Abstract - Open Access.

Idioma principal

Avaliação Microbiológica de Sucos Naturais Oferecidos em Uma Escola Privada de Cuiabá – Mt

Avaliação Microbiológica de Sucos Naturais Oferecidos em Uma Escola Privada de Cuiabá – Mt

Jones, Jállisson; Pereira, Bianca; Ketelly, Janaina; Schirmmer, Melissa; Americano, Marcia;

Abstract:

Os sucos naturais oferecem uma enorme quantidade de vitaminas, especialmente a vitamina C, e sais minerais que o organismo necessita, contribuindo para o bom estado do mesmo. É uma bebida de fácil preparo possibilitando a oferta e a comercialização em grandes quantidades. A contaminação e deterioração dos alimentos por microrganismos nas cozinhas das escolas estão ligados a diversos motivos, entre eles: à falta de higiene sanitária, treinamento não adequado dos funcionários para manipulação dos alimentos, não utilização correta dos EPIs obrigatórios e o não uso de água tratada. Os sucos apresentam fatores que contribuem para a proliferação dos microrganismos, sendo, portanto necessário o emprego das boas práticas de fabricação para se evitar doenças transmitidas por alimentos (DTA). O presente estudo objetivou avaliar a qualidade microbiológica dos sucos in natura de acerola, maracujá, uva, tangerina e caju oferecidos aos alunos de uma escola privada de Cuiabá – MT. Durante 5 dias do mês de junho de 2014 coletou-se 5 amostras de cada lote de suco, totalizando 25 amostras, para a realização das análises microbiológicas de contagem de coliformes totais, coliformes a 45ºC e pesquisa de Salmonella spp por serem as bactérias indicadoras da qualidade higiênico-sanitária de sucos in natura, segundo a RDC 12 de janeiro de 2001. Das 25 (100%) das amostras analisadas 15 (60%) dos sucos de uva, cajú e tangerina apresentaram contagens de coliformes totais, a presença deste grupo de bactérias indicam problemas com as condições higiênicas durante a produção destes alimentos, porém este grupo de bactérias não representa riscos à saúde do consumidor. Nas 10 (40%) amostras de suco de maracujá e acerola não se detectou a presença de coliformes totais. Em relação à contagem de coliformes a 45ºC em 25 (100%) das amostras de sucos analisadas não apresentaram este grupo de bactérias. Em nenhum dos lotes de suco avaliados isolou-se bactéria do gênero Salmonella spp. Conclui-se que os sucos de frutas oferecidos aos alunos estão dentro dos padrões microbiológicos preconizados pela legislação brasileira, não oferecendo risco a aquisição de DTAs.

Abstract:

Palavras-chave: Sucos, Coliformes totais, Coliformes à 45ºC, Salmonella spp,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/foodsci-microal-159

Referências bibliográficas
Como citar:

Jones, Jállisson; Pereira, Bianca; Ketelly, Janaina; Schirmmer, Melissa; Americano, Marcia; "Avaliação Microbiológica de Sucos Naturais Oferecidos em Uma Escola Privada de Cuiabá – Mt", p. 317-318 . In: Proceedings of the XII Latin American Congress on Food Microbiology and Hygiene [=Blucher Food Science Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-201X, DOI 10.5151/foodsci-microal-159

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações