fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

SUBPRODUTOS DE ABÓBORA COMO FONTE DE CAROTENOIDES E ANTIOXIDANTES

COSTA, A. P. DALLA; ROSSATTO, E. R. P.; RIOS, A. O.; FLÔRES, S. H.;

Artigo:

A utilização de subprodutos de vegetais é de grande importância devido as suas propriedades funcionais, tecnológicas e nutricionais, além de proteção ao meio ambiente e redução de custos para as indústrias. Este estudo teve como objetivo avaliar a qualidade da farinha de abóbora, obtida de seus subprodutos, como fonte de compostos bioativos. Os subprodutos de abóbora (cascas, aparas e sementes), obtidos da indústria de vegetais minimamente processados foram submetidos a secagem com o objetivo de obter-se uma farinha vegetal. A análise de antioxidantes da farinha obtida foi realizada pelo método DPPH (2,2-difenil-1-picril-hidrazilo) e os valores foram expressos em gramas de farinha / 100 gramas de DPPH. O perfil de carotenoides foi determinado em HPLC e os resultados foram expressos em mg de carotenoide / 100g de farinha. Como resultado da análise de antioxidantes, 173,61g de farinha de abóbora são necessárias para inibir 100g de DPPH. Com a análise do perfil de carotenoides foram detectados picos de luteína (2,52 mg), zeaxantina (0,57 mg), alfa-caroteno (0,28 mg) e, destacando-se, beta-caroteno (4,81 mg), com valores expressos para 100g de farinha de abóbora. Através dos resultados obtidos é possível observar que os resíduos de abóbora podem ser utilizados como ingredientes na indústria, com o intuito de agregar compostos bioativos em produtos alimentícios.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0979-21941-144635

Referências bibliográficas
  • [1] AMBRÓSIO, C. L. B.; CAMPOS, F. A. C. S.; FARO, Z. P. de. Aceitabilidade de flocos desidratados de abóbora. Revista de Nutrição, Campinas, v.19, n.1, p.39-45, jan.-fev./2006.
  • [2] ARRUDA, S. F.; SIQUEIRA, E. M. D. A.; DE VALÊNCIA, F. F. Vitamin A deficiency increases hepcidin expression and oxidative stress in rat. Nutrition, v.25, n.4, p. 472-478, 2009.
  • [3] BRAND-WILIAMS, W.; CUVELIER, M. E.; BERSET, C. Use of a free radical method to evaluate antioxidant activity. Food Science and Technology, v.28, p.25-30. 1995 CRIZEL,T. M.; JABLONSKI, A.; RIOS, A. O.; RECH, R.; FLÔRES, S. H. Dietary fiber from orange byproducts as a potential fat replacer. Food Science and Technology. V. 53, n.1, p. 9-14. 201
  • [4] FINLEY, J. W. Proposed criteria for assessing the efficacy of cancer reduction by plant foods enriched in carotenoids, glucosinolates, pholyphenols and selenocompounds. Annals of Botany, n.95, p.1075-1096, 2005.
  • [5] MONTEIRO, B. A. Valor nutricional de partes convencionais e não convencionais de frutas e hortaliças. Fevereiro, 2009. 62p. Dissertação (Mestrado em Agronomia - Energia na Agricultura) - Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatu, 2009.
  • [6] PADMAJA, G. Uses and nutritional data of sweet potato. The sweet potato. Biomedical and Life Sciences, p.189-234, 2009.
  • [7] PAULA, T. P.; PERES, W. A. F.; CARMO, M. G. T. B. Os carotenoides no tratamento e prevenção do câncer. Revista Brasileira de Nutrição Clínica, v.19, n.2, p.100-108, 2004.
  • [8] PROVESI, J. G.; DIAS, C. O.; AMANTE E. R. Changes in carotenoids during processing and storage of pumpkin puree. Food Chemistry. v. 128, p. 195-202. 2011.
  • [9] SAAVEDRA, M. J.; AIRES, A.; DIAS, C.; ALMEIDA, J. A.; DE VASCONCELOS, M. C. B. M.; SANTOS, P.; ROSA, E. A.. Evaluation of the potential of squash pumpkin by-products (seeds and shell) as sources of antioxidant and bioactive compounds. Journal of Food Science and Technology. 2013.
  • [10] SCHIEBER, C.; STINTZING, F. C.; CARLE, R. By-products of plant food processing as a source of functional compounds – recent developments. Trend in Food Science Andamp; Technology, v. 12, p.401-413, 2001.
  • [11] TADMOR, Y.; PARIS, H. S.; MEIR, A.; SCHAFFER, A. A.; LEWINSOHN, E.. Dual role of the pigmentation gene B in affecting carotenoid and vitamin E content in squash Área temática: Engenharia e Tecnologia de Alimentos 5(cucurbita pepo) mesocarp. Journal of Agricultural and Food Chemistry. v. 53. p.9759–63. 2005.
  • [12] VULIC, J.; CANADANOVIC-BRUNET, J.; CETKOVIC, G.; TUMBAS, V.; DJILAS, S.; CETOJEVIC-SIMIN, D.; CANADANOVIC, V. Antioxidant and cell growth activities of beet root pomace extracts. Journal of Functional Foods. v.4, p. 670-8.
  • [13] 2012.
  • [14] ZANATTA, C. F.; MERCADANTE, A. Z. Carotenoid composition from the Brazilian tropical fruit camu-camu (Myrciaria dubia). Food Chemistry, v.. 101, p. 1526–32. 2007.
Como citar:

COSTA, A. P. DALLA; ROSSATTO, E. R. P.; RIOS, A. O.; FLÔRES, S. H.; "SUBPRODUTOS DE ABÓBORA COMO FONTE DE CAROTENOIDES E ANTIOXIDANTES", p. 4134-4139 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0979-21941-144635

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações