Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DE RESÍDUOS SÓLIDOS DA INDÚSTRIA DE PAPEL E CELULOSE PARA FINS ENERGÉTICOS

da SILVA, M. R. C.; da S. GURGEL, A.; ANDERSEN, S. L. F.;

Artigo Completo:

Resíduos sólidos (biomassa) da indústria de papel e celulose foram selecionados e caracterizados para utilização como fonte alternativa e renovável de energia. Os resíduos estudados foram a fibra do engrossador e o resíduo de limpeza do decantador do tratamento de efluentes. As biomassas foram caracterizadas por meio de análise imediata, TGA/DTG e MEV, e o comportamento pirolítico foi verificado. O poder calorífico foi calculado e mostrou valores de aproximadamente 21 MJ.kg-1 para a fibra do engrossador e de 12 MJ.kg-1 para o RLD, o que mostra que ambos tem potencial para serem utilizados em processos de conversão térmica. A análise de TGA foi utilizada para estudar o comportamento pirolítico das amostras e mostrou perdas de massa referentes à liberação de umidade, material volátil mais leve (degradação de celulose e hemicelulose) e material volátil mais pesado (lignina). A morfologia das amostras foi analisada por meio de MEV. Ambos os resíduos são potenciais matéria prima para processos de conversão térmica visando o aproveitamento energético.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2015-208-32824-250063

Referências bibliográficas
  • [1] BACCHI, M.R.P. Brasil- gerando energia de biomassa, limpa e renovável. Disponível em: Andlt; http://cepea.esalq.usp.br/Andgt;. Acesso em 24 de janeiro de 2015.
  • [2] BRASIL. ANVISA. Dispõe sobre resíduos sólidos. Disponível em: Andlt;http://s.anvisa.gov.br/wps/s/r/bhPPAndgt;. Acesso em: 15 de janeiro de 2015.
  • [3] BRASIL. Resolução CONAMA n° 001, de 23 de janeiro de 1986. Dispõe sobre critérios básicos e diretrizes gerais para a avaliação de impactos ambientais. Disponível em: Andlt;http://www.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=23Andgt;. Acesso em: 01 de fevereiro de 2015.
  • [4] BONA, F. R. Estágio Supervisionado em engenharia de produção IPEL- Indaial papel embalagens lida. Santa Catarina: FURB, 200
  • [5] Câmera de comercialização de energia elétrica, CCEE. Dispõe sobre fontes. Disponível em: Andlt;http://www.ccee.org.br/portal/faces/pages_publico/onde-atuamos/fontes?_afrLoop=3346855666761095#%40%3F_afrLoop%3D3346855666761095%26_adf.ctrl-state%3Dojw81s8nc_45Andgt;. Acesso em: 28 de janeiro de 201
  • [6] EPE. Contexto mundial e preço do petróleo: uma visão de longo prazo. Disponível em: Andlt;http://www.epe.gov.br/Petroleo/Documents/Estudos_29/Contexto%20Mundial%20e%20Pre%C3%A7o%20do%20Petr%C3%B3leo%20Uma%20Vis%C3%A3o%20de%20Longo%20Prazo.pdfAndgt;. Acesso em: 18 de janeiro de 2015.
  • [7] GARCIA-MARAVER, A.; SALVACHÚA, D.; MARTÍNEZ, M.J.; DIAZ, L.F. ZAMORANO, M. Analysis of the relation between the cellulose, hemicellulose and lignin content and the thermal behavior of residual biomass from olive trees. Waste Management, v. 33, p. 2245-2249, 2013.
  • [8] Indústria Brasileira de Árvores, IBÁ. Indicadores de desempenho nacional de árvores plantadas referentes ao ano de 2013. Disponível em: Andlt; http://www.bracelpa.org.br/shared/iba_2014_pt.pdfAndgt;. Acesso em: 29 de janeiro de 2015.
  • [9] LIN, Y.; MA, X.; YU, Z.; CAO, Y. Investigation on thermochemical behavior of co-pyrolysis between oil-palm solid wastes and paper sludge. Bioresource Technology, v. 166, p. 444-450, 2014.
  • [10] LOU, R.; WU, S.; LV, G.; YANG, Q. Energy and resource utilization of deinking sludge Pyrolysis. Applied Energy, v. 90, p. 46-50, 2012.
  • [11] MAEDA, Shizuo; EPITÁGORAS, Rodson Oliveira Costa; HELTON, Damin da Silva. Documento 202: Uso de resíduos da fabricação de celulose e papel e da reciclagem de papel. Embrapa Florestas. Disponível em: Andlt; http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/24482/1/Doc202.pdfAndgt; Acesso em: 01 de novembro de 2014.
  • [12] MIRANDA, R. E. dos S. de. Impactos ambientais decorrentes dos resíduos gerados na produção de papel e celulose. Rio de Janeiro: UFRRJ, 2008.
  • [13] MONTE, M. C.; FUENTE, E.; BLANCO, A.; NEGRO, C. Waste management from pulp and paper production in the European Union. Waste Management, v. 29, p. 293-308, 2009.
  • [14] PACHECO, F. Energias Renováveis: Breves conceitos. Bahia: Editora Conjuntura e Planejamento, 2006.
  • [15] RECKAMP, J. M.; GARRIDO, R. A.; SATRIO, J. A. Selective pyrolysis of paper mill sludge by using pretreatment processes to enhance the quality of bio-oil and biochar products. Biomass and Bioenergy, v.71, p. 235-244, 2014.
  • [16] RIDOUT, A. J.; CARRIER, M.; GORGENS, J. Fast pyrolysis of low and high ash paper waste sludge; Influence of reactor temperature and pellet size. Journal of Analytical and Applied Pyrolysis, v. 111, p. 64-75, 2015.
  • [17] SANTOS, C. P.; REIS, I. N. dos.; MOREIRA, J. E. B.; BRASILEIRO, L. B. Papel: Como se fabrica?. Química nova na escola, 2001.
  • [18] SOARES, T. S.; CARNEIRO, A. de C. O.; GONÇALVES, E. de O.; LELLES, V. J. G. de. Uso da biomassa florestal na geração de energia. Revista científica eletrônica de engenharia florestal, São Paulo, ano 5, n 9, agosto de 2006. Disponível em: Andlt; http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Repositorio/florestal1_000gapwcajw02wx5ok04xjloyxd3fpu2.pdfAndgt;. Acesso em: 10 de janeiro de 2015.
  • [19] VOICHT, G. Apagão de 2001. Disponível em: Andlt;http://www.gazetadopovo.com.br/apagaonobrasil/conteudo.phtml?id=943486Andgt;. Acesso em: 06/12/2014.
  • [20] ZHANG, J.; FENG, L.; WANG, D.; ZHANG, R.; LIU, G.; CHENG, G. Thermogravimetric analysis of lignocellulosic biomass with ionic liquid pretreatment. Bioresource Technology, v. 153, p. 379-382, 2014.
  • [21] ZHANG, L.; XU, C.; CHAMPAGNE, P. Energy recovery from secondary pulp/paper-mill sludge and sewage sludge with supercritical water treatment. Bioresource Technology, v. 101, p. 2713-2721, 2010.
Como citar:

da SILVA, M. R. C.; da S. GURGEL, A.; ANDERSEN, S. L. F.; "CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DE RESÍDUOS SÓLIDOS DA INDÚSTRIA DE PAPEL E CELULOSE PARA FINS ENERGÉTICOS", p. 338-344 . In: Anais do XI Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.3]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2015-208-32824-250063

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações