Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DA ESTABILIDADE TÉRMICA DE β-GALACTOSIDASE IMOBILIZADA EM DUOLITE A568 POR COMBINAÇÃO DOS MÉTODOS DE IMOBILIZAÇÃO

ARAUJO, L. R.; FALLEIROS, L. N. S. S.; de RESENDE, M. M.; RIBEIRO, E. J.;

Artigo Completo:

A intolerância a lactose é um problema - cada vez mais comum, tornando a hidrólise de lactose um processo promissor para a indústria de alimentos, pois permite a produção de produtos livres de lactose. A enzima β-galactosidase, usualmente conhecida como lactase, catalisa, entre outras, a reação de hidrólise da lactose à β-D-galactose e α-D-glicose. O uso dessa enzima na forma imobilizada se torna mais viável, pois permite a sua reutilização, e pode proporciona maior estabilidade. Foi estudado o processo obtenção de b-galactosidase imobilizada em Duolite A-568. A atividade enzimática foi determinada pelo método das taxas inicias de hidrólise de lactose em microreator. Foi analisada a estabilidade térmica da enzima imobilizada, no processo de hidrólise. Dessa forma foi verificada uma forte dependência da enzima imobilizada em relação à temperatura. Para as temperaturas de 60,0, 57,5 e 55,0 °C foi observado um patamar de estabilidade até os 30 minutos de incubação, a partir daí observa-se o processo de inativação térmica. Para a temperatura de 55,0 °C, após 140 minutos o biocatalisador reteve 77% da atividade em relação à inicial.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2015-130-32440-259996

Referências bibliográficas
  • [1] ALMEIDA, M. M.; PASTORE, G. M. Galactooligossacarídeos: Produção e Efeitos Benéficos, Ciência e Tecnologia de Alimentos. Campinas: SBCTA, 200 v. 35, n. 1/2, p. 12-19, 200
  • [2] BAO, J., FURUMOTO, K., FUKUNAGA, K., NAKAO, K. A., KOUMATSU, K., YOSHIMOTO, M. Deactivation kinetics of immobilized glucose oxidase for production of calcium gluconate in an external loop airlift bioreactor. Biochemical Engineering Journal, v. 22, p. 33-41, 2004.
  • [3] CARMINATTI, C. A. Ensaios de hidrólise enzimática da lactose em reator a membrana utilizando β-galactosidade Kluyromyces lactis. 2001. 66f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) – Departamento de Engenharia Química – UFSC. 2001.
  • [4] FREITAS, F.F, Otimização do processo de imobilização de b - galactosidase de Aspergillus oryzae em alginato de sódio com gelatina e glutaraldeído , Tese (Doutorado em Engenharia Química) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, 2007.
  • [5] GUIDINI, C.Z. Imobilização de β-Galactosidase de Aspergillus oryzae em Resinas de Troca Iônica. 2009. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) – Faculdade de Engenharia Química, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia.
  • [6] LEITE, J.L.B. Comércio Internacional de Lácteos, 2. ed. rev. e ampl. – Juiz de Fora : Embrapa Gado de Leite, 350 p., 2009.
  • [7] LETCA, D.; HEMMERLING.C.; WALTER, M.; WULLBRAND, D.; BUCHHOLZ, K. Immobilization of Recombinat Inulase II from a Genetically Modified Escherichia coli Strain. Roumanian Society of Biological Sciences. v. 9, p. 1879-1886, 2004.
  • [8] MATEO, C.; PALOMO, J. M.; FERNANDEZ-LORETE, G.; GUISAN, J. M.; FERNANDEZ-LORETE, R. Improvement of enzyme activity, stability and selectivity via immobilization techniques. Enzyme and Microbial Technology. v. 40, p. 1451-1463, 2007.
  • [9] PANESAR, P. S.; KUMARI, S.; PANESAR, R. Potential Applications of Immobilized β-Galactosidase in Food Processing Industries. Enzyme Research, v.2010, 16 p., 2010
  • [10] VINHAL, E. F.Hidrólise da Lactose no Leito por -galactosidase de Kluyveromyces fragilis. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Engenharia Química - UFU. 2001.
Como citar:

ARAUJO, L. R.; FALLEIROS, L. N. S. S.; de RESENDE, M. M.; RIBEIRO, E. J.; "ESTUDO DA ESTABILIDADE TÉRMICA DE β-GALACTOSIDASE IMOBILIZADA EM DUOLITE A568 POR COMBINAÇÃO DOS MÉTODOS DE IMOBILIZAÇÃO", p. 1279-1284 . In: Anais do XI Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.3]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2015-130-32440-259996

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações