dezembro 2014 vol. 1 num. 1 - X Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

PRODUÇÃO DE ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO POR HIDRÓLISE ENZIMÁTICA DE BAGAÇO DE CANA TRATADO COM VAPOR A ALTA PRESSÃO

NERY, M. C.; COSTA, H. C. B.; COUTINHO FILHO, U.; CARDOSO, V. L.;

Artigo:

A cana-de-açúcar é extensivamente utilizada como matéria-prima para produção de etanol no Brasil, gerando grandes quantidades de bagaço como resíduo. Na maioria das vezes, este bagaço é queimado nas caldeiras das próprias usinas sucro-alcooleiras para fornecer energia ao processo. No entanto, diversos estudos nos últimos anos têm apontado este resíduo como potencial matéria-prima para produção de etanol de segunda geração. Neste presente trabalho, bagaço de cana previamente tratado com vapor a alta pressão foi utilizado como substrato para fermentação alcoólica por Saccharomyces cerevisae. Primeiramente, avaliou-se a produção de etanol por hidrólise por dois tratamentos utilizando diferentes complexos enzimáticos. A hidrólise foi realizada de duas maneiras: anteriormente à fermentação e simultaneamente à esta. A maior produção de etanol foi obtida para o complexo NS 50012 com a fermentação realizada posteriormente à hidrólise. A partir destes resultados, foram feitos testes utilizando o complexo NS 50012 e variando o pH e a temperatura da hidrólise feita anteriormente à fermentação. Os melhores resultados foram obtidos em uma faixa de pH entre 3,5 e 5 e a uma temperatura entre 45 e 70ºC.

Artigo:

Palavras-chave: álcool etílico, celulase, celulose.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/chemeng-cobec-ic-07-eb-125

Referências bibliográficas
  • [1] ANDRADE, R. R., MAUGERI FILHO, F., MACIEL FILHO, R., COSTA, A. C. (2013), “Kinetics of ethanol production from sugarcane bagasse enzymatic hydrolysate concentrated with molasses under cell recycle.” Bioresource Technology, v. 130, p. 351-359.
  • [2] CANILHA, L., CHANDEL, A. K., MILESSI, T. S. S., ANTUNES, F. A. F., FREITAS, W. L. C., FELIPE, M. G. A., SILVA, S. S. (2012), “Bioconversion of Sugarcane Biomass into Ethanol: An Overview about Composition, Pretreatment Methods, Detoxification of Hydrolysates, Enzymatic Saccharification,and Ethanol Fermentation.” Journal of Biomedicine and Biotechnology, v. 2012, p. 1-15.
  • [3] FISCHER, J., LOPES, V. S., GALVÃO, C. M. A., TEODORO, J. C., COUTINHO FILHO, U., CARDOSO, V. L. (2013), “Utilization of Cheese Whey and Cellulosic Biomass for Production of Ethanol by Selected Fungi Strain from Brazilian Savanas.” Chemical Engineering Transactions, v. 32, p. 1075-1080.
  • [4] JACKOWETZ, J. N., DIERSCHKE, S., ORDUÑA, R. M. (2011), “Multifactorial analysis of acetaldehyde kinetic during alcoholic fermentation by Saccharomyces cerevisiae.” Food Research International, v. 44, p. 310-316.
  • [5] KOHLHEPP, G. (2010), “Análise da situação da produção de etanol e biodiesel no Brasil.” Estudos Avançados, v. 24, No. 68, p. 223-253.
  • [6] LEITE, I. R., FARIA, J. R., MARQUEZ, L. D. S., REIS, M. H. M., RESENDE, M. M., RIBEIRO, E. J., CARDOSO, V. L. (2013), “Evaluation of hop extract as a natural antibacterial agent in contaminated fuel ethanol fermentations.” Fuel Processing Technology, v. 106, p. 611-618.
  • [7] MESA, L., GONZÁLEZ, E., ROMERO, I., RUIZ, E., CARA, C., CASTRO, E. (2011), “Comparison of process configurations for ethanol production from two-step pretreated sugarcane bagasse.” Chemical Engineering Journal, v. 175, p. 185-191.
  • [8] ROMÃO, B. B., SILVA, F. B., RESENDE, M. M., CARDOSO, V. L. (2012), “Ethanol Production from Hydrolyzed Soybean Molasses.” Energy and Fuels, v. 26, p. 2310-2316.
  • [9] UM, B., WALSUM, P. (2010), “Evaluation of Enzyme Mixtures in Releasing Fermentable Sugars from Pre-pulping Extracts of Mixed Northeast Hardwoods.” Applied Biochemistry and Biotechnology, v. 161, Issue 1-8, p. 432-447.
Como citar:

NERY, M. C.; COSTA, H. C. B.; COUTINHO FILHO, U.; CARDOSO, V. L.; "PRODUÇÃO DE ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO POR HIDRÓLISE ENZIMÁTICA DE BAGAÇO DE CANA TRATADO COM VAPOR A ALTA PRESSÃO", p. 666-669 . In: . São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobec-ic-07-eb-125

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações