fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

CINÉTICA DE SECAGEM E COEFICIENTE DE DIFUSIVIDADE DE PIMENTAS MALAGUETAS DESIDRATADAS EM SECADOR DE LEITO FIXO

CATELAM, K. T.; NAKAMURA, M. M. N.; TELIS-ROMERO, J.;

Artigo:

Apesar de todas as vantagens do processo de secagem de alimentos, a secagem de pimentas ainda é pouco explorada. Realizou-se a secagem de pimentas malaguetas em secador de leito fixo a 40, 50, 60 e 70°C por 5 horas com velocidade do ar de 1,6 m/s e pesagens a cada 10 minutos para construção das curvas de taxa de secagem em função do tempo. Na modelagem destas curvas empregaram-se os modelos empíricos de Henderson-Pabis, Lewis, Page e o modelo teórico difusivo obtido da segunda Lei de Fick considerando geometria de cilindro finito. A taxa de secagem aumentou com o incremento da temperatura, conforme esperado. Na relação entre taxa de secagem e umidade da pimenta, observou-se apenas o período de taxa de secagem decrescente com a diminuição da umidade, resultado comum à grande maioria dos alimentos já estudados na literatura. O melhor ajuste foi obtido com o modelo de Page, enquanto que, com o modelo difusivo, encontraram-se valores de difusividade da ordem de 10-10 e 10-11 m2/s.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-2044-16169-140756

Referências bibliográficas
  • [1] CARNEIRO, P.A.V.; SILVA, F.S.; PORTO, A.G. Análise da cinética de secagem de pimenta variedade dedo de moça. In: Congresso de Iniciação Científica, 4ª. (JC), 2011, Cáceres/MT: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PRPPG, 201
  • [2] CHANDY, E.; ILYAS, S.M.; SAMUEL, D.V.K.; SINGH, A. Effect of some physical treatments on drying characteristics of red chillies. Proceedings of the International Agricultural Engineering Conference, Bangkok, Thailan, p. 489-498, 199
  • [3] CRANK, J. The Mathematics of Diffusion. Oxford: Clarendon Press, 1975.
  • [4] EMBRAPA HORTALIÇAS. Capsicum: Pimentas e Pimentões do Brasil. Disponível em: http://www.cnph.embrapa.br/capsicum/index.htmAndgt;. Acesso em: 23/06/2013.
  • [5] FOUST, A.S.; WENZEL, L.A.; CLUMP, C.W.; ANDERSON, L.B. Princípios das Operações Unitárias. Rio de Janeiro: Guanabara Dois, 2008.
  • [6] FRAIFE FILHO, G.A. Pimenta. Disponível em: Andlt;http://www.ceplac.gov.br/radar/pimenta.htmAndgt;. Acesso em: 02/07/2012.
  • [7] GONELLI, A.L.D.; CORREA, P.C.; OLIVEIRA, G.H.H.; GOME,S C.F.; BOTELHO, F.M. Water sorption isotherms and thermodynamic properties of pearl millet grain. J. Food Sci. Technol, v.45, p. 828-838, 2010.
  • [8] HALL, C. W. Drying and storage of agricultural crops. Westport: AVI Publishing Company, 1980.
  • [9] KALEEMULLAH, S; KAILAPPAN, R. Drying Kinetics of Red Chillies in a Rotary Dryer. Biosyst. Eng., v.92, n.1, p.15-23, 2005.
  • [10] KEEY, R. B. Drying: principles and practice. Oxford: Pergamon Press, 1975.
  • [11] RIZVI, S. S. H. Thermodynamic properties of foods in dehydration. In: RAO, M. A.; RIZVI, S. S. H.; DATTA, A. K.: Engineering properties of foods. Boca Raton: Taylor Andamp; Francis Group, 2005.
  • [12] SANTOS, J.A.B.; SILVA, G.F.; PAGANI, A.A.C. Estudo da cinética de secagem da pimenta malagueta (Capsicum Spp) cultivada no estado de Sergipe. Revista GEINTEC, v. 2, n.5, p.465-471, 20
Como citar:

CATELAM, K. T.; NAKAMURA, M. M. N.; TELIS-ROMERO, J.; "CINÉTICA DE SECAGEM E COEFICIENTE DE DIFUSIVIDADE DE PIMENTAS MALAGUETAS DESIDRATADAS EM SECADOR DE LEITO FIXO", p. 5129-5136 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-2044-16169-140756

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações