Abstract - Open Access.

Idioma principal

Pesquisa da Resistência Antimicrobiana de Escherichia Coli Patogênica Extraintestinal (Expec) em Adubo Orgânico de Origem Aviária da Região de Londrina-Pr

Pesquisa da Resistência Antimicrobiana de Escherichia Coli Patogênica Extraintestinal (Expec) em Adubo Orgânico de Origem Aviária da Região de Londrina-Pr

Gazal, Luis Eduardo de Souza; Puño-Sarmiento, Juan Josue; Medeiros, Leonardo Pinto; Koga, Vanessa Lumi; Kobayashi, Renata Katsuko Takayama; Nakazato, Gerson;

Abstract:

A indústria avícola no Brasil é um dos setores que mais cresceram nos últimos anos, atingindo o terceiro lugar no ranking de produção mundial. Como resultado dessa massiva produção, uma grande quantidade de resíduos, como a cama de frango, são gerados todos os anos. Em virtude da quantidade de resíduos gerados na produção avícola, uma alternativa encontrada para o seu aproveitamento é sua utilização como adubo orgânico em plantações, como a de hortaliças. Entretanto, para que esse resíduo seja utilizado como adubo orgânico, este deve passar por um processo de compostagem para eliminar possíveis contaminantes biológicos, como bactérias patogênicas. Escherichia coli é um bacilo Gram-negativo que é encontrado na microbiota intestinal humana e de outros animais de sangue quente. Esta bactéria além de causar doenças intestinais como diarreias, pode causar doenças extraintestinais como septicemia, meningite e infecções urinárias e portanto são denominadas E. coli patogênica extraintestinais (ExPEC). É de conhecimento que na avicultura muitos antimicrobianos são utilizados como promotores de crescimento em frangos, além de servir como medida profilática. A transferência de genes de resistência para bactérias da microbiota intestinal humana é hoje uma das maiores preocupações da saúde pública mundial. Dessa forma, o presente trabalho teve como objetivo isolar ExPEC de adubo orgânico de origem aviária e investigar a presença de resistência aos antimicrobianos. Amostras de adubo orgânico foram coletados em aviários e hortas da região de Londrina-PR, e imediatamente semeados em meio seletivo-diferencial ágar MacConkey para isolamento e posterior identificação de E. coli através de provas bioquímicas para enterobactérias. Após a identificação, as amostras foram testadas para diversas classes de antimicrobianos, como Andamp;#946;-lactâmicos, aminoglicosídeos, tetraciclinas, macrolídeos, polipeptídeos, quinolonas e outros, pelo método de disco difusão em ágar. Foram isoladas 64 colônias de E. coli e todas foram testadas para 17 antimicrobianos. Das 64 colônias 53 eram resistentes a pelo menos um antimicrobiano, sendo as maiores resistências relacionadas à Amoxicilina (66%), Ampicilina (49%), Tetraciclina (43%), Ácido Nalidíxico (43%) e Estreptomicina (30%). Todas as amostras foram sensíveis à Cloranfenicol, Enrofloxacina, Norfloxacina, Ciprofloxacina e Cefotaxima. Mesmo que não elevado, a presença de amostras resistentes a antimicrobianos nos alertam sobre o possível uso indiscriminado destes na avicultura, o que pode acarretar em seleção de cepas cada vez mais resistentes.

Abstract:

Palavras-chave: ExPEC, antimicrobianos, resistência, adubo orgânico,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/foodsci-microal-336

Referências bibliográficas
Como citar:

Gazal, Luis Eduardo de Souza; Puño-Sarmiento, Juan Josue; Medeiros, Leonardo Pinto; Koga, Vanessa Lumi; Kobayashi, Renata Katsuko Takayama; Nakazato, Gerson; "Pesquisa da Resistência Antimicrobiana de Escherichia Coli Patogênica Extraintestinal (Expec) em Adubo Orgânico de Origem Aviária da Região de Londrina-Pr", p. 131-132 . In: Proceedings of the XII Latin American Congress on Food Microbiology and Hygiene [=Blucher Food Science Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-201X, DOI 10.5151/foodsci-microal-336

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações