dezembro 2014 vol. 1 num. 5 - II Congresso Brasileiro de Medicina Hospitalar

Resumo - Open Access.

Idioma principal

Prevalência De Uso De Antidepressivos E Benzodoazepínicos Em Uma Estratégia De Saúde E Da Família Em Santa Cruz Do Sul - RS

Vieira, A.R.; Borges, D.T.; Pouey, R.C.;

Resumo:

Atualmente, pode ser observado um aumento no número de pessoas que utilizam antidepressivos e benzodoazepínicos. Apesar dessas classes medicamentosas trazerem benefícios aos pacientes quando utilizadas corretamente, quando utilizadas de forma indevida podem acarretar em graves consequências. Método: O presente estudo foi realizado pela análise retrospectiva dos prontuários dos pacientes da Estratégia de Saúde e da Família (ESF) Pedreira da cidade de Santa Cruz do Sul - RS, buscando a prevalência do uso de antidepressivos e benzodoazepínicos. Resultados: Dos 3599 prontuários analisados, foi encontrado uma prevalência de 5,5% de uso dessas classes farmacológicas, sendo a Flouxetina o mais utilizado. O medicamento com a menor incidência foi o Alprazolam. O perfil encontrado de pacientes usuários desse medicamento foi pacientes do sexo feminino, na faixa etária de 50-60 anos. Conclusão: Os dados encontrados durante esse estudo são equivalentes com os dados já relatados em outros estudos encontrados na literatura. É de suma importância que esses pacientes recebam um acompanhamento médico adequado tendo por finalidade evitar seus efeitos colaterais e possam ter uma melhor qualidade de vida.

Resumo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/medpro-II-cbmh-033

Referências bibliográficas
Como citar:

Vieira, A.R.; Borges, D.T.; Pouey, R.C.; "Prevalência De Uso De Antidepressivos E Benzodoazepínicos Em Uma Estratégia De Saúde E Da Família Em Santa Cruz Do Sul - RS", p. 40 . In: . São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/medpro-II-cbmh-033

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações