Apresentação Oral - Open Access.

Idioma principal

MODELO EXPERIMENTAL EM CANINOS PARA PESQUISA DE LINFONODO SENTINELA DO ESTÔMAGO

Melo, José Ricardo de Moura Torres de; Melo, Rafaella Henriques Cavalcanti Torres de; Vasques, Paulo Henrique Diógenes; Pinheiro, Luiz Gonzaga Porto;

Apresentação Oral:

A gastrectomia com linfadenectomia ampliada ainda é o padrão ouro para o tratamento curativo do câncer de estômago (CaE), embora este procedimento possa levar a alto índice de morbidade ou mortalidade, principalmente nos pacientes que não apresentem disseminação linfática da doença. A pesquisa do linfonodo sentinela (LS), já consagrada nos tumores iniciais de mama e nos melanomas, apresenta-se cada vez mais freqüente no trato digestório, em especial no CaE com resultados animadores. Estudos iniciados nos meados do ano 2000 retratam busca crescente e bastante próspera para esclarecimento desta questão. OBJETIVO: Elaborar um modelo experimental que possa demonstrar tecnicamente, em laboratório, a viabilidade da pesquisa do LS no antro gástrico da cadela. MÉTODO: Foram estudadas 25 cadelas com peso aproximado de 11 Kg e idade de 01 a 02 anos, sem raça definida (SRD), clinicamente saudáveis, proveniente do Centro de Controle de Zoonoses do Município de Fortaleza (CCZ) que tinham programação para eutanásia. Com escolha aleatória, estes animais foram estudados individualmente e semanalmente. Utilizou-se, separadamente, Tecnécio (99mTc) com traçador/colóide Fitato e corante vital azul patente V Guerbert 2,5 % (AP) injetados a 01 cm do piloro, na pequena curvatura no antro gástrico da cadela e analisados nos tempos zero, 05, 10, 15 e 20 minutos. Após este período realizou-se pesquisa “in vivo” do local de injeção do marcador e linfonodos encontrados e “ex-vivo” destes linfonodos. Para o estudo com o 99mTc utilizou-se o aparelho Gamma Probe modelo Nuclearlab DGC-II - detector para cirurgia radioguiada e sonda captadora de irradiação acoplada com unidade de contagem e rastreamento sonoro e para o AP, visão direta. Para a análise estatística utilizou-se o teste de McNemar e o Coeficiente de Concordância de Kappa. Foi estabelecido em 5% o nível de significância (pAndamp;#8804;0,05). RESULTADO: Com o uso do 99mTc isolado foi identificado a presença do LS em 20 animais (80%). Quando se utilizou o corante AP isolado a presença do LS foi identificada em 24 animais (96 %). Não houve significância estatística quanto ao uso destes marcadores para a pesquisa do LS no antro gástrico da cadela. CONCLUSÃO: (1) O estômago da cadela é adequado para modelo experimental de pesquisa “in vivo” do linfonodo sentinela e (2) O tecnécio (99mTc) e corante vital – azul patente V Guerbert 2,5 % (AP) são eficientes como marcadores de linfonodo sentinela do antro gástrico da cadela.

Apresentação Oral:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/medpro-cnnsco-06

Referências bibliográficas
Como citar:

Melo, José Ricardo de Moura Torres de; Melo, Rafaella Henriques Cavalcanti Torres de; Vasques, Paulo Henrique Diógenes; Pinheiro, Luiz Gonzaga Porto; "MODELO EXPERIMENTAL EM CANINOS PARA PESQUISA DE LINFONODO SENTINELA DO ESTÔMAGO", p. 14 . In: Anais do I Congresso Norte e Nordeste da Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica [=Blucher Medical Proceedings, v.1, n.3]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/medpro-cnnsco-06

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações