dezembro 2014 vol. 1 num. 1 - X Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE ARGILA ORGANOFÍLICA UTILIZADA NA REMOÇÃO DE ÓLEOS COMBUSTÍVEIS

NASCIMENTO, E.S.; DE ALMEIDA NETO, A.F.; DA SILVA, M.G.C. E ANDREO DOS SANTOS;

Artigo:

Neste trabalho avaliou-se a capacidade de adsorção da argila organofílica, sintetizada a partir da argila bentonítica sódica, comercializada como Fluidgel, quando em contato com derivados de petróleo. No processo de organofilização utilizou-se o sal brometo de HDTMA. As argilas, comercial e organofílica, foram caracterizadas por medidas de adsorção-dessorção de N2, difração de raios X e por meio de ensaios de hidratação e expansão em meio orgânico. Os ensaios de adsorção dos derivados de petróleo foram realizados em sistema de banho finito, à temperatura 25oC e agitação de 250 rpm, utilizando 60 mL de água desionizada, 9 mL do contaminante e 3g de argila organofílica. A mistura resultante foi mantida sob agitação mecânica e em tempos prédeterminados foram medidos os volumes finais das emulsões (água desionizada + contaminante) para verificar a capacidade de adsorção da argila. Os resultados obtidos mostraram maior capacidade de sorção da argila organofílica para a gasolina e óleo diesel. A quantidade adsorvida de gasolina e óleo diesel por grama de adsorvente, no tempo de equilíbrio, foi respectivamente de 1,32 g e 1,48 g. Assim, o material estudado mostrou-se promissor no tratamento de águas contaminadas por óleos combustíveis, especialmente por gasolina e óleo diesel.

Artigo:

Palavras-chave: adsorção, contaminante, bentonítica,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/chemeng-cobec-ic-03-ts-061

Referências bibliográficas
  • [1] ALMEIDA NETO, A. F. de. Caracterização e avaliação de argilas como adsorventes na remoção e eluição de íons cobre e mercúrio em diferentes sistemas, PEQ/UNICAMP, Campinas-SP (tese de doutorado), 201
  • [2] BERTAGNOLLI, C. Preparo e caracterização de argilas organofílicas para a remoção de derivados do petróleo, PEQ/UNICAMP, Campinas-SP (dissertação de mestrado), 2010.
  • [3] DÍAZ, F. R. V. Preparação em nível de laboratório de algumas argilas esmectíticas organofílicas, Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo-SP, (tese de doutorado), 1994.
  • [4] FIORENTIN, L. D.; TRIGUEROS, D. E. G.; MÓDENES, A. N.; ESPINOZAQUIÑONES, F. R.; PEREIRA, N. C.; BARROS, S. T. D.; SANTOS, O. A. A. (2010), Biosorption of reactive blue 5G dye onto drying orange bagasse in batch system: kinetic and equilibrium modeling. Chemical Engineering Journal, 163, 68- 77.
  • [5] FOSTER, M. D. (1953), Geochemical studies of clay minerals: II-relation between ionic substitution and swelling in montmorillonites. Geochimica et Cosmochimica Acta, 3, 2-3, 143-154.
  • [6] GAÑAN-GÓMEZ, J.; MACÍAS-GARCÍA, A.; DÍAZ-DÍEZ, M. A.; GONZÁLESGARCÍA, C.; SABIO-REY, E. (2006), Preparation and characterization of activated carbons from impregnation pitch by ZnCl2. Applied Surface Science, 252, 5976-5979.
  • [7] GITIPOUR, S.; BOWERS, M. T.; HUFFT, W.; BODOCSI, A. (1997), The efficiency of modified bentonite clays for removal of aromatic organics from oily liquid wastes. Spill Science Andamp; Technology Bulletin, 4, 3, 155-164.
  • [8] KOCH, D. (2002), Bentonites as a basic material for trechnical base liners and site encapsulation cut-off walls. Applied Clay Science, 21, 1-11.
Como citar:

NASCIMENTO, E.S.; DE ALMEIDA NETO, A.F.; DA SILVA, M.G.C. E ANDREO DOS SANTOS; "SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE ARGILA ORGANOFÍLICA UTILIZADA NA REMOÇÃO DE ÓLEOS COMBUSTÍVEIS", p. 251-254 . In: . São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobec-ic-03-ts-061

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações