Abstract - Open Access.

Idioma principal

Inativação Fotodinâmica de Pseudomonas Aeruginosa com Eritrosina e Seus Derivados

Inativação Fotodinâmica de Pseudomonas Aeruginosa com Eritrosina e Seus Derivados

Yassunaka, Natália Norika; Penha, Camila Benedetti; Silva, Alex Fiori da; Santos, Patrícia Regina dos; Souza, Katieli da Silva; Freitas, Camila Fabiano de; Hioka, Noboru; Nakamura, Tania Ueda; Mikcha, Jane Martha Graton;

Abstract:

Pseudomonas aeruginosa é uma bactéria deteriorante e patogênica comumente encontrada no ambiente e estabelecimentos processadores de alimentos, sendo associado à deterioração de uma grande variedade de alimentos. Devido a sua resistência aos agentes antimicrobianos, novas tecnologias estão sendo estudadas para o seu controle. A inativação fotodinâmica é uma abordagem promissora que causa danos aos micro-organismos na presença de um fotossensibilizador (FS) ou corante atóxico e luz em comprimento de onda adequado. O presente trabalho avaliou o efeito da inativação fotodinâmica utilizando como Fotossensibilizadores (FS’s), a Eritrosina (ERI) e seus derivados ésteres metil (ERIMET) e butil (ERIBUT) frente à bactéria Pseudomonas aeruginosa ATCC 27853. Os FS’s foram diluídos em Tampão Fosfato-Salino pH 7,4 (PBS) e Dimetil Sulfoxido 5% (DMSO). A cultura bacteriana de P. aeruginosa incubada a 35 ºC/24hs em Caldo Triptona de Soja (TSB) foi coletada por centrifugação, lavada e ressuspendida em solução salina 0,85% estéril. O inóculo foi ajustado a 10Andlt;supAndgt;8Andlt;/supAndgt; Unidades Formadoras de Colônia (UFC)/mL e diluído a uma concentração final de 10Andlt;supAndgt;5Andlt;/supAndgt; UFC/mL no experimento. A suspensão foi incubada no escuro com os FS’s (1,0 x 10Andlt;supAndgt;-4Andlt;/supAndgt;M) por 10 minutos e iluminada por 30 minutos. A fonte de luz utilizada foi o Diodo Emissor de Luz (LED) de cor verde com Andamp;#955; de 508nm e potência de 0,5W. Dois grupos controle foram utilizados; 1 – (FS + Inóculo) e 2 – (Inóculo + Tampão PBS + DMSO), ambos incubados no escuro e não iluminados. Amostras tratadas e os controles foram diluídos e semeados em Ágar Triptona de Soja (TSA) a 35 ºC/24hs. Os resultados mostraram que para a ERI e ERIMET não houve redução de células vegetativas de P. aeruginosa após tratamento. Para a ERIBUT, obteve-se uma redução de 2 log após iluminação. Estudos anteriores de citotoxicidade indicaram que os FS’s, com exceção para a ERIBUT (CCAndlt;subAndgt;50Andlt;/subAndgt; Andamp;gt; 10Andlt;supAndgt;-5Andlt;/supAndgt;M), foram tóxicos para células VERO mostrando valores entre 5,53 e 8,8 x 10Andlt;supAndgt;-6Andlt;/supAndgt;M. Sendo assim, a utilização desses FS’s nas condições acima descritas pode não ser viável para a aplicação em alimentos devido à toxicidade dos mesmos.

Abstract:

Palavras-chave: Citotoxicidade, Eritrosina, Inativação fotodinâmica, Pseudomonas aeruginosa,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/foodsci-microal-344

Referências bibliográficas
Como citar:

Yassunaka, Natália Norika; Penha, Camila Benedetti; Silva, Alex Fiori da; Santos, Patrícia Regina dos; Souza, Katieli da Silva; Freitas, Camila Fabiano de; Hioka, Noboru; Nakamura, Tania Ueda; Mikcha, Jane Martha Graton; "Inativação Fotodinâmica de Pseudomonas Aeruginosa com Eritrosina e Seus Derivados", p. 145-146 . In: Proceedings of the XII Latin American Congress on Food Microbiology and Hygiene [=Blucher Food Science Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-201X, DOI 10.5151/foodsci-microal-344

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações