Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE MEMBRANAS MICROESTRUTURADAS DE QUITOSANA E GLOCOMANANA PARA PRODUÇÃO DE CURATIVOS

GOMES NETO, R. J.; GENEVRO, G. M.; de MORAES, M. A.; BEPPU, M. M.;

Artigo Completo:

Muitas das lesões causadas à pele são tratadas por curativos. Na fronteira do desenvolvimento desses curativos se encontra o emprego de biopolímeros biodegradáveis, dentre os quais se destacam a quitosana e a glucomanana. A quitosana é um polissacarídeo derivado da quitina que apresenta propriedades cicatrizantes, ação hemostática e atividade antimicrobiana. Já a glucomanana é um polissacarídeo neutro, isolado a partir de tubérculos da Amorphophallus konjac, cujos filmes apresentam alta elasticidade e capacidade de absorção de água. Dessa forma, o presente trabalho tem por objetivo a produção de membranas microestrutradas de quitosana e glucomanana visando a sua aplicação como curativos. As membranas microestruturadas foram produzidas pela adaptação do método de deposição em camada (layer-by-layer) seguida da evaporação de solvente (casting). Blendas foram produzidas visando investigar a compatibilidade entre ambos os polímeros. Os ensaios de caracterização indicaram uma boa compatibilidade entre quitosana e glucomanana e testes mecânicos, de intumescimento e de permeabilidade ao vapor apontaram uma combinação entre propriedades de ambos os polímeros na microestrutura. As propriedades morfológicas, térmicas e químicas de cada polímero foram preservadas na microestrutura, o que pode ser um bom indicativo de que as propriedades cicatrizantes, hemostáticas e de barreira de cada um também puderam ser mantidas, resultando em um novo curativo alto desempenho.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2015-284-33151-252982

Referências bibliográficas
  • [1] DECHER, G. S., Schlenoff, J. B. Multilayer Thin Films: Sequential Assembly of Nanocomposite Materials. Weinheim: Wiley-VCH, 2002.
  • [2] GAO, S. J.; NISHINARI, K. Effect of deacetylation rate on gelation kinetics of konjac glucomannan. Colloids and Surfaces B-Biointerfaces, v. 38, p. 241-249, 2004.
  • [3] MIKHAILOV, G. M.; LEBEDEVA, M. F. Procedures for preparing chitin-based fibers. Russian Journal of Applied Chemistry, v. 80, n. 5, p. 685-694, 2007.
  • [4] SHERIDAN, R.L. e TOMPKINS, R.G. Skin substitutes in burns. Burns, v.25, p.97-103, 1999.
  • [5] SILVER, F.H. Wound dressings and skin replacement. In: Biomaterials, Medical Devices and Tissue Engineering: an Integrated Approach. Chapman Andamp; Hall, London, p.46-91, 1994
  • [6] XIAO, C; GAO, S; WANG, H; ZHANG, L; Blend Films from Chitosan and Konjac Glucomannan Solutions, Journal of Applied Polymer Science, Vol. 76, p. 509–515, 2000.
  • [7] YE, X; KENNEDY J.F; LI, B ; XIE, B.J; Condensed state structure and biocompatibility of the konjac glucomannan/chitosan blend films, Carbohydrate Polymers, v. 64, p. 532–538, 2006.
  • [8] ZHANG, Y.Q; XIEA, B.J; GAN, X; Advance in the applications of konjac glucomannan and its derivatives. Carbohydrate Polymers, v. 60, p. 27 – 31, 2005.
  • [9] PAIVA, R. G. ; BEPPU, M. M. Production and characterization of chitosan and alginate multilayer membranes containing copper., 2007 National Meeting, 2007.
Como citar:

GOMES NETO, R. J.; GENEVRO, G. M.; de MORAES, M. A.; BEPPU, M. M.; "OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE MEMBRANAS MICROESTRUTURADAS DE QUITOSANA E GLOCOMANANA PARA PRODUÇÃO DE CURATIVOS", p. 2231-2236 . In: Anais do XI Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.3]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2015-284-33151-252982

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações