAÇOS PÚBLICOS: AS NOÇÕES DE LUGAR E DE EXPERIÊNCIA URBANA A PARTIR DE UM ESTUDO DE CASO

Afonso, André Guazzelli;

Artigo:

O Design da Experiência tem dado grande ênfase às relações que se operam entre usuários e produtos. Entretanto, quando os projetos visam os espaços públicos urbanos, emergem questões de ordem espacial que devem ser adequadamente consideradas. Algumas dessas questões podem ser sintetizadas nos conceitos de lugar e de experiência urbana. Estes conceitos foram coligidos com os fundamentos do Design de Interação e deram origem à disciplina Design em Espaços Públicos, que é o estudo de caso do presente artigo. Aqui, são analisados três projetos de alunos daquela disciplina, os quais desenvolveram propostas de design orientado à experiência para uma praça central de Belo Horizonte. Os projetos são discutidos à luz das noções de lugar e de experiência urbana. Os resultados alcançados indicam que é possível implementar a problemática espacial no Design da Experiência de modo a gerar melhores soluções de projeto em contextos urbanos.

Artigo:

Experience Design has given great emphasis on relationships between users and products. However, when it comes to urban public spaces, there are some spatial issues that have to be considered. Some of these issues can be summarized in the concepts of place and urban experience. These concepts, along with the fundamentals of Interaction Design, gave rise to the discipline Design in Public Spaces, the case study of this article. Three projects from that discipline are analysed; the students developed proposals of experience‐oriented design for a central square in Belo Horizonte. The projects are discussed on the basis of the notions of place and urban experience. The results indicate that it is possible to implement the spatial issue in Experience Design in order to generate better design solutions in urban contexts.

Palavras-chave: Design da Experiência, espaço público, lugar, experiência urbana., Experience Design, public space, place, urban experience.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/designpro-ped-00931

Referências bibliográficas
  • [1] ANTERO, Antonio Zeferino. Praça Raul Soares. Trabalho apresentado como requisito parcial para a aprovação na disciplina Design em Espaços Públicos, Curso de Arquitetura e Urbanismo, UFMG, 2012.
  • [2] AUGÉ, Marc. Não‐lugares: introdução a uma antropologia da supermodernidade. Campinas: Papirus, 2007.
  • [3] CAMPOS, Miriã Tamiris. Intervenção multimidiática na Praça Raul Soares. Trabalho apresentado como requisito parcial para a aprovação na disciplina Design em Espaços Públicos, Curso de Arquitetura e Urbanismo, UFMG, 2012.
  • [4] CLAVAL, Paul. Uma, ou algumas, abordagem(ns) cultural(is) na geografia humana? In:
  • [5] ______. Espaços culturais: vivências, imaginações e representações. Salvador: EDUFBA, 2008. P. 13‐29.
  • [6] FORLIZZI, Jodi; BATTARBEE, Kajta. Understanding Experience in Interactive Systems. In: Proceedings of the 2004 Conference on Designing Interactive Systems (DIS 04): Processes, Practices, Methods, and Techniques. New York: ACM, 2004. P. 261–268.
  • [7] FORLIZZI, Jodi. All look same? A comparison of Experience Design and Service Design. In: Interactions. New York: ACM, September/October 2010. P. 60‐62.
  • [8] HASSENZAHL, Marc; DIEFENBACH, Sarah; GORITZ, Anja. Needs, affect, and interactive products: facets of user experience. In: Interacting with Computers, N. 22, Vol. 5, 2010. P. 353‐362.
  • [9] JOTA, Bárbara Scorsulini. Praça Raul Soares: Superfícies Midiáticas Urbanas. Trabalho apresentado como requisito parcial para a aprovação na disciplina Design em Espaços Públicos, Curso de Arquitetura e Urbanismo, UFMG, 2012.
  • [10] McCARTHY, John; WRIGHT, Peter. Technology as Experience. In: Interactions. New York: ACM, September/October 2004. P. 42‐43.
  • [11] McCULLOUGH, Malcolm. Digital ground: architecture, pervasive computing, and environmental knowing. Cambridge, Mass.: MIT Press, 2004.
  • [12] MONGIN, Olivier. A condição urbana. São Paulo: Estação Liberdade, 2009. NORBERG‐SCHULZ, Christian. Arquitectura occidental. Barcelona: Gustavo Gili, 1999.
  • [13] NORTON, David. Will meaningful brand experiences disrupt your market? In: LOCKWOOD, Thomas (Org.). Design thinking: integrating innovation, customer experience and brand value. New York: Allworth Press, 2010.
  • [14] PALLASMAA, Juhani. The eyes of the skin: architecture and the senses. Chichester, Hoboken: Wiley‐Academy, John Wiley Andamp; Sons, 2005.
  • [15] SHEDROFF, Nathan. Design: A Better Path to Innovation. In: Interactions. New York: ACM, November/December 2008. P. 35‐41.
  • [16] TUAN, Yi‐Fu. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. São Paulo: Difel, 1983.
Como citar:

Afonso, André Guazzelli; "SUBSÍDIOS TEÓRICOS PARA O DESIGN DA EXPERIÊNCIA EM ESPAÇOS PÚBLICOS: AS NOÇÕES DE LUGAR E DE EXPERIÊNCIA URBANA A PARTIR DE UM ESTUDO DE CASO", p. 3413-3425 . In: Anais do 11º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 1, n. 4]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/designpro-ped-00931

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações