fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

AVALIAÇÃO E CARCATERIZAÇÃO DE ERITROPOETINA HUMAN RECOMBINANTE

MARINHO, A. C. M.; CONCEIÇÃO, C. M.; SILVA, F. S. Q. da; GIMENES, M. A. P.;

Artigo:

A eritropoetina humana recombinante (EPO-hr) é uma das glicoproteínas terapêuticas mais utilizadas em todo o mundo. A caracterização estrutural detalhada de glicoproteínas deve ser realizada para avaliar a reprodutibilidade lote a lote. Este estudo objetivou caracterizar e avaliar um lote (Lote A) de ingrediente farmacêutico ativo (IFA) de EPO-hr, mediante determinação de concentração de proteínas, massa molar, perfil de isoformas e pureza, utilizando absorção no UV, SDS-PAGE, 2D-PAGE e CLAE-FR, respectivamente. O sequenciamento peptídico foi determinado por espectrometria de massas com fonte de ionização do tipo electrospray e analisadores quadrupolo e TOF (EM-ESI-QTOF). A concentração protéica obtida para o lote A foi de 1,1 mg/mL, massa molar por SDS-PAGE de 40 kDa. O resultado obtido para 2D-PAGE evidenciaram 6 isoformas majoritárias entre pI 4,5 e 6,5. Para o ensaio de pureza, foi encontrado o percentual médio de 99%. Pela técnica EM-ESI-QTOF foi possível identificar o sítio de O-glicosilação na serina. Pode-se, também, inferir que este sítio de O-glicosilação contém o fragmento HexNAc, pois há um incremento de massa de 203 Da entre o íon detectado com modificação e sem modificação. Sendo assim, os resultados obtidos com as diferentes metodologias visando o controle de qualidade e/ou controle em processo possibilitaram um maior entendimento das amostras de IFA de EPO-hr.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1077-21197-141617

Referências bibliográficas
  • [1] BUTLER, M. Modificações pós-traducão em proteínas recombinantes. In: MORAES, A. M., AUGUSTO, E. F. P., CASTILHO, L. R.; Tecnologia De Cultivo De Células Animais: de Biofármacos a Terapia Gênica, Rio de Janeiro; Ed. Roca; p. 122-135, 2008.
  • [2] CASTILHO, L. R.; Tecnologia De Cultivo De Células Animais: de Biofármacos a Terapia Gênica, Rio de Janeiro; Ed. Roca; p. 60-63, 2008.
  • [3] CONCEIÇÃO, C. M. Isolamento e Caracterização Físico - Química e Química Parcial de Eritropoetina Humana Recombinante de Formulações Terapêuticas, 200 175 f. [Dissertação] (Mestrado em Bioquímica) Instituto de Química, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 200
  • [4] DRANITSARI, G.; AMIR, E.; DORWARD, K. Biosimilars of Biological Drug Therapies Regulatory, Clinical and Commercial Considerations. Drugs, V. 71 (12), p. 1527-1536, 2011.
  • [5] GILG, D., RIEDL, B., ZIER, A., ZIMMERMANN, M. F., Analytical methods for the characterization and quality control of pharmaceutical peptides and proteins, using erythropoietin as an example. Pharmaceutics Acta Helvetiae; v.71; p. 383-394; 1996.
  • [6] JIANG, X. G.; APOSTOL, I.; LUO, Q.; LEWIS, J.; KEENER III, R.; LUO, S.; JERUMS, M.; ZHANG, X.; WYPYCH, J., HUANG, G. Quantification of protein posttranslational modifications using stable isotope and mass spectrometry I: Principles and applications Analytical Biochemistry, V. 421, p. 506–516, 2012.
  • [7] MIRE-SLUIS, A. R.; GERRARD, T.; DAS, R. G.; PADILLA, A.; THORPE, R.; Biological Assays: Their Role in the Development and Quality Control of Recombinant Biological Medicinal Products. Biologicals, v.24, p.351–362, 1996.
  • [8] WALSH, G; JEFFERIS, R.; Post-translational modifications in the context of therapeutic protein. Nature biotechnology, v.24, p. 1241-1252, 2006.
  • [9] WALSH, G. Biopharmaceuticals, Biochemistry and Biotechnology. 2ed. England. Wiley, p. 551, 2003.
  • [10] WANG, P.; DONG, S.; SHIEH, J. PEGUERO, E.; HENDRICKSON, R.; MOORE, M.A.S.; DANISHEFSKY, S.J. Erythropoietin Derived by Chemical Synthesis. Science, V. 342, n. 6164, p. 1357-1360, dez. 2013.
Como citar:

MARINHO, A. C. M.; CONCEIÇÃO, C. M.; SILVA, F. S. Q. da; GIMENES, M. A. P.; "AVALIAÇÃO E CARCATERIZAÇÃO DE ERITROPOETINA HUMAN RECOMBINANTE", p. 1491-1498 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1077-21197-141617

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações