dezembro 2014 vol. 1 num. 5 - II Congresso Brasileiro de Medicina Hospitalar

Resumo - Open Access.

Idioma principal

Cuidado da equipe médica e multiprofissional no Tratamento do Idoso Hospitalizado

Oliveira, N.A.; Gulla, A.C.; Coutinho, C.C.;

Resumo:

A população mundial com o aumento da qualidade de vida houve um número crescente de idosos. Tal cenário demonstra que o envelhecimento se tornou uma discussão de âmbito socioeconômico e principalmente sanitário. Houve essa mudança do aumento da população idosa nas últimas duas décadas e tal mudança do perfil demográfico da população diminuíram as doenças infecto-contagiosas, no entanto as doenças crônico-degenerativas aumentaram significativamente. Políticas públicas de saúde voltadas para a população idosa não tem uma estruturação adequada para o atendimento dos problemas de saúde mental dessa população. No Brasil a transição demográfica e epidemiológica, não foi simultânea ao desenvolvendo programas de melhoria nas condições sociais e de assistência integral à população idosa. O objetivo principal do estudo baseou-se em evidenciar a importância da assistência multidisciplinar da equipe médica com a equipe de saúde no tratamento do idoso hospitalizado com o intuito de proporcionar o cuidado à saúde do geronte no diagnóstico, tratamento e prevenção de sequelas. A metodologia utilizada foi à avaliação dos idosos hospitalizados em um hospital da cidade de campinas. Essa avaliação foi realizada a partir dos dados dos prontuários, das anotações médicas e relatos da equipe de saúde frente à assistência e aos cuidados prestados aos 20 idosos hospitalizados, os quais foram avaliados do momento da internação até a alta hospitalar. Os idosos avaliados no estudo demonstraram sintomatologia para a depressão, sendo que 29% apresentaram sinais como apatia, desesperança, 5% relataram que já tiveram a ideia de suicídio, e 66% apresentaram diagnóstico de depressão de acordo com relato do prontuário médico, e 50% dos idosos faziam uso de anti-depressivos e/ou antiansiolíticos. Conclui-se que com a assistência prestada ao idoso atualmente no cenário médico juntamente a equipe de saúde há um déficit de profissionais capacitados para o atendimento na área de gerontologia e geriatria, e que os profissionais de saúde devem se capacitar continuamente na área de saúde do idoso, prevenindo subsequentes internações, resistência antimicrobiana, garantindo a segurança do idoso hospitalizado.

Resumo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/medpro-II-cbmh-073

Referências bibliográficas
Como citar:

Oliveira, N.A.; Gulla, A.C.; Coutinho, C.C.; "Cuidado da equipe médica e multiprofissional no Tratamento do Idoso Hospitalizado", p. 76 . In: . São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/medpro-II-cbmh-073

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações