fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DA SEMENTE DE UVA DA VARIEDADE CABERNET SAUVIGNON

OLIVEIRA, F. M.; BRUNI, G. P.; MORAIS, M. M.; SANTOS, R. B.; CREXI, V. T.;

Artigo:

Nos últimos anos a vitivinicultura vem se tornando uma atividade muito importante para a sustentabilidade no Brasil. No país são colhidos cerca de 80.700 ha, destes, aproximadamente 50.000 ha colhidos no Rio Grande do Sul. O processo de fabricação de vinhos gera cerca de 35% de resíduos (cascas, engaços e sementes), sendo estes geralmente descartados pelas vinícolas, porém do ponto de vista ambiental, a utilização completa de uvas é um aspecto importante na redução de resíduos. Este trabalho teve por objetivo determinar as características físico-químicas das sementes de uva da variedade Cabernet Sauvignon. A caracterização físico-química da semente foi realizada através das análises de determinação do diâmetro de partícula, porosidade do leito de partículas, umidade, cinzas, proteínas, lipídios e fibras. Obtiveram-se valores de diâmetro médio e porosidade de 2,91mm e 0,47 respectivamente, para semente inteira, para a semente moída encontrou-se valores de diâmetro médio e porosidade de 0,65mm e 0,66mm, respectivamente. Os valores encontrados para umidade, cinzas, proteínas, lipídios e fibras foram de 42,8±0,1%, 2,79±0,01%, 5,26±0,15%, 12,27±0,42% e 36,8±1,0%, respectivamente. Constatou-se que devido ao alto conteúdo de lipídios e fibras, a semente de uva estudada pode ser utilizada como matéria-prima para extração de óleo, complemento de ração animal e material adsorvente, contribuindo na redução do impacto ambiental gerado pelas

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0725-24284-161957

Referências bibliográficas
  • [1] AOAC - ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS. Official methods of analysis of AOAC International. 16 ed. Gaitheersburg: AOAC, 1997.
  • [2] BAIL, S., STUEBIGER, G., KRIST, S., UNTERWEGER, H., BUCHBAUER, G. (2008). Characterisation of various grape seed oil by volatile compounds, triacylglycerol composition, total phenols and antioxidant capacity. Food Chemistry, 108, p.1122-113
  • [3] BRUNETTO, G. et al. Produção, composição da uva e teores de nitrogênio na folha e no pecíolo em videiras submetidas à adubação nitrogenada. Ciência Rural, Santa Maria, v.38, n.9, p.2622-2625, 2008b. BRUNETTO, G. Nitrogênio em videira: Recuperação, acumulação e alterações na produtividade e na composição da uva. 2008a. 139f. Tese (Doutorado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Santa Maria. CAMPOS, L. M. A. S. Obtenção de extratos de bagaço de uva cabernet sauvingnon (Vitis vinífera): parâmetros de processo e modelagem matemática. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Alimentos). Universidade Federal de Santa Catarina. 2005. 141p. COTTYN, B.G.; BOUQUE, C.V; AERTS, J.V.; Agriculture and Evironment. 1981, 6, 283-294.
  • [4] DELI, S., FARAH, M.M., TAJUL, A.Y., WAN, N. W.A. (2011). The Effects of physical parameters of the screw press oil expeller on oil yield from Nigella sativa L seeds. International Food Research Journal. p1367-137.
  • [5] EMBRAPA. Dados da vitivinicultura. Disponível em Andlt;http://www.cnpuv.embrapa.brAndgt;. Acesso em: 20 jun. 2013.
  • [6] FREITAS, L. S.; Desenvolvimento de procedimentos de extração do óleo de semente de uva e caracterização química dos compostos extraídos. UFRGS. Porto Alegre, 2007.
  • [7] HANGANU, A., TOSCASCÃ, M. C., CHIRA, N.A., MAGANU, M., ROSCA, S. (2012). The compositional characterisation of Romaniam grape seed oils using. Food Chemistry, 134, p. 2453-2458.
  • [8] INSTITUTO ADOLFO LUTZ. Métodos químico e física para análises de alimentos, ed IV, 1ª edição digital , p. 1020, São Paulo, 200
  • [9] LUQUE-RODRÍGUEZ J.M., LUQUE DE CASTRO. M.D., PÉREZ-JUAN P. Extraction of fatty acids from grape seed by superheated hexane. Talanta, 2005.
  • [10] MELLO, L. M. R., Vitinicultura brasileira – Panorama 2010, EMBRAPA UVA E VINHO, Bento Gonçalves, Brasil, 2011.
  • [11] MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, MAPA. Referências bibliográficas de documentos eletrônicos. Disponível em: Andlt;http:/http://www.agricultura.gov.br/vegetal/culturas/uva Andgt;. Acesso em:21 jun. 2013.
  • [12] Área temática: Engenharia e Tecnologia de Alimentos 7MURGA, R., RUIZ, R., BETLTRÁN, S., CABEZAS, J.L. (2000). Journal Agriculture Food Chemistry. 48, p. 3408-34
  • [13] OLIVEIRA, G.P.; ECHEVENGUÁ, M.M.; MESSIAS, R.S.; Processo de extração e caracterização do óleo de semente de uva. UFSC. Santa Catarina, 2003.
  • [14] ORLANDO, T. G.S.; JÚNIOR, M.J.P.; SANTOS, A.O.; HERNADES, J.L.; Comportamento das cultivares de Cabernet Sauvignon e Syrah em diferentes porta-enxertos. Ciencias Agrotécninas. Lavras, 2008.
  • [15] PASSOS, C. P., SIVA, R. M., SILVA, F. A., COIMBRA, M. A., SILVA, C. M. (2010). Supercritical fluid extraction of grape seed (Vitis vinifera L.) oil. Effect of the operating conditions upon oil composition and antioxidant capacity. Chemical Engineering Journal. 160, p. 634 – 640.
  • [16] RIBEIRO, V. S., SOBRAL, M. C., ALMEIDA, M. M., SILVA, G. F. (2002). Propriedades físicas de produtos agrícolas. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, Campina Grande, v.4, n.1, p.1-6, 2002.
  • [17] ROBERTO, S. R. ; YAMASHITA, F.; SATO, A. J.; SANTOS, C.E.; GENTA, W.; Curvas de maturação da uva ‘Tannat’ (Vitis vinifera L.) para a elaboração de vinho tinto. Londrina, 2004 ROCKENBACH, I. I., JUGFER, E., RITTER, C., SANTIAGO-SCHÜBEL, B., THIELE, B., FETT, R., GALENSA, R. (2012). Characterization of flavan-3-oils in seeds of grape pomace by CE, HPLC-DAD-DMS and LC-ESI-FTICR-MS. Food Research International. 48, p. 848-855.
  • [18] ROCKENBACH, I. I; SILVA, G. L.; RODRIGUES, E.; KUSKOSKI, E. M.; FETT, R. Influência do solvente no conteúdo total de polifenóis, antocianinas e atividade antioxidante de extratos de bagaço de uva (Vitis vinifera L.) variedades Tannat e Ancelota. Ciência e Tecnologia de Alimentos, 2008.
  • [19] SINGH, J., BARGALE, P. C. (2000). Development of a small capacity double stage compression screw press for oil expression. Journal of Food Engineering. 43, p. 75-82.
Como citar:

OLIVEIRA, F. M.; BRUNI, G. P.; MORAIS, M. M.; SANTOS, R. B.; CREXI, V. T.; "CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DA SEMENTE DE UVA DA VARIEDADE CABERNET SAUVIGNON", p. 3867-3874 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0725-24284-161957

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações