dezembro 2014 vol. 1 num. 5 - II Congresso Brasileiro de Medicina Hospitalar

Resumo - Open Access.

Idioma principal

Avaliação De Pacientes Com Cirrose, Atendidos Em Nível Ambulatorial, Submetidos A Transplante Hepático

Silva, R.R.; Mattos, A.A.; John, J.A.; Miozzo, S.A.S.; Porto, M.; Comerlato, P.H.; Contiero, P.;

Resumo:

O Transplante Ortotópico de Fígado (TOF) aumenta significativamente a sobrevida e a qualidade de vida dos pacientes cirróticos em estágio terminal. Esse estudo avaliou as características dos pacientes com cirrose, submetidos á TOF, acompanhados em ambulatório terciário, levando-se em consideração a classificação etiológica da doença. Métodos: Foi realizado um estudo de coorte, observacional e retrospectivo, avaliando-se os pacientes portadores de cirrose em acompanhamento ambulatorial entre março de 2005 a março de 2010, por meio de revisão de prontuários. Foram incluídos todos os pacientes com diagnóstico de cirrose e seguimento mínimo de um ano. Foram excluídos casos de co-infecção com HIV, transplante de órgãos prévio, diagnóstico de CHC avançado no primeiro atendimento, ausência de registros e perda de seguimento. Critérios para etiologias: Vírus C (VHC) – anti-HCV + PCR , Vírus B (VHB) – HBsAg + PCR, álcool – ingestãoAndgt;80g/d por 10 anos (homens) ou 40g (mulheres) outros – diagnóstico histológico ou por exclusão O projeto foi aprovado pelo CEP institucional. Na comparação de variáveis categóricas utilizamos o teste do qui-quadrado. O nível de significância do estudo foi de α=0,05. Os dados foram analisados com o programa SPSS 18.0. Resultados: Foram submetidos a TOF 60 pacientes (11% do total de 527), média de idade (51,9 ± 10), sexo masculino (67%) e Child B ou C (87%), com MELD médio (15,5 ± 4,3) e presença de CHC em 20 pacientes (33%). Houve diferença entre o grupo VHC de maior média (55,5 ± 5,6) e grupo de outras etiologias com menor média de idade (44,5 ± 14,8) (p= 0,017) predomínio do sexo masculino no grupo VHC + álcool (94%) e do sexo feminino no grupo VHC (63%) (p= 0,001) presença de CHC nos três primeiros grupos (37%, 50%, 44%), e nenhum caso no grupo outros (p = 0,005). Conclusão: Nos pacientes submetidos a TOF, a média de idade foi maior no grupo de etiologia por VHC. Houve maior prevalência do sexo masculino, exceto no grupo VHC, no qual prevaleceu o sexo feminino. Observou-se maior desenvolvimento de CHC nos grupos VHC, VHC+Álcool e Álcool.

Resumo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/medpro-II-cbmh-061

Referências bibliográficas
Como citar:

Silva, R.R.; Mattos, A.A.; John, J.A.; Miozzo, S.A.S.; Porto, M.; Comerlato, P.H.; Contiero, P.; "Avaliação De Pacientes Com Cirrose, Atendidos Em Nível Ambulatorial, Submetidos A Transplante Hepático", p. 64 . In: . São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/medpro-II-cbmh-061

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações