fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

DETERMINAÇÃO DAS ISOTERMAS DE ADSORÇÃO E DO CALOR DE SORÇÃO DA FARINHA DE BABAÇU COMERCIAL

SAMPAIO, R. M.; MATOS, E. N. V.; PAULA, M. L. de;

Artigo:

O babaçu (Orbignya martiana), palmeira abundante no Nordeste brasileiro, apresenta grande potencial econômico nas regiões em que é produzida. Seu fruto é dividido em quatro partes: epicarpo, mesocarpo, endocarpo e amêndoa, todos com aplicações industriais e comerciais. Sua farinha, obtida a partir do mesocarpo, tem tido crescente aceitação no setor alimentício, sem, no entanto, apresentar na literatura muitos estudos a respeito de suas isotermas de sorção, importantes para predizer a estabilidade química e física em função do conteúdo de água e o teor de umidade que impede o crescimento dos microrganismos. Assim, os objetivos deste trabalho foram estudar o comportamento das isotermas de adsorção da farinha de babaçu comercial às temperaturas de 25 e 40°C, selecionar o modelo que melhor se ajusta aos dados experimentais e estimar o calor isostérico de sorção. As isotermas foram construídas pelo método gravimétrico. Para os ensaios de adsorção, foram empregadas amostras de farinhas de babaçu previamente secas. A seleção do melhor modelo foi feita com base no coeficiente de determinação e no qui-quadrado. À exceção de BET, todos os demais modelos testados permitiram ajustes muito bons nas temperaturas estudadas, sendo que a 25 °C os modelos de Henderson e Peleg apresentaram os melhores ajustes, enquanto que a 40°C, o de GAB foi o mais adequado. Os calores isostéricos de adsorção apresentaram comportamento inversamente proporcional à umidade de equilíbrio.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1852-17210-137084

Referências bibliográficas
  • [1] AL-MUNHTASEB, A. H.; MCMINN, W. A. M.; MAGEE, T. R. A. Water sorption isotherms of starch powders. Part 1: mathematical description of experimental. J. Food Eng., v. 61, n.1, p. 297-307, 2004.
  • [2] BALDEZ, R. N.; MALAFAIA, O.; CZECZKO, N. G. Análise da cicatrização do cólon com uso do extrato aquoso da Orbignya phalerata (Babaçu) em ratos. Acta Cirúrgica Brasileira, v.21, 2006.
  • [3] KUROZAWA, L.E.; EL-AOUAR, A. A.; MURR, F. E. X. Obtenção de Isotermas de Dessorção de Cogumelo In Natura e Desidratado Osmoticamente. Ciênc. Tecnol. Aliment., vol. 25, n. 4, 2005.
  • [4] LABUZA, T. P. The properties of water in relationship to water binging in food: a review. J. Food Proces. Preserv. v. 1, n. 2, p. 167- 190, 1997.
  • [5] OLIVEIRA, F.C. Estudos tecnológicos e de engenharia para o armazenamento e processamento do pinhão. Porto Alegre: UFRGS, 2008. Tese (Doutorado em Engenharia). RAJI, A. O.; OJEDIRAN, J. O. Mositure sorption isotherms of two varieties of Miller. Food Bioprod. Process., v. 89, n. 3, p. 178-184, 2011.
  • [6] RESENDE, O.; CORRÊA, P.C.; GONELI, A.L.; RIBEIRO, D. M. Isotermas e calor isostérico de sorção do feijão. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, v. 26, n. 3, p. 626-631, 200
  • [7] SAMPAIO, R. M.; MARCOS, S. K.; MOARES, I. C. F.; PEREZ, V. H. Moisture adsorption behavior of biscuits formulated using wheat, oatmeal and passion fruit flour. J. Food Proces. Preserv., v. 33, p. 105-113, 2009.
  • [8] SILVA, A. P. S. Caracterização físico-química e toxicológica do pó de mesocarpo do babaçu (Orbignyaphalerata Mart): subsídio para o desenvolvimento de produtos. Teresina: UFPI, 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas). SILVA, F.; PARK, K. J.; MAGALHÃES, P.M. Isotermas de dessorção de Calendula officinalis L.: determinação experimental e modelagem matemática. Rev. Bras. Pl. Med., Botucatu, v.9, n.1, p.21-28, 2007.
Como citar:

SAMPAIO, R. M.; MATOS, E. N. V.; PAULA, M. L. de; "DETERMINAÇÃO DAS ISOTERMAS DE ADSORÇÃO E DO CALOR DE SORÇÃO DA FARINHA DE BABAÇU COMERCIAL", p. 5031-5037 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1852-17210-137084

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações