dezembro 2014 vol. 1 num. 5 - II Congresso Brasileiro de Medicina Hospitalar

Resumo - Open Access.

Idioma principal

Relato de caso: Lúpus eritematoso induzido por Carbamazepina

Matos, R.P.; Moreira, R.M.; Vitorino, J.A.;

Resumo:

O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) é uma afecção autoimune do tecido conjuntivo com amplo espectro de características clínicas, além de significante morbidade e mortalidade. Estima-se que 10% dos casos sejam induzidos por medicações, tendo-se uma série de drogas que podem causar Lúpus Eritematoso fármaco-induzido (LEFI). Esta patologia é caracterizada por sintomas lúpus-like - após a exposição por pelo menos um mês a certas medicações - destacando-se artralgia, mialgias, febre e serosite. O FAN comumente é positivo, porém pode ser negativo. A positividade do anticorpo anti-histona também está relacionada ao LEFI. Neste relato, descreve-se o caso de um paciente do sexo masculino, 60 anos de idade, com início de Carbamazepina há dois anos. Há dois meses iniciou com fotossensibilidade e rash malar, além de aftas orais recorrentes. Há um mês, refere quadro de astenia e mialgia difusa, associado à rigidez matinal e edema de interfalangeanas bilateralmente. Há duas semanas, apresentou dor em hipocôndrio esquerdo e episódio isolado de febre baixa. Foi realizada radiografia de tórax evidenciando derrame pleural à esquerda, sendo encaminhado à internação hospitalar. Ausculta pulmonar com murmúrio reduzido em base pulmonar esquerda, restante do exame físico sem particularidades. Exames laboratoriais dentro dos limites da normalidade, exceto por aumento de Proteína-C reativa (PCR 59). Líquido pleural (LP) com 540 células e predomínio linfocítico (90%), com lactato desidrogenase (LDH) aumentada. Teste para bacilo ácido-álcool resistente (BAAR) e adenosina deaminase (ADA) no LP negativos. Tomografia computadorizada (TC) de tórax com pequeno derrame pleural à esquerda e discretos sinais de broncopatia, enquanto abdome dentro dos limites da normalidade. Pesquisas de anticorpos contra antígenos celulares (FAN), fator reumatóide, Anti-DNA e Anti-Smith (Anti-Sm) foram não reagentes. Apresentou anti-histona positivo em altos títulos. Recebeu alta estável e com resolução do derrame pleural, porém, antes deste resultado. Contudo, não retornou à consulta ambulatorial para seguimento, não sendo possível a suspensão do fármaco - o tratamento preconizado. Assim, mesmo sendo uma síndrome incomum, a possibilidade de LEFI deve ser sempre considerada devido à reversibilidade do quadro e a importância do diagnóstico precoce. Além disso, podemos notar que a falta de critérios diagnósticos padronizados continua sendo um desafio aos médicos na prática clínica.

Resumo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/medpro-II-cbmh-084

Referências bibliográficas
Como citar:

Matos, R.P.; Moreira, R.M.; Vitorino, J.A.; "Relato de caso: Lúpus eritematoso induzido por Carbamazepina", p. 86 . In: . São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/medpro-II-cbmh-084

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações