Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

Poemas grafados na cidade: espaços possíveisnaobra do Coletivo Transverso

Freitas, Larissa Alberti Ramos de;

Artigo Completo:

O presente trabalho procura investigar o lugar da poesia na paisagem urbana a partir da análise de poemas de rua construídos pelo Coletivo Transverso. Formado pelo poeta Cauê Novaes, pela poetiza e atriz Patrícia Del Rey e pela artista plástica Patrícia Bagniewski, o Coletivo atua desde 2011 em grandes cidades brasileiras pesquisando e desenvolvendo intervenções urbanas com a palavra, utilizando técnicas de stencil, grafite e sticker com a finalidade de refletir sobre as múltiplas possibilidades de socialização e construção de identidade das cidades contemporâneas. Esse estudo analisa trabalhos do coletivo com a palavra poética no intuito de identificar as características do poema quando posto em contato com o ambiente urbano. Busca-se refletir também a respeito da função lúdica da linguagem poética diante dos espaços da racionalidade técnica que compõem o horizonte das cidades contemporâneas, ao se considerar a função poética como propulsora de pinturas de novas cidades, cidades estas permeadas pelo afeto, pela troca de experiências e pelo encontro.

Artigo Completo:

Palavras-chave: cidade, poesia, arte urbana, literatura, racionalidade técnica, espaço,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/phypro-intermidialidade2014-013

Referências bibliográficas
  • [1] Benjamin,W.(1995). Charles Baudelaire:um lírico no auge do capitalismo. Tradução [de] José Carlos Martins Baptista et al.São Paulo, SP: Brasiliense.
  • [2] Bourriaud,N. (2009)Estética relacional. Tradução [de] Denise Bottmann. São Paulo, SP: Martins Fontes.
  • [3] Calvino,I. (1990). As cidades invisíveis. Tradução [de] Diogo Mainardi. São Paulo, SP: Companhia das Letras.
  • [4] Coletivo Transverso. (2014, fevereiro 20) Disponível na página: https://www.facebook.com/coletivotransverso?fref=ts.
  • [5] Hardt, M. Andamp; Negri,A. (2004)Multidão: guerra e democracia na era do império. Tradução [de] Clóvis Marques. Rio de Janeiro, RJ: Record.
  • [6] Huizinga,J.(1999).Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. 4.ed. São Paulo, SP: Perspectiva.
  • [7] Paz,O. (1976). Signos em Rotação. 2. ed. São Paulo, SP: Perspectiva.
  • [8] Pelbart, P. (2003) Poder sobre a vida, potências da vida. In: Vida capital:Ensaios de biopolítica. São Paulo, SP: Iluminuras.
  • [9] Poro, Grupo.(2013, Janeiro – Junho). Manifesto por uma cidade lúdica e coletiva, por uma arte pública, criativa e poética. Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, v.20, n.I, p.I-357, 78-8
  • [10] Santos,M. (2002).A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. 4. ed. São Paulo, SP: EDUSP.
Como citar:

Freitas, Larissa Alberti Ramos de; "Poemas grafados na cidade: espaços possíveisnaobra do Coletivo Transverso", p. 163-176 . In: Aguiar, Daniella; Queiroz, João (Eds.). Anais do 1º Congresso Internacional de Intermidialidade 2014 [=Blucher Arts Proceedings, v.1 n.1]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2447-3332, DOI 10.5151/phypro-intermidialidade2014-013

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações