Abstract - Open Access.

Idioma principal

Concentração de Aflatoxina, Ocratoxina e Zearalenona em Farinhas de Trigo

Concentração de Aflatoxina, Ocratoxina e Zearalenona em Farinhas de Trigo

Valbring, Leisiane; Reichert, Alana Meira; Souza, Juliete Gomes de Lara de; Sonsin, Paula Andrade;

Abstract:

As micotoxinas tais como Aflatoxina (AFLA), Ocratoxina (OCRA) e Zearalenona (ZEA) são metabólitos secundários produzidos por fungos toxigênicos, sendo prejudicial à saúde humana. São frequentemente contaminantes de diversos cereais dentre eles o trigo e conseguintemente seus derivados como a farinha de trigo. Diante disto, o presente estudo teve como objetivo analisar 204 amostras de farinha de trigo produzidas na região do oeste do Paraná durante o período de janeiro de 2012 a dezembro de 2013, com objetivo de avaliar a concentração mínima e máxima destas micotoxinas. A determinação de Aflatoxina, Ocratoxina e Zearalenona nas amostras foi através dos procedimentos preconizados pela empresa fabricante (Aflatest®, OcratestTM e Zearalatest®), consistindo na extração e purificação através de colunas de imunoafinidade. Referente a pesquisa da micotoxina AFLA, as amostras, no ano de 2012 apresentaram concentração média de 3,8 µg/kg, máxima 9,9 µg/kg e mínimo de 1,75 µg/kg, e no ano de 2013 apresentou média de 4,2 µg/kg, máxima de 8,2 µg/kg, e apresentou mínimo de 1,79 µg/kg. Na pesquisa de OCRA, a concentração média no ano de 2012 foi de 0,3 µg/kg, com valor máximo de 0,5 µg/kg e mínimo de 0,0442 µg/kg, em relação ao ano de 2013, a média obtida foi de 1,1 µg/kg, a ocorrência máxima é de 2,7 µg/kg e a mínima de 0,0417 µg/kg, já na análise em relação à micotoxina ZEA, as amostras apresentaram média, valor máximo e mínimo de 46,9 µg/kg, 87,9 µg/kg e 18,3 µg/kg em 2012, respectivamente, e em 2013, média de 42,5 µg/kg, máxima de 78,9 µg/kg e mínima de 20,2 µg/kg. Conclui-se que para viabilizar a produção de alimentos seguros para os consumidores, ao nível de micotoxina, é necessário o monitoramento de níveis de contaminantes, estabelecendo um programa que tenha como base boas praticam de manejo, visando minimizar o risco de contaminação do trigo, atendendo a legislação vigente.

Abstract:

Palavras-chave: Aflatoxina, Farinha de trigo, Micotoxina, Ocratoxina, Zearalenona,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/foodsci-microal-092

Referências bibliográficas
Como citar:

Valbring, Leisiane; Reichert, Alana Meira; Souza, Juliete Gomes de Lara de; Sonsin, Paula Andrade; "Concentração de Aflatoxina, Ocratoxina e Zearalenona em Farinhas de Trigo", p. 549-550 . In: Proceedings of the XII Latin American Congress on Food Microbiology and Hygiene [=Blucher Food Science Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-201X, DOI 10.5151/foodsci-microal-092

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações