Artigo - Open Access.

Idioma principal

CARTOGRAFIA DO CONCEITO DE DESIGN GRÁFICO - UMA ANÁLISE INSTITUCIONAL E HISTÓRICA

Almeida, Fernando dos Santos; Matteoni, Romulo Miyazawa;

Artigo:

Nesta pesquisa, propomos uma cartografia dos conceitos em português brasileiro de Design Gráfico empregados por instituições, associações e outras referências oficiais a fim de apontar o que é perene e o que é mutável na teoria fundamental na habilitação do campo no Brasil. Através da análise dos discursos do Conselho Internacional de Associações de Design Gráfico (ICOGRADA) e da Associação de Designers Gráficos do Brasil (ADG Brasil) sobre a profissão, buscamos saber como o papel do designer gráfico se modificou com o passar o tempo, refletindo sobre o que se manifesta nos textos e na teoria de Design Gráfico. Os discursos sobre a profissão se modificam, denotando tensões acerca da atividade em seu processo histórico, visto que maneiras diferentes de descrever Design Gráfico refletem diferentes visões sobre a atividade profissional.

Artigo:

In this research, we propose a mapping of Graphic Design concepts in Brazilian portuguese employed by institutions, associations and other official references to point out what is everlasting and what changes in fundamental theory in the field. Through discourse analysis of the Interna- tional Council of Graphic Design Associations (ICOGRADA) and the Brazil’s Graphic Designers Association (Brazil ADG) on the profession, we seek to know how the graphic designer’s role has changed, reflecting on as manifest- ed in the texts and the theory of Graphic Design. Discourses on the profession alter, reflecting tensions about the activity in it’s historical process, since different ways of describing Graphic Design reflect different views about the professional activity.

Palavras-chave: Teoria de Design Gráfico, Conceituação, Perfil Profissional, Design e Linguagem., Graphic Design Theory, Conceptualization, Professional Profifillee,, Design and Language.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/designpro-ped-01043

Referências bibliográficas
  • [1] ADG Brasil. Sobre. Disponível em: Andlt;http://www.adg.org.br/adgbrasil.phpAndgt;. Acesso em: 15 de maio de 2014.
  • [2] ALMEIDA, F. S., Perassi, R. Aspectos do Perfil Profissional do Designer Gráfico Brasileiro. Revista Educação Gráfica, v. 17, p 69-88, 2013.
  • [3] ALMEIDA JUNIOR, L., NOJIMA, V. L. Retórica do Design Gráfico. Rio de Janeiro: Blucher, 2010.
  • [4] AZEVEDO, W. O que é design. São Paulo: Brasiliense, 1998.
  • [5] BONSIEPE, G. Design: do material ao digital. Florianópolis: FIESC/IEL, 1997.
  • [6] BRASIL. - TEM. Classificação Brasileira de Ocupações. CBO - Descrição - 2.4.1, 2002. Disponível em: Andlt;http://www.mtecbo.gov.br/cbosite/pages/pesquisas/BuscaPorTituloResultado.jsfAndgt;. Acessado em: 15 de maio de 2014.
  • [7] BRASIL. Documento de Área: Arquitetura, Urbanismo e Design. CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, 2010. Disponível em: Andlt;http://www.capes.gov.br/images/stories/download/avaliacao/ARQUITETURA_22jun 10b.pdfAndgt;. Acesso em: 15 de maio de 2014.
  • [8] BÜRDEK, B. E. História, teoria e prática do design de produtos. São Paulo: Edigard Blücher, 2006.
  • [9] COSTA, L. A. ; ANGELI, A. A. C. ; FONSECA, T. M. G. Cartografar. In: FONSECA, T. M. G.
  • [10] NASCIMENTO, M. L. MARASCHIN, C. (Org.). Pesquisar na diferença: um abecedário. 1 ed. v. 1, p 45-48. Porto Alegre, 2012.
  • [11] COUTO, R. M. S. Design como corpo de conhecimentos. Em: Movimentos interdisciplinares de designers brasileiros em busca da educação avançada. Tese de doutorado. Rio de Janeiro: Departamento de Letras, Pontifícia Universidade Católica, 1997.
  • [12] ESCOREL, A. L. O efeito multiplicador do design. – 2. Ed. São Paulo: SENAC São Paulo, 2000.
  • [13] EVENSEN, L. S. A Linguística Aplicada a partir de um arcabouço com princípios caracterizados de disciplinas e transdisciplinas. In: SIGNORINI, I. Andamp; M. Cavalcanti (Orgs.) Linguística Aplicada e transdisciplinaridade. p 81-90. Campinas: Mercado de Letras, 1996.
  • [14] FRASCARA, J. Diseño Gráfico y Comunicacion. Buenos Aires: Infinito, 2000. FUENTES, R. A prática do design gráfico. São Paulo: Rosari, 2006.
  • [15] ICOGRADA - International Council of Graphic Design. Definitions, 2001. Disponível em: Andlt;http://www.lsc.ufsc.br/~edla/design/conceitos.htmAndgt;. Acessado em: 15 de maio de 2014.
  • [16] ICOGRADA - International Council of Communication Design. About ICOGRADA, 2013. Disponível em: Andlt;http://www.icograda.org/about/about.htmAndgt;. Acessado em: 15 de maio de 2014.
  • [17] ICSID - International Council of Societies of Industrial Design. Industrial Design. Disponível em: Andlt;http://www.icsid.org/iddefinition.htmlAndgt; Acessado em: 15 de maio de 2014.
  • [18] REGINALDO, T., PERASSI, R. Bases conceituais e metodológicas para a pesquisa aplicada em Design. Florianópolis, SC: EGR/UFSC, 2012.
  • [19] SAMARA, T. Ensopado de Design Gráfico. São Paulo: Blucher, 2010. VILLAS-BOAS, A. Utopia e disciplina. Rio de Janeiro: 2AB, 1998.
  • [20] VOGT, C. Linguagem, pragmática e ideologia. Campinas: Hucitec/Funcamp, 1977.
Como citar:

Almeida, Fernando dos Santos; Matteoni, Romulo Miyazawa; "CARTOGRAFIA DO CONCEITO DE DESIGN GRÁFICO - UMA ANÁLISE INSTITUCIONAL E HISTÓRICA", p. 410-422 . In: Anais do 11º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 1, n. 4]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/designpro-ped-01043

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações