Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIA PARA EXTRAÇÃO DO ÓLEO DE ABACATE

HERMSDORFF, G. B.; de BRITO, V. P.; AGUIAR, V. S.;

Artigo Completo:

O óleo de abacate é muito utilizado na indústria de cosméticos devido suas propriedades hidratantes. O processo de extração mais tradicional é o da prensagem a frio, que vem sendo substituída pela extração por solvente. O solvente mais utilizado é o hexano com a acetona, porém esse processo gera resíduos com elevado impacto ambiental. Portanto, formas alternativas e menos poluentes vêm surgindo, dentre elas a extração por enzima. Neste trabalho, buscou-se comparar esta extração com a extração por solvente, com o intuito de estudar o rendimento, bem como a análise composicional do óleo extraído.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2015-313-33906-260281

Referências bibliográficas
  • [1] DANIELI, F. O óleo de abacate (Persea americana Mill) com uma matéria-prima para a indústria alimentícia. 2006. 48 p. Dissertação (Mestrado). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2006.
  • [2] LOPES, W.; FASCIO, M. Esquema para interpretação de espectros de substâncias orgânicas na região do infravermelho. Quim. Nova, v. 27, n. 4, p. 670-673, 2004.
  • [3] RAMALHO, H. F.; SUAREZ, P. A. Z. A química dos óleos e gorduras e seus processos de extração e refino. Rev. Virtual Quim., v. 5, n. 1, p. 2-15, 201
  • [4] TANGO, J. S.; CARVALHO, C. R. L.; SOARES, N. B. Caracterização física e química de frutos de abacate visando a seu potencial para extração de óleo. Rev. Bras. Fruticultura, v. 26, n. 1, p. 17-23, 200
  • [5] UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Ácidos graxos. Disponível em: http://www.iq.ufrgs.br/ead/quimicapop/material/acidograxo.pdf Acesso em: 01 mar. 201
Como citar:

HERMSDORFF, G. B.; de BRITO, V. P.; AGUIAR, V. S.; "DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIA PARA EXTRAÇÃO DO ÓLEO DE ABACATE", p. 1112-1116 . In: Anais do XI Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.3]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2015-313-33906-260281

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações