Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

EXTRAÇÃO DO ÓLEO DE NABO FORRAGEIRO (Raphanus sativus L.) EMPREGANDO DIÓXIDO DE CARBONO SUPERCRÍTICO

de SA JR, G. P.; SANTOS, K. A.; TAVARES, F.; SACKSER, P. R.; SILVA, E. A.; BORBA, C.E.;

Artigo Completo:

As sementes do nabo forrageiro (Raphanus sativus L.) são uma fonte potencial de óleo vegetal e proteína para a indústria química. Os métodos tradicionais para extração de óleos vegetais têm como principal desvantagem o uso de solvente periculoso, como o hexano. Neste contexto, o objetivo deste trabalho é realizar a extração de óleo de nabo forrageiro empregando dióxido de carbono supercrítico. Um planejamento experimental foi empregado para avaliar os efeitos da temperatura (36 a 64 oC) e pressão (79 a 221 bar) no rendimento da extrações, com vazão constante de solvente de 3 mL min-1 e tempo total de 300 min. Os resultados mostraram que a pressão foi a variável mais importante no rendimento das extrações para as condições estudadas, sendo obtidos 7,73% de rendimento para a condição de maior densidade do solvente (40 oC e 200 bar). O óleo extraído com CO2 não apresentou diferenças significativas em relação ao extraído convencionalmente em Soxhlet com n-hexano quanto à distribuição em ácidos graxos, sendo predominantes no óleo os ácidos insaturados, como o ácido oleico (31,67%) e erúcico (24,20%).

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2015-151-32563-264060

Referências bibliográficas
  • [1] AVILA, R. N. A., SODRÉ, J. R. Physical–chemical properties and thermal behavior of fodder radish crude oil and biodiesel. Ind.Crop. Prod., v. 38, p. 54–57, 2012.
  • [2] CERT, A.; MOREDA, W.; PÉREZ-CAMINO, M. Chromatographic analysis of minor constituents in vegetable Oils. J. Chromatogr. A.,v. 881, p.313-148, 2000.
  • [3] DOMINGOS, A. K., SAAD, E. B., WILHELM, H. M., RAMOS, L. P. Optimization of the ethanolysis of Raphanus sativus (L Var.) crude oil applying the response surface methodology. Bioresour. Technol., v. 99, p. 1837–1845, 2008.
  • [4] GARCIA, V. A. S.; CABRAL, V. F.; ZANOELO, E. F.; SILVA, C.; CARDOZO-FILHO, L. Extraction of Mucuna seed oil using supercritical carbon dioxide to increase the concentration of l-Dopa in the defatted meal. J. Supercrit. Fluids, v. 69, p. 75– 81, 2012.
  • [5] KIRIAMITI, H. K., RASCOL, E., MARTY, A., CONDORET, J. S. Extraction rates of oil from high oleic sunflower seeds with supercritical carbon dioxide. Chem. Eng. Process. v. 41, p. 711–718, 2001.
  • [6] LINSTROM, P. J., MALLARD, W. G. National Institute of Standards and Technology, Online at Book of the NIST Chemistry Web, 2011, Disponível em: http://webbook.nist.gov/chemistry/fluid.
  • [7] SALGIN, U., D ̈OKER, O., CALIMLI, A. Extraction of sunflower oil with supercritical CO2: experiments and modeling. J. Supercrit. Fluids, v. 38, p. 326-331, 2006.
  • [8] SOARES, C. M., ITAVO, L. C. V., DIAS, A. M., ARRUDA, E. J., DELBEN, A. A. S. T., OLIVEIRA, S.L., OLIVEIRA, L.C.S. Forage turnip, sunflower, and soybean biodiesel obtained by ethanol synthesis: production protocols and thermal behavior. Fuel, v. 89, p. 3725–3729, 2010.
  • [9] SOUZA, A. D. V.; FÁVARO, S. P.; ITAVO, L. C. V. Caracterização química de sementes e tortas de pinhão-manso, nabo-forrageiro e crambe. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 44, p. 1328-1335, 200
  • [10] WALKER, R. E. Official Methods and Recommended Practices of the American Oil Chemists’ Society (Method AOCS Ce 2-66) (4th), J. Am. Oil Chem. Soc., 1990.
Como citar:

de SA JR, G. P.; SANTOS, K. A.; TAVARES, F.; SACKSER, P. R.; SILVA, E. A.; BORBA, C.E.; "EXTRAÇÃO DO ÓLEO DE NABO FORRAGEIRO (Raphanus sativus L.) EMPREGANDO DIÓXIDO DE CARBONO SUPERCRÍTICO", p. 828-833 . In: Anais do XI Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.3]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2015-151-32563-264060

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações