dezembro 2014 vol. 1 num. 1 - X Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA AUTOMATIZAÇÃO DO LABORATÓRIO PVT DE ÓLEOS PESADOS

VOLPATTO, D. T.; SILVA, A. L.; SOUSA, A.O.; SOUZA, D.F.S.;

Artigo:

A predição das características e da capacidade de produção de poços maduros de petróleo demanda experimentos do comportamento de fases do fluido nas condições de reservatório. Os experimentos são realizados em amostras de óleo (geralmente multifásicas), de composição desconhecida e obtida nas condições de pressão e temperatura do reservatório (acima de 6000 psi e 70 ºC). Inicialmente, determina-se a viscosidade e densidade das amostras para, em seguida, serem separadas nas frações líquidas e gasosas. Pequenas parcelas de cada uma das frações são direcionadas para: (a) caracterização por cromatografia; (b) separações multifásicas sequencial; (c) compressão e expansão sequencial; (d) determinação dos pontos de bolha e orvalho. Por fim, este conjunto extenso de resultados experimentais é reagrupado e utilizado na estimativa das condições do poço produtor. Essa laboriosa tarefa motivou o presente trabalho, que tem como objetivo a criação de software para automatização das análises PVT - Pressão, Volume e Temperatura - e geração de relatórios/resultados. O programa desenvolvido em linguagem Python possui interface amigável, gerador de gráficos, pacotes numéricos para estimativa de propriedades termodinâmicas e de equilíbrio de fases e comunicação com demais softwares para edição de relatórios (Word®, Excel®, Adobe® e outros). Para validação do software utilizou-se informações de dados experimentais disponibilizados na literatura.

Artigo:

Palavras-chave: análise PVT, propriedades PVT, fluidos de reservatório de petróleo.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/chemeng-cobec-ic-04-ms-094

Referências bibliográficas
  • [1] DANESH, A. (1998), PVT and Phase Behavior of Petroleum Reservoir Fluids. Editora Elsevier, Amsterdam.
  • [2] GRECCO, H. E. Pint Documentation. Disponível em: Andlt;https://media.readthedocs.org/pdf/pint/latest/pint.pdfAndgt;. Acesso em: 24 set. 2013.
  • [3] GROHMANN, C. WxGlade manual. Disponível em: Andlt;http://wxglade.sourceforge.net/manual/manual.pdfAndgt;. Acesso em: 24 set. 201
  • [4] LUTZ, M. (2009), Python: Pocket Reference. Editora O''reilly, Sebastopol. RAPPIN, N., DUNN, R. (2006), WxPython In Action. Editora Manning, Greenwich.
  • [5] RUTLEDGE, L. A. M., RAJAGOPAL, K. (2007), “Determinação de Ponto de Bolha de um Óleo Vivo a partir de Dados PVT” 4° Pdpetro, Campinas-Sp, p. 1-7. SCIPY COMMUNITY. SciPy Reference Guide. Disponível em: Andlt;http://docs.scipy.org/doc/scipy/scipyref.pdfAndgt;. Acesso em: 24 set. 2013.
  • [6] WHITSON, C. H., BRULÉ, M. R. (2000), Phase Behavior. Editora Society Of Petroleum Engineers, Internacional. (SPE Monograph Series).
Como citar:

VOLPATTO, D. T.; SILVA, A. L.; SOUSA, A.O.; SOUZA, D.F.S.; "DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA AUTOMATIZAÇÃO DO LABORATÓRIO PVT DE ÓLEOS PESADOS", p. 469-472 . In: . São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobec-ic-04-ms-094

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações