Artigo - Open Access.

Idioma principal

DESIGN E AS INTERFACES DE SERVIÇO

Secomandi, Fernando;

Artigo:

O design de serviço atualmente representa uma das principais ramificações do campo do design industrial. Este artigo traça um breve apanhado histórico dessa nascente disciplina e nota sua ainda tímida inserção no discurso acadêmico nacional. Como forma de contribuir para o fortalecimento da discussão sobre design de serviço no Brasil, são apresentadas diferentes perspectivas teóricas acerca do projeto de novos serviços. Em especial, discute-se abordagens voltadas para o projeto de interfaces materiais entre usuários e provedores. O artigo conclui com algumas considerações sobre implicações de projeto decorrentes de uma peculiaridade das relações de serviço: a presença de seres humanos na interface usuário-provedor.

Artigo:

Palavras-chave: design de serviço, design de interface, interface usuário- provedor.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/designpro-ped-01063

Referências bibliográficas
  • [1] DELAUNAY, J.-C.; GADREY, J. Services in Economic Thought: Three Centuries of Debate. Springer, 1992.
  • [2] Design for Service. Disponível em: Andlt;http://designforservice.wordpress.com/Andgt;. Acesso em: 13 mai. 2014.
  • [3] FREIRE, K. DE M.; DAMAZIO, V. Design de serviços: conceitos e reflexões sobre o futuro da disciplina. 9o Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design. Anais... São Paulo: Blücher e Universidade Anhembi Morumbi, 2010
  • [4] GALLOUJ, F.; WEINSTEIN, O. Innovation in Services. Research Policy, v. 26, p. 537–556, 1997.
  • [5] GUMMESSON, E. Service Management: An Evaluation and the Future. International Journal of Service Industry Management, v. 5, n. 1, p. 77–96, 1994.
  • [6] HOLLINS, G.; HOLLINS, B. Total Design: Managing the Design Process in the Service Sector. London: Pitman, 1991.
  • [7] MALDONADO, T. Design industrial. Edições 70, 1991.
  • [8] MERONI, A.; SANGIORGI, D. Design for Services. Aldershot: Gower, 2011.
  • [9] MORELLI, N. Designing Product/Service Systems: A Methodological Exploration. Design Issues, v. 18, n. 3, p. 3–17, 2002.
  • [10] MORELLI, N. Product-Service Systems, a Perspective Shift for Designers: A Case Study: The Design of a Telecentre. Design Studies, v. 24, n. 1, p. 73–99, 2003.
  • [11] PACENTI, E. Design dei servizi. In: BERTOLA, P.; MANZINI, E. (Eds .). Design multiverso: Appunti di fenomenologia del design. Milano: Edizioni POLI.design, 2004. p. 151–164.
  • [12] PAPASTATHOPOULOU, P.; HULTINK, E. J. New Service Development: An Analysis of 27 Years of Research. Journal of Product Innovation Management, v. 29, n. 5, p. 705– 714, 20
  • [13] SECOMANDI, F. Interface Matters: Postphenomenological Perspectives on Service Design. Tese (doutorado)—Delft: Delft University of Technology, 2012.
  • [14] SECOMANDI, F. Thinking through the Service Interface: A Study of Philips DirectLife. Design Philosophy Papers, n. #1 / 2013, 2013.
  • [15] SECOMANDI, F.; SNELDERS, D. Interface Design in Services: A Postphenomenological Approach. Design Issues, v. 29, n. 1, p. 3–13, 12 dez. 2012.
  • [16] SHOSTACK, G. L. Breaking Free from Product Marketing. Journal of Marketing, v. 41, n. 2, p. 73–80, 1977.
  • [17] SHOSTACK, G. L. How to Design a Service. European Journal of Marketing, v. 16, n. 1, p. 49–63, 1982.
  • [18] SHOSTACK, G. L. Designing Services that Deliver. Harvard Business Review, v. 62, n. 1, p. 133–139, 1984.
  • [19] SHOSTACK, G. L. Service Positioning through Structural Change. Journal of Marketing, v. 51, n. 1, p. 34–43, 1987.
  • [20] STICKDORN, M.; SCHNEIDER, J. (EDS.). This Is Service Design Thinking: Basics–Tools– Cases. Amsterdam: BIS Publishers, 2011.
Como citar:

Secomandi, Fernando; "DESIGN E AS INTERFACES DE SERVIÇO", p. 2803-2814 . In: Anais do 11º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 1, n. 4]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/designpro-ped-01063

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações