dezembro 2014 vol. 1 num. 1 - X Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE METODOLOGIAS PARA A DETERMINAÇÃO DA ESCOABILIDADE DE BIOMASSAS VEGETAIS

SOUZA FILHO, W.B.; TANNOUS, K.;

Artigo:

Tendo em vista a aplicação de biomassas como fonte energética e visando a estocagem e transporte destas matérias-primas aos processos de conversão, este trabalho tem como objetivo o estudo da escoabilidade de diversas biomassas, a saber: ouriço da castanha do Brasil, caroço do fruto do tucumã, jequitibá-rosa e caixeta. Os ensaios foram realizados com diâmetros médios entre 0,5 mm a 2,0 mm. Os métodos aplicados foram o índice de compressibilidade de Carr e razão de Hausner considerando as massas especificas aerada e batida; e os ângulos de repouso estático (com e sem base) e dinâmico (rotativo e mesa basculante). Os resultados experimentais mostraram uma escoabilidade boa para ouriço da castanha do brasil e o caroço do tucumã, e uma escoabilidade pobre para o jequitibá-rosa e caixeta. Com relação ao efeito do recipiente, a razão de Hausner diminuiu com o aumento do volume do cilindro, devido a maior compactação da amostra, causando um decréscimo na massa específica batida.

Artigo:

Palavras-chave: empacotamento – reaproveitamento - biomassa,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/chemeng-cobec-ic-02-ft-033

Referências bibliográficas
  • [1] CARR. R. L. (1965), Classifying flow properties of solids. Chemical Engineering, 72 (2), 69-72.
  • [2] FARIAS, F. O. M. (2012), “Caracterização De Biomassas Brasileiras para Fins de Aproveitamento Energético”, FEQ UNICAMP, Campinas-SP (dissertação de mestrado), 93p.
  • [3] GELDART, D.; ABDULLAH, E. C.; HASSANPOUR, A.; NWOKE, L. C.; WOUTERS, I.(2006), Characterization of Powder Flowability using Measurement of Angle of Repose, China Particuology, 4 (3-4), 104-107.
  • [4] HAUSNER, H. H. (1967), Friction Conditions is a Mass of Metal Powders. International Journal of Powder Metallurgy, 3 (4), 7-13.
  • [5] ILELEJI, K. E.; ZHOU B. (2008), The Angle of Repose of Bulk Corn Stover Particles. Powder Technology, 187, 110–118.
  • [6] MELLO, F.S.B.; TANNOUS. K. (2012) “Aproveitamento da Casca de Coco Verde (Coco nucifera L.) – Caracterização e Escoabilidade”, Anais do Congresso Brasileiro de Sistemas Particulados, 31, 2011, Vassouras. 353-362.
  • [7] NASCIMENTO, V. F. (2012), Caracterização de Biomassas Amazônicas - Ouriço da Castanha do Brasil, Ouriço de Sapucaia e Caroço do Fruto do Tucumã em Processos de Termoconversão, FEQ/UNICAMP, Campinas-SP (dissertação de mestrado), 128p.
  • [8] RILEY N. A. (1941), Projection Sphericity. Journal of Sedimentary Research, 11, 94- 95.
Como citar:

SOUZA FILHO, W.B.; TANNOUS, K.; "ESTUDO COMPARATIVO ENTRE METODOLOGIAS PARA A DETERMINAÇÃO DA ESCOABILIDADE DE BIOMASSAS VEGETAIS", p. 378-383 . In: . São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobec-ic-02-ft-033

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações