Resumo - Open Access.

Idioma principal

Programa de Cuidados Especiais ao Óbito

Siqueira, Meire do Caemo; Cotrim, Ana Moreira; Noia, Ruth Vivaldo; Rodriguez, Lórgio Henrique Dias; Afonso, Carmem Andréa;

Resumo:

Introdução a morte representa, em nossa cultura, uma dor emocional intensa, um sofrimento que geralmente causa descontrole emocional diante da separação e significado de derrota frente à doença. a família, geralmente, cultiva o sentimento de esperança durante todo o tratamento, sentindo-se revoltada e indignada por não aceitar a evolução e o processo de finitude de seu ente querido, abalando internamente a estrutura familiar. o Programa surgiu frente à necessidade dos familiares e pacientes descompensados emocionalmente, sem conseguir manter o controle emocional e, portanto, sem condições psíquicas para receberem as orientações formais; além da demanda de casos graves que geram um fluxo intenso de perdas e lutos vividos na Instituição. Entretanto, para que o programa possa cumprir-se em sua plenitude, contamos com a equipe multiprofissional: equipe médica, de enfermagem e o serviço social. Juntos com o Serviço de Psicologia Hospitalar, oferecemos aos pacientes e familiares, acolhimento, segurança e conforto em um momento de desorganização emocional e psicológica. Objetivos Proporcionar suporte emocional, afetivo e psíquico em situações de crise, frente ao fechamento do ciclo da doença, minimizando manifestações psíquicas e comportamentais que possam mobilizar dificuldades durante o processo de luto, tais como: ansiedade, angústia, insegurança, negação, hostilidade, desamparo, estresse psico-orgânico, medos reais e fantasmáticos, entre outras. Auxiliar familiares e oferecer suporte para elaboração do luto antecipatório, garantindo informações seguras durante o processo de adoecimento, esclarecendo dúvidas e fornecendo informações atuais sobre a doença, para que pacientes e familiares possam se organizar social e emocionalmente. É realizado atendimento individual ou em grupo com a equipe multi do aviso de grave ao óbito, promovendo suporte psicológico e orientações formais sobre sepultamento, translado do corpo, documentação e outras dúvidas por meio do Serviço Social. Métodos Através do atendimento psicológico imediato e eficiente da psicoterapia breve, em modelo de ligação, oferecemos suporte emocional e orientação psicológica aos pacientes e familiares, visando minimizar o sofrimento psíquico causado pelo processo de adoecimento, tratamento e terminalidade. Contando com a equipe multiprofissional, promovemos humanização e excelência nos atendimentos em pré e pós-óbitos, favorecendo a relação: equipe de saúde paciente família instituição. Resultados em 2013 ocorreram 2.286 óbitos na Instituição, com média mensal de 190 óbitos, nesses, 3.561 atendimentos foram realizados pela equipe de psicologia, em certos casos a família foi acolhida mais de uma vez no Programa de Cuidados Especiais ao Óbito. Conclusão o Programa propõe garantir tratamento humanizado, acolhimento e apoio aos familiares e pacientes em todo o processo de finitude, minimizando em todos os aspectos a dor da “partida”.

Resumo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/medpro-cihhs-10785

Referências bibliográficas
Como citar:

Siqueira, Meire do Caemo; Cotrim, Ana Moreira; Noia, Ruth Vivaldo; Rodriguez, Lórgio Henrique Dias; Afonso, Carmem Andréa; "Programa de Cuidados Especiais ao Óbito", p. 342 . In: Anais do Congresso Internacional de Humanidades & Humanização em Saúde [= Blucher Medical Proceedings, vol.1, num.2]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/medpro-cihhs-10785

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações