Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

CONTROLE DA MISTURA AR/COMBUSTÍVEL EM UM MOTOR A COMBUSTÃO INTERNA: SISTEMA EM MALHA FECHADA

Pereira, Bruno Silva; Justo, João Francisco; Laganá, Armando Antonio Maria;

Artigo Completo:

O controle da mistura ar/combustível é muito importante para o correto funcionamento dos motores à combustão interna ciclo Otto. A relação entre o ar e o combustível influencia diretamente no funcionamento do motor, na emissão de poluentes e no consumo de combustível. Este trabalho apresenta o desenvolvimento de um controle da mistura ar/combustível a partir do estudo de modelos de malha fechada deste sistema. Esse controle tem por objetivo manter a mistura o mais próxima possível do ponto estequiométrico, a fim de otimizar a taxa de conversão de gases poluentes pelo catalisador, e utiliza um sensor de oxigênio, conhecido como sonda lambda, para realizar a realimentação do sistema, indicando se a mistura está no ponto estequiométrico. Este trabalho também apresenta o desenvolvimento de um compensador em malha fechada para controlar a mistura a/c (ar/combustível) em outros pontos, além do estequiométrico, através do uso de uma sonda lambda de banda larga.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/engpro-simea2015-PAP213

Referências bibliográficas
  • [1] A. G. Ulsoy, H. Peng e M. Çakmakci, Automotive Control Systems, 1ª ed., Nova York: Cambridge University Press, 2012.
  • [2] J.-C. Ruiz, P. Gil, P. Yuste e D. de-Andrés, “Dependability Benchmark of Automotive Engine Control Systems,” em Dependability Benchmarking for Computer Systems, Wiley-IEEE Computer Society Press, 2008, pp. 111-140.
  • [3] J. Yu e B. M. Wilamowski, “Recent Advances in In-vehicle embedded systems,” IEEE Industrial Electronics Society - IECON 2011, pp. 4623-4625, 2011.
  • [4] S. Karagiorgis, K. Glover e N. Collings, “Control Challenges in Automotive Engine Management,” European Journal of Control. Vol 13. nº 2-3, pp. 92-104, Janeiro 2007.
  • [5] H. CHEN, X. GONG, Y.-F. HU, Q.-F. LIU, B.-Z. GAO e H.-Y. GUO, “Automotive Control: the State of the Art and Perspective,” Acta Automatica Sinica. Vol 39. nº 4, pp. 322-346, Abril 2013.
  • [6] Zhang H., H. R. Karimi, X. Zhang e J. Wang, “Advanced Control and Optimization with Applications to Complex Automotive Systems,” Mathematical Problems in Engineering. Vol 2014, pp. 1-3, 2014.
  • [7] M. Gleirscher, A. Vogelsang e S. Fuhrmann, “A Model-Based Approach to Innovation Management of Automotive Control Systems,” IEEE 8th International Workshop on Software Product Management, pp. 1-10, 2014.
  • [8] L. Guzzella e C. H. Onder, Introduction to Modeling and Control of Internal Combustion Engine Systems, 2ª ed., Zurique: Springer-Verlag, 2010.
  • [9] J. R. Wagner, D. M. Dawson e L. Zeyu, “Nonlinear Air-to-Fuel Ratio and Engine Speed Control for Hybrid Vehicles,” IEEE Transactions on Vehicular Technology. Vol 52. nº 1, pp. 184-195, Janeiro 2003.
  • [10] M. Balenovic, “Modeling and Model-Based Control of a Three-Way Catalytic Converter,” Eindhoven, 2002.
  • [11] J. B. Heywood, Internal Combustion Engine Fundamentals, 1ª ed., vol. 1, A. Duffy e J. M. Morriss, Eds., Nova Iorque: McGraw-Hill, 1988.
  • [12] W. B. Ribbens, Understanding Automotive Eletronics, 5ª ed., Woburn, Massachusetts: Butterworth–Heinemann, 1998.
  • [13] T. Denton, Automobile Electrical and Electronic Systems, 3ª ed., Londres: Elsevier Butterworth-Heinemann, 2004.
  • [14] W. W. Pulkrabek, Engineering Fundamentals of the Internal Combustion Engine, 2ª ed., vol. 1, Platteville: Prentice Hall, 2003.
  • [15] U. Kiencke e L. Nielsen, Automotive Control Systems, 2ª ed., Berlim: Springer, 2005.
  • [16] R. J. Farrauto e R. M. Heck, “Catalytic Converters: State of the Art and Perspectives,” Catalysis Today - 51, pp. 351-360, 1999.
  • [17] Zhang Y., R. W. Cattrall, I. D. McKelvie e S. D. Kolev, “Gold, an alternative to platinum group metals in automobile catalytic converters,” Gold Bulletin. Vol 44. nº 3, pp. 145-153, Agosto 2011.
  • [18] B. C. F. PEREIRA, “Unidade de Gerenciamento Eletrônico de um Motor Volkswagen 2.0L: Projeto Otto II.,” São Paulo, 2013.
  • [19] H. Peng, G. T.-C. Chiu e T.-C. Tsao, “Digital Control of Discrete Systems. Chap 6 - Design of Discrete Time Controller,” Boulder, 2008.
  • [20] D. E. Seborg, T. F. Edgar e D. A. Mellichamp, Process Dynamics and Control, 2ª ed., Santa Barbara: Wiley, 2004.
  • [21] G. T. Braga, “Uma Contribuição ao Controle de Motores de Combustão Interna de Ignição por Centelha na Condição de Marcha Lenta,” Belo Horizonte, 2007.
  • [22] F. J. P. PUJATTI, “Desenvolvimento de um Sistema de Gerenciamento Eletrônico para Motores de Ignição por Centelha,” Belo Horizonte, 2007.
Como citar:

Pereira, Bruno Silva; Justo, João Francisco; Laganá, Armando Antonio Maria; "CONTROLE DA MISTURA AR/COMBUSTÍVEL EM UM MOTOR A COMBUSTÃO INTERNA: SISTEMA EM MALHA FECHADA", p. 673-689 . In: In Anais do XXIII Simpósio Internacional de Engenharia Automotica - SIMEA 2014 [=Blucher Engineering Proceedings]. São Paulo: Blucher, 2015. . São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-simea2015-PAP213

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações