Resumo - Open Access.

Idioma principal

O Uso do Documentário “Muito Além do Peso” na Humanização do Atendimento de Pacientes Obesos

Colares, Francisca Luciana Almeida; Leite, Alvaro Jorge Madeiro; Neves Filho, Almir de Castro; Aires, Patrícia de Almeida; Machado, Maria Tavares; Castro Alves, Liana Costa; Lima Filho, Valter Barbalho;

Resumo:

Introdução: Segundo dados do Ministério da Saúde, publicados no site da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia em 2011, 48,5% da população brasileira estava acima do peso. Esse aumento na incidência e prevalência da obesidade entre brasileiros é reflexo de um padrão alimentar excessivamente calórico e um estilo de vida sedentário. o discurso atual da Medicina Oficial indica que a obesidade é uma doença. Esse discurso é endossado pelos meios de comunicação, que divulgam a magreza como padrão de beleza, o que implica em uma tendência social a discriminar esteticamente os obesos. Outra tendência social é associar o obeso a uma pessoa que não tem força de vontade, culpando-o pela sua obesidade. Se o obeso, ao procurar auxílio médico, encontrar um profissional que aceita esse estereótipo, pode ter dificuldades para aderir ao tratamento e para seguir o plano terapêutico. Objetivos: a atividade objetivou fazer uma reflexão sobre como os brasileiros estão se alimentando hoje e como os profissionais médicos lidam com isso. Buscou alertar os estudantes de medicina para a ideia preconcebida vigente na atual sociedade que a obesidade é culpa do obeso e para a consequência disso na relação médico-paciente. Além disso, levantar uma discussão sobre a necessidade de um aprendizado de habilidades de comunicação e de um olhar humanizado para um melhor atendimento do paciente obeso. Métodos: a atividade deu-se em quatro momentos: o primeiro foi aplicação de um questionário sobre conhecimento dos hábitos alimentares dos brasileiros; o segundo foi apresentação do documentário ‘Muito além do peso’; o terceiro foi aplicação de outro questionário sobre o uso de mídias audiovisuais como instrumento de sensibilização, reflexão e discussão sobre relação médico-paciente; o quarto foi discussão sobre o paradigma da obesidade e de como é necessário o uso de habilidades de comunicação e de humanização para um adequado atendimento desses pacientes. Resultados: Todos os alunos presentes na atividade consideraram o tema (humanização do atendimento de pacientes obesos) de grande importância para o exercício de sua profissão. Entre as considerações sobre o uso de mídias audiovisuais como instrumentos de sensibilização e discussão sobre relação médico-paciente um aluno considerou o seguinte: ‘É ótimo para reforçar, por outras abordagens, a necessidade de persistência do médico no sentido de educar o paciente quanto a um estilo de vida saudável’; outro aluno considerou: ‘É uma ideia atrativa e útil para iniciar uma discussão’. Conclusões: o uso de mídias audiovisuais mostra-se ser um instrumento de grande eficácia para incentivo da sensibilização de estudantes de medicina. Também permite usar filmes com temas específicos para estimular debates e para suscitar reflexões sobre os problemas que podem ser encontrados na prática médica.

Resumo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/medpro-cihhs-10590

Referências bibliográficas
Como citar:

Colares, Francisca Luciana Almeida; Leite, Alvaro Jorge Madeiro; Neves Filho, Almir de Castro; Aires, Patrícia de Almeida; Machado, Maria Tavares; Castro Alves, Liana Costa; Lima Filho, Valter Barbalho; "O Uso do Documentário “Muito Além do Peso” na Humanização do Atendimento de Pacientes Obesos", p. 226 . In: Anais do Congresso Internacional de Humanidades & Humanização em Saúde [= Blucher Medical Proceedings, vol.1, num.2]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/medpro-cihhs-10590

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações