fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

IMPACTO DA SECAGEM CONVECTIVA SOBRE OS COMPOSTOS BIOATIVOS E ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DO RESÍDUO DE CAJU (Anacardium Occidentale L.)

MORAES, F. P.; SILVA, E. S.; ROCHA, P. M.; FERNANDES, T. R. N.; VIDAL, R. H. L.; CORREIA, R. T. P.;

Artigo:

O processamento industrial do caju gera volumes consideráveis de resíduos agroindustriais e uma das alternativas de aproveitamento desse resíduo é a secagem convectiva, técnica flexível e de baixo custo. Dessa forma, o presente trabalho avalia o impacto da secagem convectiva a 80

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-2059-16064-142517

Referências bibliográficas
  • [1] ALMEIDA, C. B.; MANICA-BERTO, R.; FRANCO, J. J. PEGORARO, C.; FACHINELLO, J. C.; SILVA, J. A. Comparação do teor de carotenóides em frutos nativos de regiões tropicais e temperadas. XVIII Congresso de Iniciação Científica. Pelotas, RS, 2009.
  • [2] BARCIA, M. T.; JACQUES, A. C.; PERTUZATTI, P. B.; ZAMBIAZI, R. C. Determinação de ácido ascórbico e tocoferóis em frutas por CLAE. Semana: Ciências Agrárias, Londrina, v. 31, n. 2, p. 381-390, abr./jun. 2010.
  • [3] BARRETO, G.P.M.; SOUZA, A.C.R.; AZEREDO, H.M.C.; MERCADANTE, A.Z. Bioactive compounds and free radical scavenger activity in ingredients prepared from the waste of the cashew-apple nut industry. Alimentos e nutrição, v.18, n.2, p. 207-213, 2007.
  • [4] BRAND-WILLIAMS, W., CUVELIER, M. E., BERSET, C. Use of a free radical method to evaluate antioxidant activity. LWT – Food Science and Technology, 28, p.25–30, 1995.
  • [5] CARTILHA. Fruticultura-caju-Desenvolvimento Regional Sustentável, Série cadernos de propostas para atuação em cadeias produtivas, vol. 4, Banco do Brasil, setembro, 2010.
  • [6] CATANEO, C. B.; CALIARI, V.; GONZAGA, L. V.; KUSKOSKI, E. M.; FETT, R. Atividade antioxidante e conteúdo fenólico do resíduo agroindustrial da produção de vinho. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 29, n. 1, p. 93-102, jan./mar. 2008.
  • [7] CHITARRA, M. I. F.; CHITARRA, A. B. Pós-colheita de frutos e hortaliças: fisiologia e manuseio. 2. Ed. rev. e ampl. Lavras: UFLA, 2005.
  • [8] DUARTE-ALMEIDA, J. M.; SANTOS, R. J.; GENOVESE, M. I.; LAJOLO, F. M. Avaliação da atividade antioxidante utilizando sistema β-caroteno/ácido linoléico e método de sequestro de radicais DPPH•. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 26, n. 2, p. 446-452, 2006.
  • [9] FAO (Food and Agriculture Organization). FAOSTAT. Disponível em: http://www.fao.org/waicent/portal/statistics. Acesso em: 18 de abril de 2014.
  • [10] FERREIRA, M. F. P.; PENA, R. S. Estudo da secagem da casca do maracujá amarelo. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, Campina Grande, v. 12, n. 1, p. 15-28, 20
  • [11] HAIDA, K. S.; BARON, A.; HAIDA, K. S.; FACI, D.; HAAS, J.; SILVA, F. J. Compostos fenólicos totais e atividade antioxidante de duas variedades de goiaba e arruda. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, ano 9, nº 28, abr/jun 20
  • [12] HASSIMOTTO, N.M.A.; GENOVESE, M.I.; LAJOLO, F.M. Antioxidant activity of dietary fruits, vegetables, and commercial frozen fruit pulps, Journal of Agricultural and Food Chemistry, Chicago, v.53, n.8, p.2928-2935, 2005.
  • [13] HIANE, P. A.; BOGO, D.; RAMOS, M. I. L.; RAMOS FILHO, M. M. Carotenoides pró-vitamínicos a e composição em ácidos graxos do fruto e da farinha do bacuri (Scheelea Área temática: Engenharia e Tecnologia de Alimentos 6phalerata Mart.). Ciência e tecnologia de alimentos. Campinas, 23 (2): 206 – 209, maio – ago. 2003.
  • [14] INFANTE, J.; SELANI, M. M.; TOLEDO, N. M. V.; SILVEIRA-DINIZ, M. F.; ALENCAR, S. M.; SPOTO, M. H. F. Antioxidant activity of agroindustrial residues from tropical fruits. Alim. Nutr.= Braz. J. Food Nutr., Araraquara, v. 24, n. 1, p. 87-91, jan./mar. 2013.
  • [15] LICHTENTHALER, H. and BUSCHMANN, C. 2001.Chlorophylls and carotenoids: Measurement and characterization by UV-VIS spectroscopy. Curr. Protoc. Food Anal. Chem. F 4.3.1–F 4.3.8. doi: 10.1002/0471142913.faf0403s01.
  • [16] MAKRIS, D.P.; BOSKOU, G.; ANDRIKOPOULOS, N.K. Polyphenolic content and in vitro antioxidant characteristics of wine industry and other agri-food solid waste extracts. Journal of Food Composition and Analysis, San Diego, v. 20, p. 125-132, Mar., 2007.
  • [17] MELO, E.A.; MACIEL, M.I.S.; LIMA, V.A.G.L.; NASCIMENTO, R.J. Capacidade antioxidante de frutas. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas, São Paulo, v. 44, n.2, p. 193-201, 2008.
  • [18] MELO, P.S.; BERGAMASCHI, K.B.; TIVERON, A.P.; ADNA PRADO MASSARIOLI, A.P.; OLDONI, T.L.C.; ZANUS, M.C.; PEREIRA, G.E.; ALENCAR, S.M. Composição fenólica e atividade antioxidante de resíduos agroindustriais. Ciência Rural, v.41, n.6, p.1088-1093,2011.
  • [19] NÓBREGA, E. M.; OLIVEIRA, E. L.; GENOVESE, M. I.; CORREIA, R. T. P. The impact of hot air drying on the physical-chemical characteristics, bioactive compounds and antioxidant activity of acerola (malphigia emarginata) residue. Journal of Food Processing and Preservation ISSN 1745-4549. 2014.
  • [20] OLIVEIRA, R. GODOY, H.; PRADO, M. Otimização de metodologia colorimétrica para a determinação de ácido ascórbico em geleia de frutas. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 30(1), p. 244-249, 2010.
  • [21] PARK, K. J.; ANTONIO, G. C.; OLIVEIRA, R. A.; PARK, K. J. B. Conceitos de processo e equipamento de secagem. http://www.feagri.unicamp.br/ctea/projpesq.html. Campinas, Março de 2007.
  • [22] PERAZZINI, H. Secagem de resíduos cítricos em secador rotativo. São Carlos, 2011. 104 f. Dissertação (Engenharia Química) - Universidade Federal de São Carlos, 2011.
  • [23] PRETTE, A. P. Aproveitamento de polpa e resíduos de jaca (Artocarpus heterophyllus Lam.) através de secagem convectiva. Campina Grande, 2012. 161 f. Tese (Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Campina Grande, 2012.
  • [24] ROCHA, W.S.; LOPES, R. M.; SILVA, D. B.; VIEIRA, R. F.; SILVA, J. P.; AGOSTINE-COSTA, T.S. Compostos fenólicos totais e taninos condensados em frutas nativas do cerrado. Rev. Bras. Frutic. Jaboticabal - SP, v. 33, n. 4, p. 1215-1221, Dezembro 2011.
  • [25] Área temática: Engenharia e Tecnologia de Alimentos 7RODRIGUEZ-AMAYA, D. B.; KIMURA, M.; AMAYA-FARFAN, J. Fontes de carotenóides: tabela brasileira de composição de carotenoides em alimentos. Brasília: Ministério de Meio Ambiente/Secretaria de Biodiversidade e Florestas, 2008. 99 p. RORIZ, R. F. C. Aproveitamento dos resíduos alimentícios obtidos das centrais de abastecimento do estado de Goiás S/A para alimentação humana. Goiânia, 2012. 162 f. Dissertação (Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal de Goiás, 2012.
  • [26] ROY, M.K.; TAKENAKA, M.; ISOBE, S.; TSUSHIDA, T. Antioxidant potential, anti-proliferative activities, and phenolic content in water-soluble fractions of some commonly consumed vegetables: effects of thermal treatment. Food Chem., v.103, n.1, p.106-114, 2007.
  • [27] SINGH, R. P.; HELDMAN, D. R. Introduction to food engineering. 3 th ed. San Diego: Academic, 2001. 659p. SOUZA FILHO, M.S.M.; ARAGÃO, A.O.; ALVES, R.E.; FILGUEIRAS, H.A.C.F. Aspectos da colheita, pós-colheita e transformação industrial do pedúnculo do caju (Anacardium occidentale L.). Embrapa, 2000. Disponível em Andlt;http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Repositorio/aspectoColheita_Caju_000g7d94 xb102wx5ok0wtedtxxfvd00.pdfAndgt;. Acesso em 19 de abril de 2014.
  • [28] TANAKA, D. L. Influência da desidratação por spray drying Sobre o teor ácido ascórbico no suco de Acerola (malpighia ssp). 2007. 56f. Dissertação (Mestrado em Ciência dos Alimentos) – Centro de Ciências dos Alimentos, Departamento de Ciências, Programa de Pós-Graduação em alimentos e Nutrição, Universidade Estadual Paulista “Professor Júlio de Mesquita Filho”, Araraquara. TORALLES, R. P.; VENDRUSCOLO, J. L.; VENDRUSCOLO, C. T.; DEL PINO, F. A. B.; ANTUNES, P. L. Determinação das constantes cinéticas de degradação do ácido ascórbico em purê de pêssego: efeito da temperatura e concentração. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, 28(1): 18-23, jan.-mar. 2008.
  • [29] VALDÉS, S. T.; VAZ TOSTES, M. G.; DELLA LUCIA, C. M.; HAMACEK, F. R.; PINHEIRO-SANT’ANA, H. M. Ácido ascórbico, carotenoides, fenólicos totais e atividade antioxidante em sucos industrializados e comercializados em diferentes embalagens. Rev. Inst. Adolfo Lutz. São Paulo, 2012; 71(4): 662-69.
  • [30] VINHA, A. F.; ALVES, R. C.; BARREIRA, S. V. P.; CASTRO, A.; COSTA, A. S. G.; OLIVEIRA, M. B. P. P. Effect of peel and seed removal on the nutritional value and antioxidant activity of tomato ( Lycopersicon esculentum L.) fruits. LW T - Food Science and Technology 55 (2014) 197 e 202.
  • [31] ZERDINA, K.; ROONEYA, M. L.; VERMUE, J. The vitamin C content of orange juice packed in an oxygen scavenger material. Food Chemistry 82 (2003) 387–395.
Como citar:

MORAES, F. P.; SILVA, E. S.; ROCHA, P. M.; FERNANDES, T. R. N.; VIDAL, R. H. L.; CORREIA, R. T. P.; "IMPACTO DA SECAGEM CONVECTIVA SOBRE OS COMPOSTOS BIOATIVOS E ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DO RESÍDUO DE CAJU (Anacardium Occidentale L.)", p. 5145-5152 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-2059-16064-142517

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações