Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

CINÉTICA DA SECAGEM DA SEMENTE DE MORINGA OLEIFERA LAM

ALMEIDA, FERNANDA NAIARA CAMPOS DE; BERNI, JÉSSICA VIOLIN; MEDEIRO, JANAÍNA FERNANDES; SIQUEIRA, NATHÁLIA WISNIEWSKI; PEREIRA, NEHEMIAS CURVELO;

Artigo Completo:

O estudo da cinética de secagem é de fundamental importância para a modelagem matemática, a qual tem sido muito usada no projeto e em análise dos processos de transferência de calor e de massa, durante a secagem. O objetivo do presente trabalho foi ajustar diversos modelos matemáticos ao processo de secagem das sementes de Moringa oleifera Lam. em diferentes temperaturas de secagem, e determinar o coeficiente de difusão efetivo e a energia de ativação. As sementes de moringa utilizadas foram colhidas com teor de água médio de 7,0% (b.s.). A secagem do produto foi realizada nas temperaturas de 40, 50, 60, 70 e 80 °C e velocidade do ar constante de 1,5 m/s. Dentre os modelos que apresentaram melhor ajuste aos dados experimentais, o da Aproximação da Difusão e de Verna foram os que melhor se ajustaram aos dados nas diferentes condições de secagem, com exceção para secagem a 40°C, que apresentou o modelo Logarítimico como o mais adequado. O coeficiente de difusão efetivo aumentou com a elevação da temperatura, variando de 0,79x10-10 a 2,14x10-10 m²/s, para o intervalo de temperaturas de 40 a 80°C. A relação entre o coeficiente de difusão efetivo e a temperatura de secagem pode ser descrita pela equação de Arrhenius, que apresenta uma energia de ativação para a difusão líquida na secagem de 24,33 kJ/mol.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/ENEMP2015-SE-543

Referências bibliográficas
  • [1] AFONSO JÚNIOR, P.C.; CORRÊA, P.C. Comparação de modelos matemáticos para descrição da cinética de secagem em camada fina de sementes de feijão. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.3, p.349-353,1999.
  • [2] ANWAR, F.; BHANGHER, M.I. Analytical Characterization of Moringa oleifera Seed Oil Grown in Temperate Regions of Pakistan. Journal Agricultural and Food Chemistry, v. 51, p. 6558-6563, 2003.
  • [3] DOYMAZ, I. Drying behaviour of green beans. Journal of Food Engineering, v.66, p. 161-165, 2005.
  • [4] DOYMAZ, I.; PALA, M. The thin-layer drying characteristics of corn. Journal of Food Engineering, v.60, p. 125-130, 2003.
  • [5] FARIA, R.Q.; TEIXEIRA, I.R.; DEVILLA, I.A.; ASCHERI, D.P.; RESENDE, O. Cinética de secagem de sementes de crambe. R. Bras. Eng. Agríc. Ambiental, v. 16, n. 5, p. 573-583, 2012.
  • [6] FRIGHETTO, R.T.S.; FRIGHETTO, N.; SCHNEIDER, R.P.; LIMA, P.C.F. O potencial da espécie Moringa oleifera (Moringaceae).I. A planta como fonte de coagulante natural no saneamento de águas e como suplemento alimentar. Revista Fito, v. 3, n. 2, p. 78-88, 2007.
  • [7] HENDERSON, S. M. Progress in developing the thin layer drying equation. Transactions of the ASAE, v. 17, p. 1167- 1168, 1974.
  • [8] HENDERSON, S. M.; PABIS, S., Grain drying theory. I. Temperature effect on drying coefficient. Journal of Agriculture Engineering, v.33, p. 169-174, 1961.
  • [9] LUZ, G. R. Modelagem Matemática e Análise do Secador Rotativo de Farelo de Soja. 2006. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química), Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2006.
  • [10] MADAMBA, P.S.; DRISCOLL, R.H.; BUCKLE, K.A. The thin-layer drying characteristics of garlic slices. Journal of food engineering, v. 29, n. 1, p. 75-97, 1996
  • [11] MORTON, J.F. The horseradish tree, Moringa pterygosperma (Moringacea) – A boon to arid lands?. Economic Botany, v. 45, n. 3, p. 318-333, 1991.
  • [12] MOTTA LIMA, O. C. Estudo sobre a secagem de folhas de celulose. 1999. Tese (Doutorado em Engenharia Química), Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1999.
  • [13] PAGE, G.E. Factors influencing the maximum rates of air drying shelled corn in thin layers. Indiana, 1949, Thesis (M. Sc.), Purdue University.
  • [14] PONCIANO, S.M.; DRISCOLL, R.H.; BUCKLE, K.A. The Thin-layer Drying Characteristics of Garlic Slices. Journal of Food Engineering, v. 29, p. 75-97, 1996.
  • [15] SILVA, M.O. Caracterização física e química da semente de Moringa oleífera e estudo do processo de obtenção de óleo. 2013. 50 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Alimentos). Departamento de Engenharia de Alimentos, Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2013.
  • [16] THOMPSON, T. L; PEART, R. M.; FOSTER, G. H. Mathematical simulation of corn drying – A new model. Transaction of the ASAE, v. 11, n. 4, p. 582-586, 1968.
  • [17] TOĞRUL, İ. T.; PEHLIVAN, D. Modelling of thin layer drying kinetics of some fruits under open-air sun drying process. Journal of Food Engineering, v. 65, n. 3, p. 413-425, 2004.
  • [18] VERNA, L. R.; BUCKLIN, R. A.; ENDAN, J. B.; WRATTEN, F. T.Effects of drying air parameters on rice drying models. Transactions of the ASAE, v. 28, p. 296-301, 1985.
  • [19] YALDIZ, O.; ERTEKIN, C.; UZUN, H. I. Mathematical modeling of thin layer solar drying of sultana grapes. Energy, v. 26, n. 5, p. 457-465, 2001.
  • [20] ZOGZAS, N. P.; MAROULIS, Z. B.; MARINOS-KOURIS, D. Moisture diffusivity data compilation in foodstuffs. Drying technology, v. 14, n. 10, p. 2225-2253, 1996.
Como citar:

ALMEIDA, FERNANDA NAIARA CAMPOS DE; BERNI, JÉSSICA VIOLIN; MEDEIRO, JANAÍNA FERNANDES; SIQUEIRA, NATHÁLIA WISNIEWSKI; PEREIRA, NEHEMIAS CURVELO; "CINÉTICA DA SECAGEM DA SEMENTE DE MORINGA OLEIFERA LAM", p. 1638-1647 . In: In Anais do XXXVII Congresso Brasileiro de Sistemas Particulados - ENEMP 2015 [=Blucher Engineering Proceedings]. São Paulo: Blucher, 2015. . São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/ENEMP2015-SE-543

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações