fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DA CORROSÃO DO Al RECICLADO DA INDÚSTRIA DE BEBIDAS

SILVA, T.; MIRANDA, D.; ALVES, G.; ROCHA, O. L; CARDOSO FILHO, J. C. ;

Artigo:

O estado do Pará é detentor da grande parte das reservas brasileiras de bauxita, onde o ciclo completo do alumínio é realizado. Estima-se que aproximadamente 75% de todo o alumínio em uso atualmente é produto da reciclagem. Foi investigada a taxa de corrosão do alumínio obtido a partir da fundição de embalagens de bebidas da indústria de alimentos (AlE) e do alumínio comercialmente puro (AlP). A caracterização química de ambas as ligas metálicas foi realizada. Ensaios de perda de massa e eletroquímicos de medidas de potencial de corrosão e polarização eletroquímicas foram obtidos em meio de HCl (0,2 mol.L

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0694-24398-179711

Referências bibliográficas
  • [1] MARTINS, J. P. Evolução da microestrutura e da textura durante o processamento de chapas da liga Al-Mn-Fe-Si (3003) produzidas por lingotamento contínuo: um estudo comparativo com o processo semi-contínuo. 2005. 203f. Tese (Doutorado em Engenharia) - Universidade de São Paulo. São Paulo, 2005.
  • [2] MOKADDEM, M.; VOLOVITCH, P.; RECHOU, F.; OLTRA, R.; OGLE, K.The anodic and cathodic dissolution of Al and Al-Cu-Mg alloy. Electrochimica Acta, v. 55, n.11, p. 3779-3786, 2010.
  • [3] SANTOS, L.; FERNANDES, L.; CARDOSO FILHO J.C. Estudo eletroquímico de ligas metálicas alumínio-silício em meio ácido. V Congresso Internacional do Alumínio. São Paulo, 2012.
  • [4] REBOUL, M. C.; BAROUX, B. Metallurgical aspects of corrosion resistence of aluminium alloys. Materials and Corrosion, v. 62, n.3, p.215-233, 2011.
  • [5] VARGEL, C. Corrosion of Aluminium. Oxford: Elsevier, 2004.
Como citar:

SILVA, T.; MIRANDA, D.; ALVES, G.; ROCHA, O. L; CARDOSO FILHO, J. C. ; "ESTUDO DA CORROSÃO DO Al RECICLADO DA INDÚSTRIA DE BEBIDAS", p. 13559-13565 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0694-24398-179711

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações