fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

OBTENÇÃO DE NANOWHISKERS DE CELULOSE A PARTIR DOS RESÍDUOS DA HIDRÓLISE ENZIMÁTICA DO BAGAÇO DE CANA-DE-AÇUCAR

CAMARGO, L. A. de; PEREIRA, S. C.; FARINAS, C. S.; MARCONCINI, J. M.; MATTOSO, L. H. C.;

Artigo:

O Brasil está progredindo quando se trata da substituição de combustíveis fósseis por etanol renovável obtido a partir da cana-de-açúcar. Devido às demandas ambientas e econômicas, a reutilização do resíduo da etapa de hidrólise enzimática da produção de etanol celulósico tem se tornado de grande relevância para garantir a viabilidade desse processo. Assim, o presente estudo avaliou o emprego dos resíduos da hidrólise enzimática do bagaço de cana-de-açúcar para a produção de nanowhiskers de celulose. O bagaço pré-tratado foi hidrolisado utilizando-se um extrato enzimático comercial (10 mg de proteína/g de celulose). A caracterização inicial do bagaço resultou em 61,5% de celulose, 4,5% de hemicelulose e 32,0% de lignina. A hidrólise enzimática do bagaço pré-tratado alcançou cerca de 60% de conversão, gerando um resíduo sólido de grande potencial para a produção de nanowhiskers de celulose, que é um material de alto valor agregado com aplicação em diversos setores.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1280-20111-138515

Referências bibliográficas
  • [1] BALAT, M. Production of bioethanol from lignocellulosic materials via the biochemical pathway: A review. Energy Convers. Manage., 52,858–875, 201
  • [2] BHATTACHARYA, D.; GERMINARIO, L. T.; WINTER, W. T. Isolation, preparation and characterization of cellulose microfibers obtained from bagasse. Carbohydr. Polym. 73, 371–377, 2008.
  • [3] GHOSE, T.K. Measurement of cellulase activities. Pure Appl. Chem., v. 59, p. 257-268, 1987.
  • [4] GOUVEIA, E.R; NASCIMENTO, R.T; SOUTO-MAIOR, A.M. Validação de metodologia para a caracterização química de bagaço de cana-de-açúcar. Quim. Nova, v. 32, p. 1500-1503, 2009.
  • [5] KLEMM, D.; HEUBLEIN, B.; FINK, H.-P.; BOHN, A. Cellulose: Fascinating Biopolymer and Sustainable Raw Material. Angew. Chem. Int. Ed., 44, 3358 – 3393, 200
  • [6] MORÁN, J. I.; ALVAREZ, V. A.; CYRAS, V. P. Andamp;VÁZQUEz, A. Extraction of celulose and preparation of nanocellulose from sisal fibers. Cellulose, 15, p.149 ,2008.
  • [7] SEGAL, L.; CREELY, J.J.; MARTIN, A.E.; CONRAD, C.M. An empirical method for estimating the degree of crystallinity of native cellulose using the X-ray diffractometer. Text. Res. J., v. 29, p. 786-794, 1959.
  • [8] SUN, J.X.; SUN, X. F.; ZHAO, H.; SUN, R.C.; Isolation and characterization of cellulose from sugarcane bagasse. Polym. Degrad. Stab. 84, 331 e 339, 2004.
  • [9] TEIXEIRA, E. M.; BONDANCIA, T. J.; TEODORO, K. B. R.; CORREA, A. C.; MARCONCINI, J. M.; MATTOSO, L. H. C. Sugarcane bagasse whiskers: Extraction and characterizations. Ind. Crop. Prod. 33, 63–66, 2011.
Como citar:

CAMARGO, L. A. de; PEREIRA, S. C.; FARINAS, C. S.; MARCONCINI, J. M.; MATTOSO, L. H. C.; "OBTENÇÃO DE NANOWHISKERS DE CELULOSE A PARTIR DOS RESÍDUOS DA HIDRÓLISE ENZIMÁTICA DO BAGAÇO DE CANA-DE-AÇUCAR", p. 1848-1853 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1280-20111-138515

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações