Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

BARREIRAS E OPORTUNIDADES PARA A VERIFICAÇÃO AUTOMÁTICA DE REGRAS DA PRODUÇÃO NA FASE DE PROJETO COM USO DA TECNOLOGIA BIM

BARRIERS AND OPPORTUNITIES FOR AUTOMATED CODE CHECKING OF PRODUCTION REQUIREMENTS IN PROJECT DEVELOPMENT PHASE WITH BIM TECHNOLOGY

Kehl, Caroline; Isatto, Eduardo Luís;

Artigo Completo:

A etapa de produção de uma edificação demanda a consideração de requisitos específicos durante o processo de projeto. A possibilidade da tradução de tais requisitos na forma de regras abre a oportunidade da utilização da tecnologia BIM para avaliar a consideração desses requisitos através da análise crítica do modelo virtual da edificação. O presente artigo tem por objetivo analisar as barreiras e oportunidades do emprego de BIM para a verificação automática de requisitos da produção na fase de projeto, especificamente quanto ao processo de modelagem, ao conteúdo dos requisitos e sua expressão na forma de regras, aos tipos de regras decorrentes da produção e à identificação daqueles requisitos cuja verificação automática mostra-se inviável. Foi adotada como estratégia de pesquisa o estudo de caso, realizado em empresa construtora de grande porte, onde foram analisados os requisitos de projeto existentes a a possibilidade de sua tradução na forma de regras. As principais conclusões do estudo dizem respeito a ligação que existe entre os requisitos a serem verificados e no nível de desenvolvimento do modelo, ao caráter dinâmico dos requisitos da produção, e a dificuldade envolvida em se traduzir determinados tipos requisitos em regras e na sua verificação através de um modelo.

Artigo Completo:

The construction process involves the consideration of many different design requirements. The possibility of the translation of those requirements as formal rules opens up the opportunity of using BIM technology to use computers to check in which extent a virtual model of the building follow those requirements. This article aims to analyze the barriers and opportunities for the use of BIM for the automated check of production requirements during the design phase, particularly in terms of the modeling process, the content of the requirements and their translation as formal rules, the types of production requirements and the identification of those requirement which translation as rules is not possible of feasible. The research adopted case study as the research strategy, which was conducted in a large construction company, and involved the analysis of project requirements used by the company and the possibilities for their translation as formal rules. The main conclusions of the study are related with the connection between rules formulation and the level of development of the model, the difficulties derived from the dynamic nature of production requirements, and the feasibility of translation of certain types of production requirements as formal rules and their automated checking.

Palavras-chave: BIM. Requisitos. Code checking. Solibri. Produção., BIM. Requirements. Code checking. Solibri. Production.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/engpro-tic2015-002

Referências bibliográficas
  • [1] AIA – AMERICAN INSTITUTE OF ARCHITECTS. Integrated Project Delivery: A Guide. 2007, 62 p.
  • [2] ____. BIM Protocol Exhibit: E202: 2008.
  • [3] ASHFORD, J.L. The Management of Quality in Construction. London: EAndamp;F Spon, 1992.
  • [4] BENNING, P., DUMOULIN, C., DEHLIN, S., TULKE, J., ÅBERG, P., RYD, N., Collaboration Processes: A State of the Art. 2010.
  • [5] BURATI, J.L.; FARRINGTON, J.J.; LEDBETTER, W.B. Causes of quality deviations in design and construction. Journal of Construction Engineering Management, v. 118 no.1, pp.34-39. 1992.
  • [6] CLETO, F. R.; CARDOSO, F. F.; MITIDIERI FILHO; C. V.; AGOPYAN, V. Códigos de práticas: uma proposta de documentos técnicos de referência de boas práticas para a construção de edifícios no Brasil. CEP, v. 5508, p. 901. Disponível em: Andlt;http://www.scielo.br/pdf/ac/v11n2/a02v11n2.pdfAndgt;. Acesso em 12 de junho de 2015.
  • [7] CROSSAN, M.; SORRENTI, M. Making Sense of Improvisation. In: Advances in Strategic Management, v.14, 199
  • [8] CUNHA, J; CUNHA, M.P. Improvisation in Organisation. In BARRY, Daved; HANSEN, Hans. The Sage Handbook of New Approaches in Management and Organization. Los Angeles, Califórnia: Sage, 200
  • [9] EADIE, R. et al. An Analysis of the Drivers For Adopting Building Information Modelling. Journal of Information Technology in Construction, v. 18, p. 338-352, 2013.
  • [10] FABRICIO, M.; MELHADO, S.; BAÍA, J. A Brief Reflection on the Improvement of the Design Process Efficiency in Brazilian Building Projects. In: Conference of the International Group for Lean Construction, 7, 1999a, Berkeley. Proceedings... Berkeley: University of Califórnia, 1999.
  • [11] FORMOSO, C. T.; SOMMER, L.; KOSKELA, L.; ISATTO, E. L. An exploratory study on the measurement and analysis of making-do in construction sites. In: Conference of the International Group for Lean Construction, 19, 2011, Lima. Proceedings... Peru. 20
  • [12] GU, N., SINGH, V., TAYLOR, C., LONDON, K., Andamp; BRANKOVIC, L. BIM adoption: expectations across disciplines. In: Handbook of research on building information modeling and construction informatics: concepts and technologies. University of Salford. Information Science Reference: New York, 2010.
  • [13] KIVINIEMI, A. Requirements management interface to building product models. 2005. 343 p. Tese (Doutorado) - Stanford University, 2005.
  • [14] LOVE, P.; LI, H. Quantifying the causes and costs of rework in construction. In: Construction Management and Economics, v.18 n.4, pp.479-90, 2000.
  • [15] MANZIONE, Leonardo. Proposição de uma estrutura conceitual para a gestão do processo de projeto colaborativo com o uso do BIM. 2013. 353 p. Tese (Doutorado) - Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.
  • [16] MARTINS, J.; ABRANTES, V. Automated code-checking as a driver of BIM adoption. Santander, Espanha, 2010.
  • [17] MELHADO, S. B.; AGOPYAN, V. O conceito de projeto na construção de edifícios: diretrizes para sua elaboração e controle. In: Boletim Técnico PCC, n. 139. São Paulo: EPUSP, 1995.
  • [18] MCGRAW HILL CONSTRUCTION. The Business Value of BIM For Construction in Major Global Markets: how contractors around the world are driving innovation with building information modeling. Bedford, MA: McGraw-Hill, 2014.
  • [19] MONTEIRO, A.; MARTINS, J. P. BIM aplicado ao Licenciamento Automático de Projetos. 2011.
  • [20] MOORMAN, C.; MINER, A.S.; Organizational improvisation and organizational memory. Academy of Management Review, v. 23, n.4 p.698-723, oct.1998.
  • [21] NEDERVEEN, S.; BEHESHTI, R.; GIELINGH, W. Modelling concepts for BIM. In: Building Information Modeling and Construction Informatics: Concepts and Technologies. New York: Information Science Reference, 2010.
  • [22] SILVA, L. F.; ANDRADE, S. A. L; VELLASCO, P. C. G. S.; FEIJÓ, B. Projeto e construção de estruturas de aço utilizando um sistema de projeto integrado baseado em CAD e internet. In: Workshop Sociedade Ibero-Americana de Gráfica Digital, 2009, São Paulo. Anais... Disponível em: Andlt;http://cumincades.scix.net/data/works/att/sigradi2009_1134.content.pdfAndgt;. Acesso em: 28 out. 2011.
  • [23] SCHMITZ, C. Representação do escopo da construção em um modelo BIM visando o planejamento e controle da produção através de ferramentas 4D. 2014. 87 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Civil) – Departamento de Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.
Como citar:

Kehl, Caroline; Isatto, Eduardo Luís; "BARREIRAS E OPORTUNIDADES PARA A VERIFICAÇÃO AUTOMÁTICA DE REGRAS DA PRODUÇÃO NA FASE DE PROJETO COM USO DA TECNOLOGIA BIM", p. 13-26 . In: Anais do VII Encontro de Tecnologia de Informação e Comunicação na Construção - TIC2015 [=ANTAC e Blucher Engineering Proceedings]. Porto Alegre: ANTAC; São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-tic2015-002

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações