Resumo - Open Access.

Idioma principal

Pesquisa São Paulo: Sociologia, cinema e memória

JOSÉ FILHO, Fernando;

Resumo:

O texto a ser apresentado consiste em um pequeno recorte do desenvolvimento e resultados da pesquisa São Paulo: Sociologia, cinema e memória. Em seu terceiro ano de financiamento (PIBIC) da UNIFESP na modalidade Ações Afirmativas, 2010-2012, esta pesquisa conseguiu atingir alguns objetivos em relação àquilo que ela pretendia evidenciar dentro do campo das ciências humanas, especialmente os estudos sobre ciências sociais e cinema. A pesquisa analisou três filmes que tiveram a cidade São Paulo como “cenário” privilegiado das filmagens: o documentário São Paulo, sinfonia da Metrópole (São Paulo, sinfonia da Metrópole, Adalberto Kemeny e Rodolfo Rex Lusting, 1929) e as ficções Simão, o caolho (Simão, o caolho, Alberto Cavalcante, 1955) e São Paulo S.A (São Paulo S.A, Luiz Sérgio Person, 1965). A partir da análise de cenas destas obras procurou se discutir a relação memória, cidade e cinema.

Resumo:

Palavras-chave: cinema, memória, cidades, São Paulo,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/socsci-secunifesp-010

Referências bibliográficas
  • [1] ANDREW, Dudley J. As principais teorias do cinema. Uma introdução. Trad. Teresa Ottoni. Rio de Janeiro: Zahar, 1989.
  • [2] AUMONT, Jacques. A imagem. Campinas: Papirus Editora, 1993. 16ª edição.
  • [3] BENJAMIN, Walter. (1980) A obra de arte na época de suas técnicas de reprodução.In: Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, p. 3 - 28.
  • [4] CARONE, Edgard. A evolução industrial de São Paulo (1889-1930). São Paulo: Editora Senac, 2001.
  • [5] CATANI, Afrânio M. “Segunda fase: o buraco n’água”. In A Sombra da outra (um estudo sobre a cinematografia Maristela e o cinema industrial paulista dos anos 50). Dissertação de Mestrado. FFLCH-USP: São Paulo, 1983. p. 599.
  • [6] CHARNEY, Léo;SCHWARTZ, Vanessa (org).O cinema e a invenção da vida moderna. São Paulo: Cosac Naif, 2001.
  • [7] GALVÃO, Maria Rita Elieser. Crônica do Cinema Paulistano. São Paulo: Ática, 1975.
  • [8] GIDDENS, Anthony.A transformação da intimidade: sexualidade, amor e erotismo nas sociedades modernas. Trad: Magda Lopes. São Paulo: Editora Unesp, 1992.
  • [9] HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva.Trad: Beatriz Sidou. São Paulo: Editora Centauro, 2004
  • [10] KRACAUER, Siegfried.O ornamento da massa. Trad: Carlos Eduardo J. Machado, Marlene Holzhausen. São Paulo: Cosac Naif, 2009.
  • [11] LABAKI, Amir. Introdução ao documentário brasileiro. São Paulo: Francis, 2006.
  • [12] MACHADO JR., Rubens L. R. São Paulo em movimento. A representação cinematográfica da metrópole nos anos 20. Dissertação de mestrado. ECA-USP, 1989, 160p.
  • [13] MORAIS DA COSTA, Fernando. O som no cinema brasileiro. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2008.
  • [14] MORETTIN, Eduardo Victório. Dimensões históricas do documento brasileiro no período silencioso. Revista Brasileira de História. São Paulo, v.45, nº49 p.125-152-2005.
  • [15] NAZARIO, Luiz (org). A cidade imaginária. São Paulo: Perspectiva, 2005.
  • [16] PAIVA, Samuel; SCHVARZMAR, Sheila (org). Viagem ao cinema silencioso no Brasil. Rio de Janeiro: Editorial Beco do Azougue, 2011.
  • [17] RAGO, Margareth. A invenção do cotidiano na metrópole: sociabilidade e lazer em São Paulo, 1900-1950. PORTA, PAULA (org). Historia da Cidade de São Paulo: a cidade a primeira metade do Século XX. São Paulo: Paz e Terra, 2004. P. 387-453
  • [18] ROVAI, Mauro Luiz. (2005) Imagem, tempo e movimento. Os Afetos “Alegres” no filme O Triunfo da Vontade, de Leni Riefenstahl.São Paulo: Humanitas/FAPESP.
  • [19] SIMMEL, Georg. (1998) O dinheiro na cultura moderna. In: Jessé Souza e B. Oëlz (orgs), Simmel e a Modernidade. Brasília: Editora UNB, pp. 109 a 117.
  • [20] SIMMEL, Georg. (1983). O estrangeiro. In: Evaristo de Moraes Filho (org.), Simmel – Sociologia. São Paulo: Ática. Coleção Grandes Cientistas Sociais, vol. 34. p.182-188.
  • [21] WEBER, Max. (1986). A ''objetividade'' do conhecimento nas Ciências Sociais. In: Coleção Grandes Cientistas Sociais: Max Weber. São Paulo: Ática, v.13, pp. 79 – 127 e 128 - 41.
  • [22] Berlim, sinfonia de uma metrópole– 1927. Dir. Walter Ruttmann. Alemanha. PAndamp;B, 65 min. Título original: Berlin: Die Sinfonie der Grosstadt.
  • [23] O homem com a câmera– 1929. Dir. DzigaVertov. (ex)União Soviética. PAndamp;B, 68 min. Título original: Chelovek s kino-apparatom.
  • [24] Rien que les heures – 1926. Dir. Alberto Cavalcanti. França. PAndamp;B, 45 min.
  • [25] São Paulo, a symphonia da metrópole. Dir. Adalberto Kemeny e Rodolfo RexLustig. Brasil, PAndamp;B, 90 min.
  • [26] São Paulo S/A – 1965. Dir. Luis Sérgio Person. Brasil, PAndamp;B, 111 min.
  • [27] Simão, o Caolho – 1952. Dir. Alberto Cavalvanti. Brasil, PAndamp;B, 93 min.
Como citar:

JOSÉ FILHO, Fernando; "Pesquisa São Paulo: Sociologia, cinema e memória", p. 40-48 . In: Anais do VII Semana de Ciências Sociais UNIFESP - (des)Identidade Nacional [=Blucher Social Science Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-2990, DOI 10.5151/socsci-secunifesp-010

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações