Artigo - Open Access.

Idioma principal

CONFORTO E DURABILIDADE DE PROTÓTIPOS DE CALÇAS DE JEANS CO/PET CONVENCIONAL E DE JEANS CO/PET RECICLADO

Duarte, Luciana dos Santos;

Artigo:

O jeans é um material central na cultura humana. Cada vez mais são ofertados jeans compostos de CO/PET convencional, devido às vantagens competitivas de sua produção. Buscando minimizar o impacto ambiental gerado por este tipo de jeans, a indústria têxtil tem ofertado jeans de fibras recicladas. A substituição de um jeans pelo outro, por parte do consumidor, está sujeita, contudo, a uma investigação sobre a adequação ao uso, à durabilidade da matéria-prima empregada e aos critérios ecológicos e de qualidade. A durabilidade e o conforto dos jeans supracitados são analisados comparativamente por meio de teste de uso de dois protótipos de calças, que foram lavados de forma intensiva, durante 30 dias cada. A avaliação do uso dos protótipos indica que ambos, por terem a mesma composição, apresentam conforto termo-fisiológico semelhantes. Nos demais parâmetros apresentados, o jeans CO/PET convencional apresenta maior conforto tátil e conforto estético que o jeans reciclado, sendo preferível do ponto de vista do usuário. As informações fornecidas pelos fabricantes permitiram constatar que o jeans CO/PET convencional comporta maior amplitude de formas de lavar, passar e secar – ao contrário do jeans reciclado. De uma maneira geral, embora o jeans reciclado esteja associado à redução do impacto ambiental nas fases de pré-produção à manutenção, o mesmo apresenta menor durabilidade e conforto que em relação ao jeans CO/PET convencional.

Artigo:

Jeans is a core material in human culture. Increasingly, conventional CO/PET jeans are offered due to the competitive advantages of its production. Seeking to minimize the environmental impact generated by this type of jeans, the textile industry has offered recycled jeans. The replacement of one jeans for the other, by the consumer, is subject to an investigation of the fitness for use, the durability of the raw material used and the ecological and quality criteria. The durability and comfort of the aforementioned jeans are comparatively analyzed by using two prototype pants, which have been washed intensively for 30 days each one. The evaluation of the use of the prototypes indicates that since both of them have the same composition, they have similar thermo-physiological comfort. For the other parameters presented, the CO/PET conventional jeans has greater tactile comfort and aesthetic comfort that recycled jeans, being preferable from the point of view of the user. The information provided by the manufacturers showed that CO/PET conventional jeans PET involves greater range of ways of washing, ironing and dry – unlike the recycled jeans. In general, although the recycled jeans are associated with reduced environmental impact from the pre-production to maintenance, it has lower durability and comfort compared to CO/PET conventional jeans.

Palavras-chave: Conforto de jeans, calça jeans, jeans reciclado, jeans CO/PET, teste de uso, Jeans comfort, jeans pants, recycled jeans, CO/PET jeans, usability test,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/designpro-ped-00194

Referências bibliográficas
  • [1] ABNT NBR ISO 3758. Têxteis: códigos de cuidados usando símbolos. 2006, 26 p. ABREU, M. C. S. et al. Perfis estratégicos de conduta social e ambiental: estudos na indústria têxtil nordestina. Revista Gestão Andamp; Produção, São Carlos, v. 15, n. 1, jan./abr. 2008, p. 159-172.
  • [2] BAXTER, M. Projeto de produto: guia prático para o design de novos produtos. São Paulo: Blucher, 2000, 260 p.
  • [3] BERTINI, J. Medição do conforto: o bom desempenho das mesclas poliéster/algodão. Rhodia-ster/MAndamp;G, ano 10, n. 32, set. 2003, 4 p.
  • [4] BILISIK, K., YOLACAN, G. Tensile and tearing properties of newly developed structural denim fabrics after abrasion. Fibres Andamp; Textiles in Eastern Europe, v. 19, n. 5(88), 2011, p. 54-59.
  • [5] BOTA, S., RATIU, M. Eco-textiles. In Annals of The International Scientific Symposium Innovative Solutions for Sustainable Development of Textiles Industry. Faculty of Textiles and Leatherwork, University of Oradea, Romania, 2008, p. 424-427.
  • [6] BOVEA, M. D., PÉREZ-BELIS, V. A taxonomy of ecodesign tools for intergrating environmental requirements into the product design process. Journal of Cleaner Production, v. 20, 2012, p. 61-71.
  • [7] CALLISTER, W. D. Ciência e engenharia de materiais: uma introdução. Rio de Janeiro: LTC, 2002, 359 p.
  • [8] CATOIRA, L. Jeans, a roupa que transcende a moda. Idéias Andamp; Letras, Aparecida-SP, 2006, 131 p.
  • [9] CHATTOPADHYAY, R. Design of apparel fabrics: role of fibre, yarn and fabric parameters on its functional attributes. Journal of Textile Engineering, v. 54, n. 6, 2008, p. 19-190.
  • [10] CLARCK, G.; KOSORIS, J.; HONG, L.; CRUL, M. Design for sustainability: current trends in sustainable product design and development. Sustainability, Paris, ano 1, 2009, p. 409-424.
  • [11] COBRA, M. Marketing Andamp; moda. São Paulo: Editora Senac São Paulo, Cobra Editora e marketing, 2007, 263 p.
  • [12] COMAN, D., VRÎNCEANU, N., NEAGU, I. Eco-efficiency in the textile manufacturing activity by apposition environmental management. Annals of the University of Oradea Fascicle of Textiles – Leatherwork, v. 7, n. 1, 2011, p. 62-65.
  • [13] DIOR, C. O pequeno dicionário de moda. São Paulo: Martins, 2009, 136 p. FIGUEIREDO, G. C., CAVALCANTE, A. L. B. L. Calça jeans – produtividade e possibilidades sustentáveis. Revista Projética, v. 1, n. 1, dez. 2010, p. 128-145.
  • [14] FLETCHER, K. Sustainable fashion and textiles: design journeys. Londres e Washington DC: Earthscan, 2008, 239 p.
  • [15] GROSE, L. Moda Andamp; sustentabilidade: design para mudança. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2011, 192 p.
  • [16] GIROLETTI, D. Fábrica convento disciplina. Imprensa Oficial, Belo Horizonte, 1991, 274 p.
  • [17] HU, Y. A study of the sustainable fashion design in the process of use. International Journal of Arts and Commerce, v. 1, n. 4, 2012, p. 54-59.
  • [18] IIDA, I. Ergonomia: projeto e produção. São Paulo: Edgard Blücher, 2005, 614 p.
  • [19] KALLIALA, E. M., NOUSIAINEN, P. Life cycle assessment: environmental profile of cotton and polyester-cotton fabrics. Research Journal, v. 1, n. 1, 1999, 13 p.
  • [20] KAZAZIAN, T. Haverá a idade das coisas leves: design e desenvolvimento sustentável. Editora SENAC, São Paulo, 2005, 194 p.
  • [21] LAITALA, K.; BOKS, C. Sustainable clothing design: use matters. Journal Design Research, v. 10, n. 1-2, 2012, p. 121-139.
  • [22] LEÃO, M. D. et al. Controle ambiental na indústria têxtil: acabamento de malhas. Projeto Minas Ambiente, Belo Horizonte, 2002, 356 p.
  • [23] LEITE, P. R. Logística reversa: meio ambiente e competitividade. Pearson Prentice Hall, São Paulo, 2009, 240 p.
  • [24] LIPOVETSKY, G. O império do efêmero. São Paulo: Companhia das Letras, 2009, 352 p. MEKSI, N.; TICHA, M. B.; KECHIDA, M.; MHENNI, M. F. Using of eco-friendly α-hydroxycarbonyls as reducing agents to replace sodium dithionite in indigo dyeing process. Journal of Cleaner Production, v. 24, 2012, p. 149-158.
  • [25] OZDIL, N. Stretch and bagging properties of denim fabrics containing different rates of elastane. Journal Fibres Andamp; Textiles in Eastern Europe, v. 16, n. 1, jan./mar. 2008, p. 63-67.
  • [26] PEZZOLO, D. B. Tecidos: história, tramas, tipos e usos. Editora Senac São Paulo, São Paulo, 2007, 324 p.
  • [27] PORAV, V.; DOBLE, L. Methods for measuring garments comfort and influence factors in tactile comfort. Annals of the University of Oradea, Fascicle of Textiles – Leatherwork, v. 1, n. 2, 2010, p. 118-122.
  • [28] RUSU, L. Environment protection and the 21st century fibers. Annals of the University of Oradea Fascicle of Textiles – Leatherwork, v. 1, n. 1, 2010, p. 263-266.
  • [29] SACHS, I. Estratégias de transição para do século XXI: desenvolvimento e meio ambiente. Studio Nobel, São Paulo, 1993, 104 p.
  • [30] SELIG, P. M.; CAMPOS, L. M. S.; LERIPIO, A. A. Gestão ambiental. In: BATALHA, M. O. (org). Introdução à engenharia de produção. Elsevier, Rio de Janeiro, 2008, 312 p. SLACK, N. et al. Administração da produção. Atlas, São Paulo, 1997, 754 p.
  • [31] SMITH, G. G., BARKER, R. H. Life cycle analysis of a polyester garment. Resources, Conservation and Recycling, v. 14, 1995, p. 233-249.
  • [32] SOUZA, M. C. C. Produção de algodão orgânico colorido: possibilidades e limitações. Informações Econômicas, São Paulo, v. 30, n. 6, jun. 2000, p. 91-98.
  • [33] VIVEKANADAN, M. V.; RAJ, S.; SREENIVASAN, S.; NACHANE, R P. Parameters affecting warm-cool feeling in cotton denim fabrics. Indian Journal of Fibre Andamp; Textile Research, v. 36, jun. 2011, p. 117-121.
Como citar:

Duarte, Luciana dos Santos; "CONFORTO E DURABILIDADE DE PROTÓTIPOS DE CALÇAS DE JEANS CO/PET CONVENCIONAL E DE JEANS CO/PET RECICLADO", p. 1924-1934 . In: Anais do 11º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 1, n. 4]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/designpro-ped-00194

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações