Pôster - Open Access.

Idioma principal

Estratégias de Leitura para e-book versus livro impresso: uma análise comparativa

Oliveira, Alessandra Bento Pereira Fernandes de; Castro, Fátima Ribeiro de; Reis, Grazielle Aleixo;

Pôster:

O presente trabalho objetiva analisar as estratégias de leitura utilizadas em sala de aula com a aplicação do livro impresso e e-books, à luz dos estudos de Koch, Marcuschi e demais críticos, buscando refletir sobre como as estratégias de leitura na formação e interação de sujeitos sociais viabilizam a existência de diferentes suportes de um texto.

Pôster:

Palavras-chave: estratégias, leitura, e-book,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/phypro-intermidialidade2014-030

Referências bibliográficas
  • [1] Alliende, F. Andamp; Condemarín, M. (2005). A leitura: teoria, avaliação e desenvolvimento. Porto Alegre: Artmed.
  • [2] Elias, V. M. Andamp; Koch, I. V. (2006). Ler e compreender: os sentidos do texto. São Paulo: Editora Contexto.
  • [3] Iser, W. (1996). O fictício e o imaginário: Perspectivas de uma antropologia literária. Rio de Janeiro: Eduerj.
  • [4] ______. (1985) Os atos de fingir ou o que é fictício no texto ficcional. In: Costa Lima, Luiz (org). Teoria da Literatura em suas fontes. V. II. Rio de Janeiro: Francisco Alves.
  • [5] ______. (1996-1999) O ato da leitura: uma teoria do efeito estético. São Paulo: Ed. 34.
  • [6] ______. (1999). A interação entre texto e leitor. In: O ato da leitura. Trad. J. Kretschemer. São Paulo: Ed. 34.
  • [7] Jauss, H. R. (1994). A história da literatura como provocação à teoria literária. Trad. de Sérgio Tellaroli. São Paulo: Ática.
  • [8] Koch, I. (1995). A coerência textual. 6. ed. São Paulo: Contexto.
  • [9] ______. (1994). A coesão textual. 7. ed. São Paulo: Contexto.
  • [10] ______. (1996). Argumentação e linguagem. São Paulo: Cortez.
  • [11] ______. (2005). Desvendando os segredos do texto. 4. ed. São Paulo: Cortez.
  • [12] ______. (1995) O texto: construção de sentidos. O texto em perspectiva, Porto Alegre, v. 9.
  • [13] Lima, L. C. (1979). O leitor demanda (d)a Literatura. In: JAUSS, Hans Robert et al. A literatura e o leitor: textos de estética da recepção. Seleção, coordenação e tradução de Luiz Costa Lima. Rio de Janeiro: Paz e Terra.
  • [14] Lotta, L. (2012). It''s time to turn the digital page: Preservice teachers explore e-book reading. Journal of Adolescent Andamp; Adult Literacy, 56. 280 -290.
  • [15] Marcuschi, L. A. (2002) Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: Dionisio, A.P. e outros (org). Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna.
  • [16] ______. (2008). Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola editorial.
  • [17] Parâmetros Curriculares Nacionais. (1998). Terceiro e quarto ciclos de ensino fundamental de língua portuguesa. Secretaria de Educação Fundamental: Brasília.
  • [18] Solé, I. (2003). Ler, leitura, compreensão: “sempre falamos a mesma coisa?” In: TEBEROSKY, Ana et al. Compreensão de leitura: a língua como procedimento. Porto Alegre: Artmed.
Como citar:

Oliveira, Alessandra Bento Pereira Fernandes de; Castro, Fátima Ribeiro de; Reis, Grazielle Aleixo; "Estratégias de Leitura para e-book versus livro impresso: uma análise comparativa", p. 399-408 . In: Aguiar, Daniella; Queiroz, João (Eds.). Anais do 1º Congresso Internacional de Intermidialidade 2014 [=Blucher Arts Proceedings, v.1 n.1]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2447-3332, DOI 10.5151/phypro-intermidialidade2014-030

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações