Artigo - Open Access.

Idioma principal

POESIA VISUAL E DESIGN GRÁFICO: CONEXÕES

Rezende, Amanda Tharen Marcondes; Domiciano, Cassia Carrara;

Artigo:

Resumo: Este artigo apresenta o resultado de pesquisa onde foi realizado um levantamento histórico e uma breve análise dos contextos, relações e configurações da poesia visual através dos tempos, além de apresentar algumas tendências contemporâneas sobre o tema. Para isto, foi feito um levantamento bibliográfico, além da busca de informações, dados, imagens, trabalhos, enfim, textos diversos (verbais e visuais) sobre o tema, de modo a obter um resumo histórico crítico e acessível aos interessados. As relações entre a poesia visual e o design foram evidenciadas a fim de possibilitar a produção de textos verbais e visuais e a publicação dos conteúdos pesquisados. Ao final, materiais visuais, um livro impresso e um blog foram criados para possibilitar o registro e a divulgação da pesquisa.

Artigo:

Palavras-chave: design gráfico, tipografia, design editorial, poesia visual.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/designpro-ped-01070

Referências bibliográficas
  • [1] ACADEMY OF AMERICAN POETS. E. E. Cummings. Disponível na internet por http em: Andlt; http://www.poets.org/poet.php/prmPID/156Andgt;. Acesso em 24 abr. 2014.
  • [2] AMARAL, Rui. Ruptura: documentação e história - Contexto de época. Disponível em: Andlt;http://www.artbr.com.br/casa/Andgt;. Acesso em 24 abr. 2014.
  • [3] ANTONIO, Jorge Luiz. Poesia eletrônica: negociações com os processos digitais. 2005. Tese (doutorado) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Disponível na internet por http em: Andlt;http://www.cronopios.com.br/poesia_eletronica.pdfAndgt; Acesso em 28 abr. 2014.
  • [4] CAETANO, Mariana Eller. A Escrita Icônica: design gráfico, poesia visual e seus entrelaçamentos. 2008. Pós-graduação em artes (mestrado) – Universidade Estadual Paulista, Instituto de Artes.
  • [5] CAMPOS, Lílian. Poesia Visual: de Apollinaire aos concretistas. Publicado em coluna Especial para a Página 3 Pedagogia Andamp; Comunicação. Website UOL Educação. Disponível na internet por http em: Andlt;http://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugue s/poesia- visual-de-apollinaire-aos-concretistas.htmAndgt; Acesso em 28 abr. 2014.
  • [6] CAMPOS, Augusto de; PIGNATARI, Décio; CAMPOS, Haroldo de. Teoria da Poesia Concreta: textos críticos e manifestos – 1950-1960. São Paulo: Duas Cidades, 1975.
  • [7] JORGE, Alana Giro et al. O dadaísmo como inspiração estética. Revista Metáforas, n. 14, p. 1-17, 2010. Disponível na internet por http em: Andlt;http://citrus.uspnet.usp.br/ estetica/index.php/anteriores/83-revista-6/34-2011-2-art2Andgt; Acesso em 28 abr. 2014.
  • [8] LUPTON, Ellen; PHILLIPS, Jennifer Cole. Novos Fundamentos do design. São Paulo: Cosac Naify, 200
  • [9] MANIFESTO NEOCONCRETO. Jornal do Brasil, suplemento dominical de abertura da 1ª Exposição de Arte Neoconcreta, MAM/RJ, 195
  • [10] MEGGS, P. B. História do Design Gráfico. São Paulo: Cosac Naify, 2009.
  • [11] MIRANDA, Antonio. Poesia visual brasileira na internet: uma pesquisa em andamento. In: INSTITUTO DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. VIII Congresso Internacional de Humanidades, 21 out. 2005.
  • [12] MÜLLER, Adalberto; DOMINGUES, Mário. Olho da letra: EE Cummings, o caligrama, a máquina de escrever e o cinema. Revista Caligrama. Revista de Estudos e Pesquisas em Linguagem e Mídia 1, no. 3, (2005). Disponível na internet por http em: Andlt;r e v i st a s .u s p .b r/ c a l i gr am a / ar t i c l e/ v i e w / 5 66 82 Andgt; Acesso em: 28 abr. 2014.
  • [13] SCHENBERG, Mario. Concretismo e Neoconcretismo: Artigos de Mario Schenberg. 1977. Disponível na internet por http em: Andlt;http://www.eca.usp.br/nucleos/cms/index.php?option=com_contentAndamp;view=articleAndamp;id=100:concretismo-e-neoconcretismo-Andamp;catid=17:artigos-de-marioshenbergAndamp;Itemid=15Andgt; Acesso em 18 dez. 20
  • [14] SECCHIN, Antonio Carlos. Caminhos recentes da poesia brasileira. Iberoromania, v. 1991, n. 34, p. 55-69, 1991.
  • [15] SOUZA, Pedro Luiz Pereira de. O que foi a Bauhaus? In: Souza, Thaís. Website Mundo Estranho. Disponível na internet por http em: Andlt;http://mundoestranho.abril.com.br/ materia/o-que-foi-a-bauhausAndgt; Acesso em 19 mai. 2013.
  • [16] TEIXEIRA, A. A linguagem visual na poesia concreta. 1997. Relatório final (graduação) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”.
  • [17] KHOURI, Omar. Noigandres e Invenção: revistas porta-vozes da Poesia Concreta. FACOM - nº 16 - 2º semestre de 2006. Disponível na internet por http em: Andlt;http://www.faap.br/revista_faap/revista_facom/facom_16/omar.pdfAndgt; Acesso em 24 abr. 2014.
  • [18] KHOURI, Omar. Entrevista [mensagem pessoal]. Mensagem recebida por Andlt; [email protected] Andgt; em 29 ago. 2013.
  • [19] WATANABE, E. Vozes das formas na poesia concreta do Grupo Noigandres. 2009. Pós-graduação em Artes Visuais (mestrado) – Universidade Estadual Paulista, do Instituto de Artes.
Como citar:

Rezende, Amanda Tharen Marcondes; Domiciano, Cassia Carrara; "POESIA VISUAL E DESIGN GRÁFICO: CONEXÕES", p. 862-874 . In: Anais do 11º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 1, n. 4]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/designpro-ped-01070

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações