Artigo - Open Access.

Idioma principal

SABERES TRADICIONAIS E INTERAÇÕES NA PRODUÇÃO DE ARTEFATOS CERÂMICOS NA COMUNIDADE QUILOMBOLA DE ITAMATATIUA - MA

Cestari, Glauba Alves Do Vale; Guimarães, Márcio J. Soares; Caracas, Luciana Bugarin; Santos, Denilson Moreira;

Artigo:

Este artigo trata do registro dos processos de produção artesanal em cerâmica adotados pela comunidade quilombola de Itamatatiua, localizada em Alcântara, no estado do Maranhão. Aborda as práticas tradicionais que caracterizam esse povoado e seus moradores que guardam o saber de modelar a argila a mais de três séculos. Apresenta, também, as mudanças introduzidas nas últimas décadas. Trata de tradição, inovação e valorização da cultura e de seus modos de produzir tijolos, telhas, potes, panelas, bonecas, placas decorativas, entre outros. Em suas especificidades e simbolismo, os artefatos são portadores da identidade local e representam importante fonte de renda. Considera, também, os diálogos entre técnicas e artefatos e as interações entre artesãs e outros atores, entre esses, o designer.

Artigo:

Palavras-chave: artesanato, tradicional, cerâmica, design, interações.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/designpro-ped-00535

Referências bibliográficas
  • [1] BORGES, Adélia. Design + Artesanato: o caminho brasileiro. São Paulo: Editora Terceiro Nome, 201
  • [2] COELHO, L. A. L. Coelho (org.). Conceitos‐chave em Design. Rio de Janeiro: Ed. PUC ‐ Rio. Novas Idéias, 2008.
  • [3] FRIGOLA, D.R.I. Cerâmica: técnicas decorativas. Lisboa: Editorial estampa, 2002. LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 7.ed. São Paulo: Atlas, 2011. MORALES, F. S. Diseño y artesanía. In:BONSIEPE, G.; FERNÁNDEZ, S. (coord.) História del diseño en América Latina y el Caribe: Industrialización y comunicación visual para la autonomía. São Paulo: Editora Blücher. 2008.p 308‐322.
  • [4] MINAYO, Maria Cecília de Souza. O Desafio do conhecimento. 2.ed. São Paulo: Hucitec‐Abrasco, 1993.
  • [5] OOSTERBEEK,L.;REIS,M.G.O. Terra de preto em terras da santa: Itamatatiua e as suas dinâmicas quilombolas. Cad. Pesq., São Luís, v.19, n.01, jan. / abr. 2012. Disponível em: Andlt;http://www.pppg.ufma.br/cadernosdepesquisaAndgt;. Acesso em: 26 de março de 2014.
  • [6] PAIXAO, R. M. M. Reflexões sobre os quilombos e as mobilizações no Maranhão. In: MARTINS, C. C.; CANTANHÊDE FILHO, A.; GAIOSO, A. V.; ARAUJO, H. F. A. (org.).
  • [7] Insurreição de saberes: práticas de pesquisa em comunidades tradicionais. Interpretações do Maranhão. Manaus: Universidade do Estado do Amazonas ‐ UEA, 2011. p 53‐60.
  • [8] PEREIRA JÚNIOR, Davi. Tradição e identidade: a feitura de louça no processo de construção de identidade da comunidade de Itamatatiua – Alcântara maranhão. In: MARTINS, C. C.; CANTANHÊDE FILHO, A.; GAIOSO, A. V.; ARAUJO, H. F. A. (org.).
  • [9] Insurreição de saberes: práticas de pesquisa em comunidades tradicionais. Interpretações do Maranhão. Manaus: Universidade do Estado do Amazonas ‐ UEA, 2011. p 20‐52.
  • [10] NORONHA, R. G. Artesanato e consumo: comoditização da identidade étnica como estratégia territorial em Alcântara (MA). In: Reunião Brasileira de Antropologia, 2012, São Paulo. Anais da 280 Reunião Brasileira de Antropologia. São Paulo: ABA, 2012.
  • [11] SOUZA FILHO, B.; ANDRADE, M. P. Patrimônio Imaterial De Quilombolas – Limites Da Metodologia De Inventário De Referências Culturais. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 18, n. 38, p. 75‐99, jul./dez. 2012.
  • [12] PICHLERA, R. F.; MELLOB, C. I. O. Design e a Valorização da Identidade Local. Design e Tecnologia 04. Pgdesign. UFRGS. Disponível em: http://www.pgdesign.ufrgs.brAndgt;. Acesso em: 21 de abril de 2014.
Como citar:

Cestari, Glauba Alves Do Vale; Guimarães, Márcio J. Soares; Caracas, Luciana Bugarin; Santos, Denilson Moreira; "SABERES TRADICIONAIS E INTERAÇÕES NA PRODUÇÃO DE ARTEFATOS CERÂMICOS NA COMUNIDADE QUILOMBOLA DE ITAMATATIUA - MA", p. 2627-2638 . In: Anais do 11º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 1, n. 4]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/designpro-ped-00535

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações