dezembro 2014 vol. 1 num. 1 - X Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DA CONTAMINAÇÃO EM FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA COM LEVEDURAS FLOCULANTES

SOUSA, M.D.B.; CECÍLO, M.S.A.; GUIDINI, C.Z.; MARQUEZ, L.D.S.; RIBEIRO, E.J.;

Artigo:

A volatilidade dos preços dos combustíveis a base de petróleo no mundo e a segurança do clima brasileiro impulsionam a pesquisa por fontes de energia alternativas e o desenvolvimento de pesquisas em biocombustível para substituição do petróleo desde 1970. O estudo da fermentação alcoólica utilizando leveduras floculantes aparece como uma alternativa à diminuição dos custos desta produção pela facilidade de separação das leveduras do meio fermentado por um processo de decantação. Uma das preocupações é o tratamento das contaminações durante a fermentação, este trabalho estuda o efeito de antibiótico natural em comparação ao antibiótico comercial Kamoran que em alguns casos tem seu uso limitado por restrições à saúde ou a resistências de cepas. Foram realizadas fermentações em bateladas com concentração de 160 g/L de sacarose, à temperatura controlada em 32°C sem contaminação; com contaminação e sem antibiótico; contaminada e tratada com 3 ppm de Kamoran; e contaminada e tratada com 35 ppm de beta bio, condições dos antibióticos recomendadas pelos fabricantes. Concentrações como: 1ppm de Kamoran e beta bio nas concentrações de 20 e 45ppm também foram analisados. As fermentações ocorreram em 10 horas, obtendo-se 92% de rendimento da fermentação sem contaminação, valor este reduzido a 50% quando contaminada; 83% quando tratada com Kamoran (3ppm) e 86,6% com a utilização do beta bio (35ppm).

Artigo:

Palavras-chave: antibiótico, Kamoran, beta bio.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/chemeng-cobec-ic-07-eb-134

Referências bibliográficas
  • [1] ALFENORE, S., CAMELEYRE, X., BENBADIS, L., BIDEAUX, C., URIBELARREA, J.L., GOMA, G., MOLINA-JOUVE, C., GUILLOUET, S.E. (2004), Aeration strategy: A need for very high ethanol performance in Saccharomyces cerevisiae fed-batch process. Applied Microbiology and Biotechnology, vol. 63, 537-542.
  • [2] FILHO, U. C. (2007) Engenharia Bioquímica. Uberlândia: Universidade Federal de Uberlândia (apostila).
  • [3] LEITE, I.R., FARIA, J.R., MARQUEZ, L.D.S., REIS, M.H.M., RESENDE, M.M., RIBEIRO, E.J., CARDOSO, V.L. (2012), Evaluation of hop extract as a natural antibacterial agent in contaminated fuel ethanol fermentations. Fuel Processing Technology, v.106, 611-618.
  • [4] LIMA, U. A., BASSOL, L. C., AMORIM, H.V. (2001), Biotecnologia Industrial: Processos Fermentativos e Enzimáticos. São Paulo: Edgard Blücher, v.3, 1-43.
  • [5] PACHECO, T. F. (2010), Fermentação alcoólica com leveduras de características floculantes em reator tipo torre com escoamento ascendente. 94 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) – Faculdade de Engenharia Química, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia.
  • [6] XU, T. J., ZHAO, X. Q., BAI, F. W. (2005), Continuous ethanol production using self-flocculating yeast in a cascade of fermentors. Enzyme and Microbial Technology, v.37, 634 – 640.
  • [7] ZHAO, X. Q., BAI, F. W. (2009), Yeast flocculation: New story in fuel ethanol production. Biotech. Adv., v.27, 849-856.
Como citar:

SOUSA, M.D.B.; CECÍLO, M.S.A.; GUIDINI, C.Z.; MARQUEZ, L.D.S.; RIBEIRO, E.J.; "ESTUDO DA CONTAMINAÇÃO EM FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA COM LEVEDURAS FLOCULANTES", p. 589-594 . In: . São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobec-ic-07-eb-134

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações