fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

PRODUÇÃO DE BIODIESEL METÍLICO DE ÓLEO DE CATOLÉ POR TRANSESTERIFICAÇÃO ALCALINA

SILVA, S. P. da; SOUZA, P. H. de; MELO, V. N.; SILVA, A. C. P. F. da; SCHULER, A. R. P.;

Artigo:

No semi-árido brasileiro, várias oleaginosas têm sido utilizadas para a obtenção de óleos vegetais, dentre as diversas espécies que formam a flora da Caatinga, o Catolé, Syagrus cearensis. Foram feitas análises de teor de ésteres por cromatografia gasosa em 300 mL de gordura obtida de dois quilos da amêndoa. Na fase de transesterificação observou-se que o biodiesel apresentou coloração límpida, apresentou um índice de acidez de 1,23±0,02 mg de KOH/g; um percentual de ácidos graxos livres de 0,86 ± 0,02 % e uma viscosidade cinemática de 30,76 ± 1,17 mm²/s. Foram observados dez tipos de ésteres no biodiesel de catolé (C8; C10; C12; C14; C16; C18:0; C18:1; C18:2 e, C18:3), em maior percentual o 18:2, 18:1 e o 16:0, os quais dão melhor qualidade ao biodiesel, com pureza real de aproximadamente 70%. As análises classificaram o biodiesel de óleo de catolé como mais uma matéria prima disponível no sertão Nordestino - PE para a produção de biodiesel.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1983-16553-117101

Referências bibliográficas
  • [1] CADENOS NAE. Núcleo de Altos Estudos da Presidência da República – n° 2. Núcleo de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Secretaria de Comunicação de Governo e Gestão Estratégica. Brasília, 2005. Disponível em: Andlt;http://www.ambiente.sp.gov.br/wpcontent/uploads/publicacoes/etanol/NAEBiocombustiveis.pdfAndgt;. Acesso em: 15 jul. 2013.
  • [2] FARIAS, E. C. et al. Caracterização da Amêndoa do Coco Catolé. In: CONNEPI: Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação, 7., 2012, Palmas. Anais eletrônicos... Palmas, 2012 Disponível em: Andlt;http://propi.ifto.edu.br/ocs/index.php/connepi/vii/schedConf/presentations?searchField=Andamp;searchMatch=Andamp;search=Andamp;track=57Andgt;. Acesso em: 02 jul 2013.
  • [3] FERRARI, A. R.; OLIVEIRA, V. S.; SEABIO, A. Biodiesel de Soja – Taxa de Conversão em Ésteres Etílicos, Caracterização Físico-química e Consumo em Gerador de Energia. Química Nova. Vol.28, n° 1, p. 19 - 23, 2005. Disponível em: Andlt;http://www.scielo.br/pdf/qn/v28n1/23031.pdf Andgt;. Acesso em: 30jul 201
  • [4] LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa: Ed. Platarum, 1992. 287 p. HARTMAN, L., LAGO, R.C. A . Rapid preparation of fatty acid methyl ester from lipids. Londres : Lab. Pract., v. 22, p. 475-476, 1973.
  • [5] KNOTHE, G. et al. Manual de Biodiesel, ed. 1. Editora Edgard Blücher: São Paulo, 2006.
  • [6] KNOTHE G. Designer” Biodiesel: Optimizing Fatty Ester Composition to Improve Fuel Properties. Energy Andamp; Fuels, 22, 1358–1364. 2008.
  • [7] MELO, M.A.M.F., Avaliação das Propriedades de Óleos Vegetais visando a Produção de Biodiesel. João Pessoa, 2010. 118 p. Dissertação (Mestrado em Química). Centro de Ciências Exatas e da Natureza, Universidade Federal da Paraíba, 2010. Disponível em: Andlt;http://www.quimica.ufpb.br/posgrad/dissertacoes/Dissertacao_Maria_Andrea_Mendes_Formiga_Melo.pdf Andgt;. Acesso em: 29 jun. 2013.
  • [8] ROSA, J.; JESUS, D.; DUARTE, F.; LIMA, A.; PEREIRA, V. Otimização e validação de estratégias analíticas para avaliação do teor do leite de coco do catolé. Disponível em:Andlt; http://connepi.ifal.edu.br/ocs/index.php/connepi/CONNEPI2010/paper/viewFile/81/124 Andgt; Acessado em: 27/02/2012.
  • [9] SUAREZ, P. A. Z. et al. Transformação de Triglicerídeos em Combustíveis, Materiais Poliméricos e Insumos Químicos: algumas aplicações da catálise na oleoquímica. Química Nova, Vol. 30, n° 3, p.667-676, 2007. Disponível em: Andlt; http://www.scielo.br/pdf/qn/v30n3/27.pdf Andgt;. Acesso em: 30 jul. 2013.
Como citar:

SILVA, S. P. da; SOUZA, P. H. de; MELO, V. N.; SILVA, A. C. P. F. da; SCHULER, A. R. P.; "PRODUÇÃO DE BIODIESEL METÍLICO DE ÓLEO DE CATOLÉ POR TRANSESTERIFICAÇÃO ALCALINA", p. 2747-2754 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1983-16553-117101

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações