fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

PROSPECÇÃO DE SUBSTÂNCIAS BIOATIVAS EM POLPA DE GOIABA MICROENCAPSULADA

PORCU, O. M.; XAVIER, D.;

Artigo:

A goiaba é uma fruta largamente produzida no Brasil e rica em substâncias bioativas que podem reduzir o risco de deficiências nutricionais e doenças crônico degenerativas. Este estudo objetivou o desenvolvimento de um ingrediente funcional e a caracterização da retenção de bioativos na polpa de goiaba (cultivar Paluma) microencapsulada obtida por spray dryer. A produção do microencapsulado de polpa de goiaba (MG) utilizou dextrina como encapsulante. A concentração de fenólicos e flavonoides totais foi determinada e os resultados foram para (MG) 0,72 ± 0,03 mg GAE/g e 1,81 ± 0,04 mg quercetina/g, respectivamente. O teor de compostos fenólicos totais encontrado foi semelhante à estudos encontrados na literatura. A otimização do processo é necessária para maior retenção dos bioativos.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0434-25502-158666

Referências bibliográficas
  • [1] AZZOLINI, M.; JACOMINO, A. P.; BRON, I. U. Índices para avaliar qualidade pós-colheita de goiabas em diferentes estádios de maturação. Pesq. agropec. bras., Brasília, v. 39, n. 2, 2004.
  • [2] BRASIL. Instrução Normativa nº 01, de 07 de janeiro de 2000. Aprova o Regulamento Técnico Geral para fixação dos Padrões de Identidade e Qualidade para polpa de fruta. Ministério da agricultura e do abastecimento, Brasília, DF, 10 jan. 2000.
  • [3] FERNANDES, A. G. Alterações das características químicas e físico-químicas do suco de goiaba (Psidium guajava L.) durante o processamento. 2007. 86 f. Dissertação. (Mestrado em Tecnologia de Alimentos) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2007.
  • [4] FREIRE, J. M.; ABREU, C. M. P.; CORRÊA, A. D.; SIMÃO, A. A.; SANTOS, C. M. dos. Avaliação de compostos funcionais e atividade antioxidante em farinhas de polpa de goiabas. Rev. bras. frutic., Jaboticabal, v. 34, n. 3, 2012.
  • [5] HAIDA, K. S.; BARON, Â.; HAIDA, K. S.; FACI, D.; HASS, J.; SILVA, F. J. Compostos fenólicos totais e atividade antioxidante de duas variedades de goiaba e arruda. Rev. bras. ciênc. saúde, João Pessoa, n. 9, 2011.
  • [6] HOFFMANN-RIBANI, R.; RODRIGUEZ-AMAYA, D. B. Otimização de método para determinação de flavonóis e flavonas em frutas por cromatografia líquida de alta eficiência utilizando delineamento estatístico e análise de superfície de resposta. Quím. nova, São Paulo, v. 31, n. 6, 2008.
  • [7] HUBER, L. S.; RODRIGUEZ-AMAYA, D. B. Flavonóis e flavonas: fontes brasileiras e fatores que influenciam a composição em alimentos. Alim. nutr., Araraquara, v. 19, n. 1, 2008.
  • [8] Área temática: Engenharia e Tecnologia de Alimentos 6MCCOOK-RUSSELL, K. P.; NAIR, M. G.; FACEY, P. C.; BOWEN-FORBES, C. S. Nutritional and nutraceutical comparison of Jamaican Psidium cattleianum (strawberry guava) and Psidium guajava (common guava) fruits. Food chem., Barking, v. 134, n. 2, 2012.
  • [9] OLIVEIRA, D. S.; AQUINO, P. P.; RIBEIRO, S. M. R.; PROENÇA, R. P. C.; PINHEIRO-SANT’ANA, H. M. Vitamina C, carotenoides, fenólicos totais e atividade antioxidante de goiaba, manga e mamão procedente da Ceasa do Estado de Minas Gerais. Acta sci. agron., Maringá, v. 33, n. 1, 2011.
  • [10] PARK, Y. K.; KOO, M. H.; SATO, H. H.; CONTADO, J. L. Estudo de alguns componentes da própolis coletada por Apis mellifera no Brasil. Arq. biol. tecnol., v. 38, n.4, 1995.
  • [11] PEREIRA, A. C. S. Qualidade, compostos bioativos e atividade antioxidante total de frutas tropicais e cítricas produzidas no Ceará. 2009. 122 f. Dissertação. (Mestrado em Tecnologia de Alimentos) – Departamento de Tecnologia de Alimentos, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009.
  • [12] PRADO, A. Composição fenólica e atividade antioxidante de frutas tropicais. 2009. 107 f. Dissertação. (Mestrado em Ciências) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2009.
  • [13] SANTOS, A. B.; FÁVARO-TRINDADE, C. S.; GROSSO, C. R. F. Preparo e caracterização de microcápsulas de oleoresina de páprica obtidas por atomização. Ciênc. tecnol. aliment., Campinas, v. 25, 2005.
  • [14] SINGLETON, V. L.; ORTHOFER, R.; LAMUELA, R. M. Analysis of total phenols and other oxidation substrates and antioxidants by means of Folin-Ciocalteau reagent. Meth. Enzymol., v. 299, 1999.
  • [15] SUAVE, J.; DALL’AGNOL, E. C.; PEZZIN, A. P. T.; SILVA, D. A. K.; MEIER, M. M.; SOLDI, V. Microencapsulação: Inovação em diferentes áreas. Saúde amb., Joinville, v. 7, n. 2, 2006.
  • [16] TASCA, A. P. W. Efeito do processamento industrial para obtenção de goiabada sobre os compostos antioxidantes e cor. 2007. 121 f. Dissertação. (Mestrado em Ciência de Alimentos) – Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Araraquara, 2007.
  • [17] THAIPONG, K.; BOONPRAKOB, U.; CROSBY, K.; CISNEROS-ZEVALLOS, L.; BYRNE, D. H. Comparison of ABTS, DPPH, FRAP, and ORAC assays for estimating antioxidant activity from guava fruit extracts. J. food compos. anal., San Diego, v. 19, 2006.
Como citar:

PORCU, O. M.; XAVIER, D.; "PROSPECÇÃO DE SUBSTÂNCIAS BIOATIVAS EM POLPA DE GOIABA MICROENCAPSULADA", p. 3489-3495 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0434-25502-158666

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações