fevereiro 2014 vol. 1 num. 1 - V Simpósio Internacional de Flebologia

Resumo - Open Access.

Idioma principal

Manejo das Estenoses Venosas em Acessos para Hemodiálise

Simão, C.;

Resumo:

As estenoses de troncos venosos centrais, principalmente no território subclávio-jugular-cava superior, são grandes desafios para o cirurgião vascular na obtenção de acessos temporários e definitivos para hemodiálise. A permanência de cateteres tipo duplo-lúmen, é um dos maiores responsáveis por estes eventos, que impossibilitam a utilização de veias à montante do ponto de estenose, comprometendo a confecção de fístulas artério venosas ou a reutilização de cateteres temporários. O uso crescente destes cateteres é um fator agravante e sua maior causa é a demora de encaminhamento aos centros de hemodiálise. As estenoses são atribuídas ao trauma endotelial crônico, resultante da pequena movimentação dos cateteres contra a parede venosa, resultando em reações flebíticas agravadas pela aderência de fibrina nas bainhas de cateteres e biofilmes. As alternativas de tratamento ainda não apresentam resultados satisfatórios em longo prazo. Angioplastias são realizadas desde os anos 80 com patência média de 40% em um ano. A incorporação de “stents” na última década parece apresentar resultados superiores e a recente utilização de “stents” revestidos ainda não apresenta eficácia comprovada superior aos “stents convencionais”. O tratamento cirúrgico aberto apresenta taxas elevadas de patência, porém são procedimentos de grande porte e risco elevado e devem ser criteriosamente avaliados caso a caso. A realização de fístulas artério-venosas precoces é a melhor forma de prevenção. Os autores apresentam a sua experiência no tratamento destas lesões e revisão da literatura.

Resumo:

Palavras-chave: estenose venosa, hemodiálise, fistula arterio-venosa,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/medpro-flebo-SIF_38

Referências bibliográficas
  • [1] MICKLEY, V., Central Vein Obstruction in Vascular Access; Eur J Vasc Surg 32, 439-444 (2006).
  • [2] KUNDU, S., Review of Central Venous Disease in Hemodyalisis Patients; J Vasc Interv Radiol 2010; 21-963-968
  • [3] LUMSDEN, A. B., MACDONALD, M. J., ISIKLAR, H., MARTIN, L. G., KIKERI, D., HARKER, L. A., ALLEN, R. C., Central venous stenosis in the hemodialysis patient: incidence and efficacy of endovascular treatment; Cardiovascular Surgery, vol 5; No 5, pp 504-509, 1997.
  • [4] JAKIMOWICZ, T., GALAZKA, Z., GROCHOWIECKI, T., NAZAREWSCKI, S., SZMIDT, J.; Vascular access for hemodyalisis in patients with Cental vein Thrombosis; European Journal of Vascular and Endovascular Surgery, vol 442, issue 6, December 2011, pages 842-849.
Como citar:

Simão, C.; "Manejo das Estenoses Venosas em Acessos para Hemodiálise", p. 63-64 . In: In Anais do V Simpósio Internacional de Flebologia [=Blucher Medical Proceedings, n.1, v.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/medpro-flebo-SIF_38

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações