fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DA VIABILIDADE DA LEVEDURA Saccharomyces cerevisiae Y904 EMPREGANDO PROCESSO FERMENTATIVO EM BATELADA REPETIDA

CRUZ, M. L.; SILVA, F. T. M.; RAMINHO, M. L. F.; CASTRO, A. L. M.; RIBEIRO, M. M. RESENDE E. J.;

Artigo:

Na produção do etanol empregando mostos formados de caldo de cana e melaço oriundo da fabricação de açúcar, após a etapa da fermentação, o fermento é separado do vinho fermentado e reciclado para ser novamente utilizado em novas fermentações. O aumento do teor alcoólico do vinho a valores acima de 10% (v/v) pode diminuir a viabilidade do fermento, chegando a inviabilizar o reciclo das leveduras. Neste trabalho avaliou-se o crescimento da levedura Saccharomyces cerevisiae Y904 a 20°C, sua viabilidade celular e sua reutilização em processos de fermentação em batelada repetida. Verificou-se que para fermentações em batelada repetida, conduzidas a 20ºC, empregando uma concentração inicial de sacarose de 180 g/L, após a terceira fermentação, o teor alcoólico chegou a 12% (v/v), com um rendimento acima de 90%, com uma viabilidade celular de 92%, indicando ser possível o reciclo celular para fermentações com teor alcoólico mais elevado.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1608-18452-177785

Referências bibliográficas
  • [1] AMORIN, H.V., BASSO, L.C., ALVES, D.M.G. Processos de produção de álcool – Controle e monitoramento, Fementec/FEALQ/ESALQ- USP, Piracicaba, São Paulo, 103 p, 1996.
  • [2] ANDRIETTA, M.G.S, ANDRIETTA, S.R.; STECKELBERG, C.; STUPIELLO, E.N.A.. Bioetanol – 30 years of Proálcool. International Sugar Journal, Campinas, v.109, n. 1299, p. 195-200, 2007.
  • [3] COSTA, R.C.; SODRÉ, J.R.. Hydrous ethanol vs. gasoline-ethanol blend: Engine performance and emissions. Fuel v. 89, p. 287–293, 2010.
  • [4] DIAS, M. O.S.; JUNQUEIRAA, T.L.; CAVALETTA, O.; CUNHA, M. P.; JESUS, C.D.F,; MANTELATTOA, P. E.; ROSSELLA, C. E. V.; FILHO, R. M.; BONOMIA, A. Cogeneration in integrated first and second generation ethanol from sugarcane. Chemical engineering research and design v. 91, p. 1411-1417, 2013.
  • [5] GANCEDO, C.; SERRANO, R. Energy – yielding metabolism. In: Rose A. H., Harrison J. S. (eds) The yeasts. Metabolism and Physiology of Yeast, Academic, London, p. 205 – 259, 1989.
  • [6] MADIGAN, M.T.; MARTINKO, J.M.; PARKER, J. Microbiologia de Brook, 10. ed. São Paulo, Brasil: Prentice Hall, 2004.
  • [7] Área temática: Processos Biotecnológicos 6RIBEIRO, F.J., LOPES, J.J.C., FERRARI, S.E.. Complementação de nitrogênio de forma contínua no processo de fermentação alcoólica, Brasil Açucareira, v.105, n.1, p. 26-30, 198
  • [8] SANTOS, A. M. Fermentação alcoólica com levedura imobilizada em colmos de bambu e em fibra de coco. 82 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) – Pós Graduação em Engenharia Química, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 200
  • [9] SILVA-FILHO, E. A.; SANTOS, S. K. B.; RESENTE, A. M.; MORAIS, J. O. F.; MORAIS JR, M. A.; SIMÕES D. A.. Yeast population dynamics of industrial fuel-ethanol fermentation process assessed by PCR-fingerprinting. Antonie van Leeuwenhock, v. 88, p. 13-23, 2005.
  • [10] STECKELBERG, C. Caracterização de leveduras de processos de fermentação alcoólica utilizando atributos de composição celular e características cinéticas. Tese (Doutorado em Engenharia Química). Faculdade de Engenharia de Química,Universidade Estadual de Campinas. 215p., 2001.
  • [11] TORIJA, M.J.; ROZÈS, N.; POBLET, M.; GUILLAMÓN, J.M. MAS, A. Effects of Fermentation Temperature on the Strain Population of Saccharomyces cerevisiae. International Journal of Food Microbiology, v.80, p.47,53, 2003.
Como citar:

CRUZ, M. L.; SILVA, F. T. M.; RAMINHO, M. L. F.; CASTRO, A. L. M.; RIBEIRO, M. M. RESENDE E. J.; "ESTUDO DA VIABILIDADE DA LEVEDURA Saccharomyces cerevisiae Y904 EMPREGANDO PROCESSO FERMENTATIVO EM BATELADA REPETIDA", p. 2266-2272 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1608-18452-177785

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações