Artigo - Open Access.

Idioma principal

Os pensamentos díspares de Wagner e Nietzsche acerca da música

Peterlevitz, Mayra Rafaela Closs Bragotto Barros;

Artigo:

Richard Wagner é um nome recorrente nas obras de Friedrich Nietzsche, d’O Nascimento da Tragédia a O Caso Wagner, variando o tom das referências feitas ao compositor dos elogios esperançosos às críticas mordazes. A mudança na avaliação que o filósofo faz do compositor se evidencia após a ruptura na relação amistosa que foi mantida entre eles durante alguns anos, entretanto, em nossa visão, antes mesmo de se tornarem amigos, Wagner e Nietzsche sustentavam opiniões discordantes sobre diversos assuntos, como arte, política e religião. Vemos o rompimento como resultado da impossibilidade de se compatibilizarem suas opiniões de maneira ampla, sendo que neste trabalho gostaríamos de tratar especificamente o modo como o compositor e o filósofo pensavam a música, defendendo a ideia de que suas concepções eram distintas desde o início da amizade e que seus pensamentos continuaram a seguir caminhos díspares, apesar do intenso diálogo que mantiveram nos anos de convivência. Quando abordamos a música nas obras teóricas e artísticas de Wagner, é sempre presente sua relação com a palavra, não se restringindo o compositor a despertar sentimentos no ouvinte ou transmitir ideias apenas por meio de um discurso sonoro, mas também deixando explícitos quais conteúdos deveriam provocar a comoção do público por meio do discurso textual. Se a música não chega a ser colocada como serva da palavra, ela tampouco pode prescindir de sua companhia, havendo sempre este casamento entre som e texto. No conjunto dos escritos de Nietzsche, abordaremos a música especialmente as ideias da juventude, quando a música é pensada em meio às reflexões sobre a tragédia grega. Neste contexto, a música é soberana, não se submetendo às palavras e nem mesmo as aceitando em igualdade hierárquica; antes o som apenas “tolera” a seu lado o conceito, o qual é um delimitador, contrariando o poder libertador que a música deve exercer sobre o indivíduo. As diferentes concepções de Wagner e Nietzsche se refletem ainda no modo como cada um deles enfoca a arte trágica: o compositor se concentra no aspecto apolíneo da tragédia, enquanto o filósofo mais se atenta a seu lado dionisíaco.

Artigo:

Palavras-chave: Wagner, Nietzsche, Música,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/phipro-sofia-031

Referências bibliográficas
  • [1] DIAS, Rosa Maria. Amizade estelar: Schopenhauer, Wagner e Nietzsche. Rio de Janeiro: Imago, 2009.
  • [2] MILLINGTON, Barry (Org.). Wagner, um compêndio. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1995.
  • [3] NIETZSCHE, F. Além de bem e mal: prelúdio a uma filosofia do futuro. Porto Alegre: LAndamp;PM, 2012a.
  • [4] _____________. Ecce homo: de como a gente se torna o que a gente é. Porto Alegre: LAndamp;PM, 2012b.
  • [5] _____________. O Caso Wagner ; Nietzsche contra Wagner. 2ª reimpressão. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.
  • [6] _____________. O Nascimento da Tragédia ou Helenismo e Pessimismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
  • [7] WAGNER, R. A communication to my friends. In: Richard Wagner’s Prose Works – Volume 1: The Art-Work of the Future. Trad. William Ashton Ellis. Londres: Kegan, Paul, Trench, Trübner Andamp; Co., Ltd., 1892, p. 267-392.
  • [8] ____________. Art and Revolution, with Introduction. In: Richard Wagner’s Prose Works – Volume 1: The Art-Work of the Future. Trad. William Ashton Ellis. Londres: Kegan, Paul, Trench, Trübner Andamp; Co., Ltd., 1892, p. 267-392.
  • [9] ____________. Das Kunstwerk der zukunft. In: Gesammelte Schriften und Dichtungen – Volume 3. Leipzig: Berlag von C. W. Fribsch, 1872, p. 51-210.
Como citar:

Peterlevitz, Mayra Rafaela Closs Bragotto Barros; "Os pensamentos díspares de Wagner e Nietzsche acerca da música", p. 243-248 . In: Anais da VIII Semana de Orientação Filosófica e Acadêmica [= Blucher Philosophy Proceedings, n.1, v.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2358-6567, DOI 10.5151/phipro-sofia-031

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações