Abstract - Open Access.

Idioma principal

Avaliação Microbiológica de Água de Bebedouros Das Unidades de Produção de Frutos no Vale do Jaguaribe –- CE

Avaliação Microbiológica de Água de Bebedouros Das Unidades de Produção de Frutos no Vale do Jaguaribe –- CE

Moura, Francisco Jorge Nogueira de; Souza, Germana Conrado de; Barbosa, Mayra Cristina Freitas; Batista, Elisabeth Mariano; Silva, Mayara Salgado; Gonsalves, Hyngrid Rannielle de Oliveira; Lima, Ana Carmem de Oliveira; Silva, Monique Ellen Torres da; Oliveira, Zulene Lima de; Regis, Auriana de Assis;

Abstract:

Durante as atividades de campo, todo trabalhador deve ter fácil acesso à água potável de qualidade e em quantidade suficiente para suprir suas necessidades, porém muitas vezes não é o que de fato acontece, o que torna os colaboradores susceptíveis às doenças de veiculação hídrica. Este trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade microbiológica da água de bebedouros nas unidades de produção de frutos no Vale do Jaguaribe - Ceará. Para realização deste trabalho, foram coletadas 10 amostras, sendo uma de cada unidade de produção, na quantidade aproximada de 100mL em frascos estéreis, acondicionados em embalagens isotérmicas e encaminhados imediatamente para o Laboratório de Microbiologia do IFCE – Campus Limoeiro do Norte - CE, onde foram determinadas a presença de coliformes totais e coliformes termotolerantes. O procedimento foi realizado, de acordo com a Portaria no 2914 de 2011 do Ministério da Saúde , que dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. A metodologia utilizada nos experimentos seguiu o recomendado pela American Public Heath Association. Para a avaliação microbiológica, foi utilizada a técnica de fermentação de tubos múltiplos que permite identificar o Número Mais Provável (NMP/100mL) de coliformes totais e termotolerantes, de acordo com auxílio da tabela de Hoskins. Os resultados apontaram contagens mínimas de Andlt;3 NMP/100mL em 3 amostras e as demais apresentaram valores de: 4; 4,3 x 10; 1,5 x 10; 9; 9,3 x 10; 4,3 x 10 e 4 NMP/100mL de coliformes totais, totalizando 7 amostras insatisfatórias, visto que a Portaria citada estabelece ausência deste microrganismo em 100ml da amostra. Referente à contagem de termotolerantes, os valores obtidos foram de 4 NMP/100mL em 3 amostras, sendo que as demais apresentaram contagem mínima de Andlt;3 NMP/100mL. Observou-se no final da avaliação, que somente 30% estavam dentro dos padrões e que 70% das amostras avaliadas encontraram-se impróprias para consumo. Torna-se necessário um processo de tratamento eficiente, bem como a higienização adequada desses bebedouros, além da conscientização dos colaboradores, afim de que todos possam ter acesso à água de qualidade, livre de qualquer tipo de contaminação.

Abstract:

Palavras-chave: Potabilidade, Higienização, Consumo,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/foodsci-microal-028

Referências bibliográficas
Como citar:

Moura, Francisco Jorge Nogueira de; Souza, Germana Conrado de; Barbosa, Mayra Cristina Freitas; Batista, Elisabeth Mariano; Silva, Mayara Salgado; Gonsalves, Hyngrid Rannielle de Oliveira; Lima, Ana Carmem de Oliveira; Silva, Monique Ellen Torres da; Oliveira, Zulene Lima de; Regis, Auriana de Assis; "Avaliação Microbiológica de Água de Bebedouros Das Unidades de Produção de Frutos no Vale do Jaguaribe –- CE", p. 615-616 . In: Proceedings of the XII Latin American Congress on Food Microbiology and Hygiene [=Blucher Food Science Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-201X, DOI 10.5151/foodsci-microal-028

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações